Coreia do Norte diz que “impediu completamente a invasão do vírus maligno”

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

Kim Jong Un considera que a pandemia acarreta “riscos inimagináveis e a uma crise irrecuperável”, mas insiste que o país não regista um único caso de covid-19.

Os jornais da Coreia do Norte avançam esta sexta-feira que o líder Kim Jong Un apelou à cúpula do partido para se manter alerta contra o coronavírus, avisando que a complacência pode conduzir a “riscos inimagináveis e a uma crise irrecuperável”.

Apesar do apelo, Kim reafirma que a Coreia do Norte não regista um único caso de covid-19 acrescentando que na reunião de alto nível, quinta-feira, afirmou que o país “impediu completamente a invasão do vírus maligno” apesar da crise sanitária que se regista em todo o mundo.

A nível global, muitos especialistas já demonstraram sérias dúvidas sobre a situação da pandemia na Coreia do Norte devido à proximidade da República Popular da China, onde a doença teve origem, e por causa das infraestruturas sanitárias precárias do país.

A Coreia do Norte encerrou as fronteiras no princípio do ano, proibiu a entrada de turistas e mobilizou os profissionais de saúde a imporem quarentena (14 dias) a todos os cidadãos que apresentassem sintomas da doença.

Para muitos observadores, o recente confinamento do país atingiu fortemente a economia da Coreia do Norte seriamente afetada pelas sanções impostas pelos Estados Unidos por causa do programa nuclear.

De acordo com notícias publicadas na Coreia do Sul, Kim disse, durante a reunião do Partido dos Trabalhadores em Pyongyang, que é preciso manter “alerta máximo” sem o mínimo de “complacência” enquanto o vírus continua a “espalhar-se pelos países vizinhos”.

O líder norte-coreano criticou a “falta da atenção” de muitos elementos das autoridades da Coreia do Norte avisando que “o relaxamento em relação à pandemia pode conduzir a resultados inimagináveis e a uma crise irrecuperável”.

Esta sexta-feira, o jornal da Coreia do Norte, Rodong Sinmun, publicou várias fotografias de Kim Jong-un durante a reunião do politburo, tratando-se das primeiras imagens do líder norte-coreano a serem difundidas desde o mês passado. As fotografias mostram que o dirigente e os membros da cúpula do partido não usavam máscara de proteção sanitária.

As declarações de Kim Jong-un sugerem que as fronteiras entre a Coreia do Norte e a República Popular da China vão continuar fechadas.

Lusa ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Debaixo de fogo devido a comparações a Hitler, Amazon altera ícone da sua aplicação

A Amazon mudou o novo logótipo da sua aplicação de smartphone depois de várias vozes críticas terem comparado a imagem ao ditador alemão Adolf Hitler. A gigante do comércio eletrónico lançou o novo ícone em janeiro …

Este ano não vai haver NOS Primavera Sound. Festival regressa em 2022

Após já ter sido adiada de 2020 para 2021, a 9ª edição volta a ser reagendada e já tem novas datas. O NOS Primavera Sound é o primeiro grande festival de verão português a anunciar …

Vice-presidente do Zimbabué demite-se após acusações de abuso sexual

O vice-presidente do Zimbabué, Kembo Mohadi, acusado de assédio sexual, anunciou esta segunda-feira a sua demissão do cargo, tendo reafirmado a sua inocência. "Demito-me do cargo de vice-presidente da República do Zimbabué com efeito imediato", escreveu …

Variante inglesa em 29 países europeus. Estirpe do Brasil mais transmissível (e ilude sistema imunitário)

A variante britânica do SARS-CoV-2, presente em 29 países da União Europeia, é responsável por mais de metade das infeções totais. A estirpe detetada no Brasil, apesar de pouco prevalecente na Europa, pode ter uma …

EUA extraditam pai e filho acusados de ajudar Ghosn a fugir do Japão

Dois norte-americanos, pai e filho, procurados por ajudar o ex-presidente da Nissan, Carlos Ghosn, a escapar do Japão numa caixa, foram entregues à custódia japonesa esta segunda-feira. De acordo com o jornal britânico The Guardian, Michael …

Até à Páscoa "as coisas devem ficar como estão", diz António Lacerda Sales

O Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, admitiu, em entrevista ao SAPO24, que foram cometidos erros desde o início da pandemia e defendeu que até à Páscoa "as coisas devem ficar como estão". Um …

Trabalhar no Interior. Benefícios fiscais tiveram impacto de 27 milhões (e programa deve ser prorrogado)

Os benefícios fiscais previstos no Programa de Valorização do Interior (PVI) tiveram um impacto de cerca de 27 milhões de euros em 2020, revelou o Ministério da Coesão Territorial, destacando a aprovação de projetos …

Regulador da aviação trava construção do aeroporto do Montijo

O parecer negativo das câmaras do Seixal e da Moita e a não emissão por Alcochete levaram a Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) a recusar emitir um parecer prévio de viabilidade do aeroporto do …

França aprova vacina da AstraZeneca para maiores de 65 anos. Única dose das vacinas reduz hospitalização nos mais idosos

O Governo francês alargou a idade de toma da vacina da AstraZeneca, que estava reservada para pessoas entre os 50 e os 64 anos. A partir de agora, pessoas com até 75 anos também vão …

OMS diz que é prematuro e "não realista" pensar-se que a pandemia acaba este ano

O diretor executivo do Programa de Emergências em Saúde da OMS diz que é prematuro pensar-se que a pandemia termina até ao fim do ano, mas que é possível é reduzir as hospitalizações e as transmissões …