Coreia do Sul criou “Unidade de Decapitação” para Kim Jong-un

koreanet / Flickr

O novo Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in

Com a escalada da tensão militar na península coreana, Seul anunciou que vai entrar em funcionamento uma equipa de elite para assassinar o líder da Coreia do Norte.

Quando a Coreia do Norte realizou a sua sexta prova nuclear no início de setembro, a tensão militar voltou a instalar-se na região. O Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou novas sanções contra o Governo de Pyongyang e a Coreia do Sul anunciou a criação de uma “unidade de decapitação” para matar Kim Jong-un.

A informação foi revelada pelo ministro da Defesa Song Young-moo, no Parlamento.

Segundo o The New York Times, funcionários sul-coreanos disseram que este grupo de forças especiais – que contará com 1.500 a 3 mil soldados – poderia realizar incursões transfronteiriças com helicópteros e aviões de transporte que poderiam penetrar na Coreia de Kim Jong-un durante a noite.

O general sulcoreano Shin Won-sik, já retirado, diz que a “melhor dissuasão” que podem ter, além das “armas nucleares”, é fazer com que Kim tema pela sua própria vida.

Além disso, o general é também de opinião que “num sistema medieval como o da Coreia do Norte, a vida de Kim Jong-un é tão valiosa como a de centenas de milhares de cidadãos comuns, cujas vidas estariam ameaçadas num ataque nuclear”.

Segundo assinala o portal Debate, esta não é a primeira vez que a Coreia do Sul tenta “assassinar” o líder do Norte. No final da década de 1960, a Coreia do Sul tinha já tentado criar um corpo militar encarregado de assassinar líderes da Coreia do Norte.

A decisão foi tomada assim que um comando norte-coreano tentou tomar a posse do palácio presidencial em Seul.

No entanto, a ação foi um fracasso. A unidade ia ser formada por ex presidiários que seriam infiltrados em território norte-coreano para degolar o então presidente Kim Il-sung. Não obstante, quando a missão foi cancelada, os ex-réus formaram um motim e assassinaram os seus “treinadores”, regressando à capital, onde se sacrificaram.

Tendo em conta essa experiência passada, vários analistas acreditam que o anúncio da criação de uma “unidade de decapitação” não tem, na realidade, como objetivo terminar com a vida do mandatário norte-coreano, mas plantar uma ameaça “preventiva” perante o potencial nuclear exibido por Pyongyang.

ZAP //

3 COMENTÁRIOS

  1. Acabava-se com o mal pela raiz acabavam-se as ameaças e os testes, agora preparem-se que perante isto ele é bem capaz de se querer vingar

  2. Isto é de loucos. Então estão a criá-la e andam a dizê-lo? Ou então é o próprio “suíno” jong-un que anda a espalhar tal coisa para espetar com uma merda qualquer nos cornos do Trump que, se os tivesse no sitio, como o velho Bush, já tinha acabado com a Corneia do Norte há muito tempo.

RESPONDER

Os famosos autocarros de Londres agora são movidos a café

É a primeira vez que um biocombustível derivado do café é usado nos transportes públicos de Londres. A partir desta segunda-feira, parte do combustível usado nos double deckers londrinos vai ser feito a partir de …

Tribunal confirma incapacidade de centenário que se casou com empregada em Bragança

O centenário milionário de Bragança que se casou com uma empregada em maio, dois meses antes de morrer, estava incapaz de tomar decisões, indica uma sentença judicial datada desta segunda-feira, a que a Lusa teve …

Alemanha proíbe smartwatches que espiam crianças

O órgão regulador das telecomunicações alemãs anunciou, este fim de semana, a proibição da utilização de smartwatches a todas as crianças. Aos pais, o Bundesnetzagentur pediu que destruíssem estes equipamentos. A decisão foi tomada pelo órgão …

Ministério Público pede 3 anos e 4 meses de pena suspensa para Carrilho

O Ministério Público pediu, esta segunda-feira, três anos e quatro meses de prisão, com pena suspensa, para Manuel Maria Carrilho pelo crime de violência doméstica contra a ex-mulher Bárbara Guimarães. Foram mais de três horas de …

El Mundo aponta Centeno como favorito à presidência do Eurogrupo

Faltam duas semanas para serem tornados públicos os nomes dos candidatos à presidência do Eurogrupo que vão suceder a Dijsselbloem. O espanhol El Mundo já tem um favorito e é português: Mário Centeno. "Mário Centeno, o …

João Lourenço exonera comandante da polícia e chefe da secreta militar

O Presidente angolano exonerou hoje o comandante-geral da Polícia Nacional, Ambrósio de Lemos, e o chefe da secreta militar, general António José Maria, nomeando respetivamente, para os mesmos lugares, o comissário-geral Alfredo Mingas e o …

Porto perde a Agência Europeia do Medicamento para Amesterdão

A cidade do Porto foi eliminada, esta segunda-feira, na votação no Conselho da União Europeia para escolher a futura sede da Agência Europeia do Medicamento (EMA), que vai abandonar o Reino Unido devido ao Brexit. À …

NASA mostra como o furacão Ofélia influenciou os incêndios em Portugal

A agência espacial norte-americana NASA divulgou um vídeo que ilustra o impacto dos furacões que atingiram o Oceano Atlântico, nos últimos meses, mostrando em particular como o Ofélia teve influência nos grandes incêndios que abalaram …

Cesarianas e tempos de espera nas urgências vão condicionar financiamento

Os hospitais com taxas de cesariana superiores a 29,5% ou 31,5%, consoante o grau de diferenciação, não vão receber do Estado o pagamento pelos respetivos episódios de internamento, no âmbito do programa para a redução …

Empresas públicas escondem das Finanças os salários dos gestores

Cerca de metade das empresas públicas não comunicaram dados sobre os salários dos membros do conselho de Administração ao Ministério das Finanças, como está estipulado na Lei. O Correio da Manhã apurou que, em 2016, 118 …