Coronavírus também já está a espalhar-se pela Internet

Estão a circular pela Internet ficheiros maliciosos mascarados de documentos PDF, mp4 e docx relacionados com o coronavírus.

A empresa de cibersegurança Kaspersky encontrou ficheiros maliciosos disfarçados de documentos relacionados com o coronavírus. Os ficheiros estavam mascarados em ficheiros PDF, mp4 e docx, e tinham uma designação que indicava que continham instruções em vídeo sobre formas de proteção e deteção do vírus, assim como as últimas atualizações sobre o tema.

No entanto, os ficheiros eram apenas o veículo para um conjunto de ameaças (trojans e worms) com capacidade de bloquear, modificar, copiar e até destruir dados ou interferir com o funcionamento de computadores e redes informáticas.

O surto do novo vírus detetado na China já se transformou numa ameaça real à cibersegurança e, até à data, a empresa já identificou 10 ficheiros maliciosos.

“O coronavírus e a evolução do seu estado de propagação são atualmente notícia em todos os meios, sendo este um tema tão mediático que já foi utilizado pelos hackers como isco”, sublinha, em comunicado, Anton Ivanov, analista de malware da Kaspersky.

“Até ao momento, identificámos dez ficheiros de malware, mas é previsível que este número aumente, devido ao interesse que a doença suscita, não só junto de órgãos de comunicação social, como da população em geral”, acrescentou o responsável.

“À medida que as pessoas virem cada vez mais a sua saúde em risco, é de prever que se propague mais malware oculto em documentos falsos sobre o coronavírus”, justificou, citado pelo Expresso.

A empresa de cibersegurança recomenda que os utilizadores evitem links suspeitos que prometem conteúdos exclusivos, estejam atentos à extensão dos ficheiros descarregados e recorram a soluções de segurança fiáveis para proteger os seus computadores.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

As bactérias formam comunidades na nossa língua (e uma imagem revela como)

Cientistas norte-americanos descobriram que as bactérias que vivem na nossa língua têm uma organização complexa e altamente estruturada. Os micro-organismos estão em toda a parte - até no interior da nossa boca. Um novo estudo revela …

Como sobreviver ao isolamento? Astronautas explicam

Em todo o mundo, cidades e até países inteiros estão em quarentena como forma de travar a propagação do novo coronavírus, Covid-19. Alguns astronautas deixaram conselhos sobre como sobreviver ao isolamento. Para alguns, o auto isolamento …

"Indiana Jones do mundo da arte" recupera manuscrito do poeta persa Hafez

Uma das primeiras cópias do reverenciado Divan do autor do século XIV Hafez, iluminado com ouro, será leiloado no início de abril. O famoso poeta persa do século XIV, Hafez, escreveu uma coleção de versos místicos …

O palco onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda

O palco de madeira onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda. Agora, alguém poderá replicar o primeiro concerto da famosa banda. A 10 de abril, em comemoração dos 50 anos da separação da …

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …

Este mamífero consegue sobreviver a quase sete mil metros de altura

Cientistas pensam ter confirmado que um pequeno rato descoberto no vulcão Llullaillaco, nos Andes, é o mamífero que consegue viver à maior altitude já conhecida (6739 metros). Segundo o IFLScience, o Phyllotis xanthopygus rupestris foi descoberto, …

O glaciar Denman recuou quase cinco quilómetros nos últimos 22 anos

O glaciar Denman, na Antártica Oriental, recuou cerca de cinco quilómetros nos últimos 22 anos. Investigadores da Universidade da Califórnia, Irvine e do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA estão preocupados coma topografia exclusiva …

Gruta em Setúbal mostra que os Neandertais também eram pescadores

Cientistas encontraram restos de alimentos numa gruta, no distrito de Setúbal, que comprovam que os Neandertais também se alimentavam de espécies marinhas. De acordo com o jornal espanhol ABC, restos encontrados por uma equipa de arqueólogos …