Identificar, agir e respirar fundo. Na Coreia do Sul, as equipas de rastreio de elite mostraram como combater a covid-19

Paulo Novais / Lusa

A Coreia do Sul tem uma das taxas mais baixas de infeções com origem desconhecida – cerca de 8%, um número que contrasta com a taxa de mais de 50% noutros países com novos surtos de covid-19.

Em maio, quando o surto de covid-19 atingiu discotecas na Coreia do Sul, o país apressou-se a lançar a sua versão de Navy Seals, equipas de elite compostas por epidemiologistas, especialistas em bancos de dados e técnicos de laboratório.

Na altura, uma investigação mostrou que o vírus passou de um visitante de uma discoteca para um estudante, depois para um motorista de táxi e, em seguida, para um funcionário de um armazém que partilhava o local de trabalho com cerca de quatro mil pessoas.

Segundo a Time, o cenário foi catastrófico: milhares de colegas de trabalho do funcionário ficaram infetados, assim como familiares e contactos próximos. Foram testadas cerca de nove mil pessoas e, duas semanas depois, o surto foi praticamente extinto, tendo as infeções reduzido para 152 casos.

O trabalho das chamadas Equipas de Resposta Imediata mostra como é que a Coreia do Sul conseguiu conter a propagação do vírus sem grandes paralisações. numa altura em que cidades como Los Angeles, Melbourne e Tóquio enfrentam novos surtos da doença, este “manual” sul-coreano oferece um dos projetos mais bem sucedidos para conter a covid-19.

A contagem de novos casos no país asiático nunca caiu para zero, mas o número de novas infeções diárias variou de 30 a 60 durante dois meses, depois de atingir mais de 800 casos diários em fevereiro.

Kwon Donghyok, vice-diretor científico dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças do país, explicou que estas equipas de elite entraram em ação sempre que se aperceberam da “possibilidade de uma transmissão em larga escala”. “O nosso trabalho principal é encontrar elos de conexão entre os casos e evitar uma crise.”

“Encontrar contactos próximos e investigar a causa de infeção é a espinha dorsal do nosso trabalho”, rematou.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Tribunal de Contas continua a encontrar lacunas na informação sobre custo das medidas de resposta à pandemia

No seu segundo relatório sobre a execução orçamental das medidas de resposta à covid-19, que cobre o período até 30 de setembro, o Tribunal de Contas vê melhorias no reporte de informação face ao que …

Biden propõe ajuda financeira para as famílias separadas na fronteira com o México

Os EUA poderão vir a pagar transportes, cuidados de saúde, serviços jurídicos e serviços de emprego e de educação aos migrantes que foram separados ao abrigo da estratégia de “tolerância zero” nas fronteiras, disse o …

2 de março de 2020. Confinamentos, recordes, três vagas e um "milagre" depois

O primeiro caso de covid-19 em Portugal foi registado há precisamente um ano. 365 dias depois, o medo esfumou-se, mas a incerteza permanece. A 2 de março de 2020 foram confirmados em Portugal os primeiros casos …

Ex-presidente do Peru forçou esterilizações ilegais para reduzir pobreza no país

O ex-Presidente peruano Alberto Fujimori e os seus ministros da Saúde Eduard Yong, Marino Costa e Alejandro Aguinaga foram acusados esta segunda-feira em tribunal de terem utilizado e forçado a esterilização de mulheres andinas para …

Há um mistério geológico na Sibéria a intrigar os cientistas da NASA

Umas ondulações visíveis na superfície de uma região siberiana próxima ao rio Markha, na Rússia, estão a intrigar os cientistas da NASA. Os cientistas da NASA publicaram recentemente um conjunto de imagens no portal Earth Observatory …

ONU revela provas de envolvimento do Governo russo no envenenamento de Navalny

Especialistas da ONU que investigaram o envenenamento do líder da oposição russa, Alexei Navalny, disseram esta segunda-feira que as provas apontam para um "provável envolvimento" de altos funcionários do Estado russo. As duas investigadoras, que durante …

Saída de Costa e regresso de Passos Coelho "pode mudar de alto a baixo a trajetória da vida política"

Luís Marques Mendes e António Costa Pinto debateram a política nacional pós-pandemia. Convergiram na convicção de que a legislatura chegará ao fim, em 2023, mas uma saída de cena de Costa e um regresso de …

"O próximo Bruno Fernandes?". Pedro Gonçalves em destaque na BBC

"Terá o Sporting encontrado o novo Bruno Fernandes?", pergunta a BBC num artigo em que destaca o papel de Pedro Gonçalves na transformação do Sporting num candidato ao título. As exibições de Pedro Gonçalves não têm …

Tortura e prisões arbitrárias após o 25 de Abril. Marcelo retirou selo de "secreto" ao Relatório das Sevícias

A Presidência da República retirou a classificação de "secreto" ao chamado "Relatório das Sevícias" que analisou os acontecimentos entre o 25 de Abril de 1974 e o 25 de Novembro de 1975, concluindo que houve …

Com a situação "longe de estar tranquila", Temido diz que é prematuro falar sobre reabertura das escolas

A ministra da Saúde, Marta Temido, disse esta terça-feira que a situação pandémica em Portugal está "longe de estar tranquila" e por isso considera que ainda não é altura para falar da reabertura das escolas …