Corrida à Câmara de Lisboa divide CDS. Mesquita Nunes junta-se aos críticos

Estela Silva / Lusa

O eurodeputado Nuno Melo, do CDS/PP

A escolha de Filipe Anacoreta Correia, em vez de João Gonçalves Pereira, para número dois da lista à Câmara de Lisboa está a gerar uma guerra interna no CDS.

A escolha de Filipe Anacoreta Correia para número dois da lista da coligação PSD/CDS à Câmara de Lisboa, liderada por Carlos Moedas, está a gerar controvérsia entre os centristas. Em causa está o facto de esta escolha ter deixado de fora o atual vereador do CDS, João Gonçalves Pereira.

O eurodeputado Nuno Melo, que se afigura como o mais provável adversário do líder Francisco Rodrigues dos Santos nas próximas eleições internas, votou contra esta escolha, assim como o líder parlamentar Telmo Correia, avança o jornal online Observador.

Para Melo, toda a estratégia do partido foi errada, pois foi incapaz de convencer Assunção Cristas a assumir uma nova candidatura e ainda afastou Gonçalves Pereira, “um dos principais artífices da vitória de há quatro anos”.

“Foi deitado borda fora, substituído pelo Filipe Anacoreta Correia que no que tem que ver com Lisboa e nesta matéria obviamente não se lhe compara”, terá dito o eurodeputado, citado pelo jornal digital.

Por seu lado, a direção centrista acusou Melo de “cinismo” e de estar a colocar a sua agenda política à frente dos interesses do partido. A direção justificou ainda as suas escolhas, dizendo que o afastamento de Cristas foi uma escolha da própria e que a exclusão de Gonçalves Pereira se explica com a necessidade de renovar as listas e as escolhas do partido.

Agora, de acordo com a rádio TSF, o ex-deputado Adolfo Mesquita Nunes junta-se aos críticos, considerando que o CDS está a sanear “alguns dos melhores” nomes do partido.

“Num partido que valoriza o mérito, veta-se um nome essencial para o papel que o CDS tem hoje em Lisboa: o vereador que mais se opôs e mais propôs. Num partido que valoriza as bases, veta-se não um, mas vários, dos nomes que as estruturas locais propuseram. Num partido que valoriza o trabalho, veta-se quem trabalhou e deu a cara pelo CDS em Lisboa”, escreveu o antigo secretário de Estado na sua página de Facebook.

“O Carlos Moedas, que é um excelente candidato, merecia mais: merecia que o CDS não tivesse saneado alguns dos seus melhores, dos que mais conhecem o terreno, dos que mais trabalharam por Lisboa. E o CDS Lisboa, que todos os dias de há muitos anos para cá vai construindo alternativa e partido, merecia mais consideração e respeito”, concluiu.

O antigo chefe de gabinete de Paulo Portas, José Bourbon Ribeiro, demitiu-se da distrital de Lisboa, e João Seabra Duque, também da distrital, e Isabel Galriça Neto, candidata à Assembleia Municipal, foram outras das vozes que mostraram o seu descontentamento, acrescenta a rádio.

Ainda de acordo com o Observador, o deputado João Almeida também já reagiu nas suas redes sociais, afirmando que Gonçalves Pereira “não merecia esta vingança cobarde”.

“Há limites. E esta exceção que confirma a regra resulta da ultrapassagem de um limite fundamental. O respeito do CDS por si próprio e a sua relevância como partido. O saneamento partidário do melhor vereador da Câmara de Lisboa prejudica gravemente o CDS e fere a candidatura que o CDS integra. O João Gonçalves Pereira não merecia esta vingança cobarde”, escreveu.

Pedro Mota Soares, antigo ministro da Segurança Social, também optou pelas redes sociais para destacar que Gonçalves Pereira “é só o melhor vereador da CML”, pois na oposição “sabe criticar o que está mal, mas também sabe propor o que deve ser uma alternativa”.

“Uma lista do CDS sem a presença do João é uma lista mais pobre, que não reconhece o mérito, a sensibilidade social, a capacidade de trabalho e o conhecimento dos temas de alguém que já deu e quer continuar a dar o melhor de si à sua cidade. Promover o mérito, a sensibilidade social, a capacidade de trabalho e o conhecimento dos dossier podia ser um lema do CDS. Com esta exclusão fizeram exatamente o seu contrário”, pode ler-se.

Para esta noite, segunda a TSF, está marcada uma nova reunião da concelhia de Lisboa do CDS para debater uma eventual substituição de Anacoreta Correia pelo líder da concelhia, Diogo Moura.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …