Coreia do Sul “ressuscitou” voz de uma superestrela. Chovem preocupações éticas

Pela primeira vez em 25 anos, a distinta voz da superestrela sul-coreana Kim Kwang-seok será ouvida na televisão nacional. O famoso cantor folk morreu em 1996.

De acordo com a CNN, a emissora nacional da Coreia do Sul SBS planeia usar inteligência artificial (IA) para trazer a voz de Kim Kwang-seok de volta à vida num novo programa, “Competição do Século: IA vs Humano”, que vai para o ar no final desta semana.

Kim tinha apenas 31 anos quando morreu em 1996 no auge da sua carreira após uma série de sucessos, incluindo “A Letter From a Private”, “Song of My Life” e “In the Wilderness”.
A sua morte foi considerada tão chocante que alguns nunca aceitaram a causa oficial do suicídio, preferindo acreditar em teorias da conspiração de que foi assassinado.

Décadas depois, os fãs ainda se reúnem numa rua com o seu nome, perto da sua casa da infância na cidade de Daegu. Murais do artista contemplam a rua, onde turistas se sentam em bancos em formato de viola e ouvem músicos a tocar os seus maiores sucessos.

Quando a SBS anunciou que estava a usar IA para recriar a voz de Kim num novo programa, os fãs ficaram num frenesi. “A voz recuperada soa muito parecida com a dele, como se Kim a tivesse gravado ao vivo”, disse Kim Jou-yeon, fã de Kim há 30 anos.

A empresa de IA de áudio por trás da voz reencarnada de Kim é a Supertone, uma startup sul-coreana fundada em 2020 que fornece soluções de áudio de IA a criadores de conteúdo, de acordo com o co-fundador e diretor operacional Choi Hee-doo.

A tecnologia Singing Voice Synthesis (SVS) da Supertone aprende vozes ao ouvir várias músicas com notas e letras correspondentes.

O sistema aprendeu 100 canções de 20 cantores antes de receber 10 canções de Kim Kwang-seok para aprender. Agora, conhece a sua voz suficientemente bem para imitar o estilo e a pronúncia únicos do cantor.

No programa da SBS, o Kim “ressucitado” não vai competir com um cantor humano – vai cantar um dueto com um. “Ressuscitámos Kim Kwang-seok para mostrar a capacidade dele”, disse Nam Sang-moon, produtor do programa.

Enquanto alguns podem considerar uma competição entre um cantor IA e um humano uma diversão inofensiva, outros alertam que a tecnologia representa ameaças que precisam de ser tratadas por diretrizes e regulamentos mais rígidos.

Chovem preocupações éticas

A Coreia do Sul está na vanguarda da tecnologia de IA, mas há demandas por mais regulamentação.

Replicar a voz de alguém apresenta sérios riscos, especialmente se áudio falso for usado em campanhas de desinformação e fraude.

Em dezembro, o Ministério da Ciência e Informação e Tecnologia de Comunicação da Coreia do Sul divulgou a “Diretriz Ética Nacional de IA”, um documento que estabelece os padrões básicos para pessoas envolvidas no desenvolvimento e aplicação de IA. Segundo o documento, a IA deve ser “desenvolvida e usada de acordo com o seu propósito e intenção como uma ferramenta para a vida humana e que o processo também deve ser ético”.

No mesmo mês, o ministério divulgou um roteiro para a legislação de IA, que propõe expandir os direitos de propriedade inteletual da Coreia do Sul além das obras criadas por humanos para os investidores e inventores por trás das criações de IA.

“Estamos claramente cientes da possibilidade da nossa tecnologia ser mal utilizada quando em mãos do público”, disse Heo. “Acho que reviver a voz do falecido traria uma reação negativa, que esperançosamente iniciaria um debate social e levaria conclusivamente à legislação”.

A empresa criou um nível de proteção nas suas gravações, marcando o áudio como sendo produzido por IA, embora os ouvintes casuais provavelmente não saibam. “Temos tecnologia de marca de água, que é uma informação plantada em áudio, que não pode ser ouvida, mas rastreia onde foi feita e como está a ser distribuída”, disse Heo.

O uso de IA para criar obras tradicionalmente produzidas pela criatividade humana também levanta a questão da propriedade. Se a AI cria as obras, o programa detém os direitos autorais ou pertence ao programador?

No caso de Kim Kwang-seok, Nam disse que a SBS obteve o consentimento da família de Kim para reproduzir a sua voz e pagou uma taxa única à família por apresentar a voz no espetáculo.

Partes do espetáculo serão publicadas no YouTube, mas nem a SBS nem a Supertone planeam lançar a música de Kim como single. Assim, por enquanto, os fãs de Kim terão de se contentar com as músicas antigas gravadas pelo cantor real num microfone há mais de 20 anos.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais e menos 151 mil cirurgias em 2020

No ano em que a pandemia chegou a Portugal, houve menos 151 mil cirurgias e menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais públicos. A covid-19, que chegou a Portugal a 2 de março de 2020, obrigou …

Várias escolas de Tóquio pedem "certificados de cabelo real" aos alunos

As escolas japonesas são conhecidas pela sua rigidez relativamente à aparência dos seus alunos, tanto que os estudantes que não seguem o padrão de "cabelo liso e preto" têm de apresentar provas. Dados divulgados, esta semana, …

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …

Mais 41 mortes e 718 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais 41 mortes e 718 novos novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 718 …

Navalny chega a colónia penal a leste de Moscovo

O principal opositor do Kremlin chegou, este domingo, a uma zona a cerca de 200 quilómetros a leste de Moscovo para ser transferido para uma colónia penal onde vai cumprir a sua pena, informou um …

Já chegou o voo de repatriamento com 300 passageiros vindos do Brasil

O voo de repatriamento vindo do Brasil chegou, este domingo de manhã, ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, com cerca de 300 passageiros. De acordo com a RTP, o voo de repatriamento vindo de São Paulo, …

Costa imune ao descontrolo da pandemia. Popularidade de Marcelo dispara

A sondagem TSF/JN/DN regista uma avaliação positiva do primeiro-ministro e do Presidente da República, com este a atingir um novo pico de popularidade. Os líderes do PSD e do Chega surgem empatados como principais figuras da …

Mais seis mortos nos protestos em Myanmar. Embaixador na ONU afastado

Seis manifestantes foram mortos em Myanmar, este domingo, por forças de segurança que dispersavam com violência as manifestações pró-democracia. Três manifestantes foram mortos em Dawei (no sul do país), enquanto dois adolescentes, de 18 anos, morreram …

Siza Vieira anuncia que Programa Apoiar vai ser reforçado e alargado

O programa Apoiar, destinado a empresas afetadas pela pandemia da covid-19, vai ser reforçado e alargado a novas situações, anunciou o ministro da Economia, indicando que as medidas vão ser anunciadas na próxima semana. "Queremos reforçar …