Coreia do Sul criou “Unidade de Decapitação” para Kim Jong-un

koreanet / Flickr

O novo Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in

Com a escalada da tensão militar na península coreana, Seul anunciou que vai entrar em funcionamento uma equipa de elite para assassinar o líder da Coreia do Norte.

Quando a Coreia do Norte realizou a sua sexta prova nuclear no início de setembro, a tensão militar voltou a instalar-se na região. O Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou novas sanções contra o Governo de Pyongyang e a Coreia do Sul anunciou a criação de uma “unidade de decapitação” para matar Kim Jong-un.

A informação foi revelada pelo ministro da Defesa Song Young-moo, no Parlamento.

Segundo o The New York Times, funcionários sul-coreanos disseram que este grupo de forças especiais – que contará com 1.500 a 3 mil soldados – poderia realizar incursões transfronteiriças com helicópteros e aviões de transporte que poderiam penetrar na Coreia de Kim Jong-un durante a noite.

O general sulcoreano Shin Won-sik, já retirado, diz que a “melhor dissuasão” que podem ter, além das “armas nucleares”, é fazer com que Kim tema pela sua própria vida.

Além disso, o general é também de opinião que “num sistema medieval como o da Coreia do Norte, a vida de Kim Jong-un é tão valiosa como a de centenas de milhares de cidadãos comuns, cujas vidas estariam ameaçadas num ataque nuclear”.

Segundo assinala o portal Debate, esta não é a primeira vez que a Coreia do Sul tenta “assassinar” o líder do Norte. No final da década de 1960, a Coreia do Sul tinha já tentado criar um corpo militar encarregado de assassinar líderes da Coreia do Norte.

A decisão foi tomada assim que um comando norte-coreano tentou tomar a posse do palácio presidencial em Seul.

No entanto, a ação foi um fracasso. A unidade ia ser formada por ex presidiários que seriam infiltrados em território norte-coreano para degolar o então presidente Kim Il-sung. Não obstante, quando a missão foi cancelada, os ex-réus formaram um motim e assassinaram os seus “treinadores”, regressando à capital, onde se sacrificaram.

Tendo em conta essa experiência passada, vários analistas acreditam que o anúncio da criação de uma “unidade de decapitação” não tem, na realidade, como objetivo terminar com a vida do mandatário norte-coreano, mas plantar uma ameaça “preventiva” perante o potencial nuclear exibido por Pyongyang.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Acabava-se com o mal pela raiz acabavam-se as ameaças e os testes, agora preparem-se que perante isto ele é bem capaz de se querer vingar

  2. Isto é de loucos. Então estão a criá-la e andam a dizê-lo? Ou então é o próprio “suíno” jong-un que anda a espalhar tal coisa para espetar com uma merda qualquer nos cornos do Trump que, se os tivesse no sitio, como o velho Bush, já tinha acabado com a Corneia do Norte há muito tempo.

RESPONDER

Duterte quer ser morto a tiro caso se torne um ditador

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, pediu para os militares o matarem a tiro caso tencione violar a Constituição e resolva permanecer no cargo mais do que o seu mandato lhe permite. "Caso permaneça no poder …

Queda de helicóptero da TV Globo faz duas vítimas mortais

Um helicóptero da Rede Globo caiu, esta terça-feira, na Praia do Pina, no Recife, provocando duas vítimas mortais. Um helicóptero da TV Globo caiu esta terça-feira na praia do Pina, em Boa Viagem, na zona sul …

Tribunal de Beja pediu exame psiquiátrico a um morto

A Directora de Psiquiatria do Hospital de Beja nem queria acreditar quando recebeu do tribunal da cidade uma solicitação para realizar uma perícia médico-legal psiquiátrica a um morto. "Obviamente, não é possível", foi a resposta. Ana …

Erupção violenta no vulcão Mayon pode estar iminente. 40 mil pessoas procuram abrigo

O monte Mayon, o vulcão mais ativo das Filipinas, continuou esta terça-feira a emitir lava e cinzas, obrigando cerca de 40 mil habitantes a procurar abrigo em centros de evacuação. A lava foi projetada até 700 …

Polícia quer enviar cães pisteiros à Casa dos Horrores para procurar cadáveres

A polícia norte-americana quer enviar cães pisteiros nas novas buscas à casa do casal Turpin, acusado de ter mantido em cativeiro durante vários anos os seus 13 filhos, em Perris, na Califórnia, para procurar eventuais …

Portugueses fogem da Venezuela e refazem a vida em Madrid

Madrid é uma cidade de refúgio de muitos luso-venezuelanos, principalmente jovens da segunda e terceira geração de emigrantes portugueses, que falam melhor castelhano e que tiveram de sair da Venezuela. "Viemos para Madrid devido à situação …

Corrida para evitar a nova lei já esgotou os eucaliptos nos viveiros

A semente de eucalipto mais recomendada pelas celuloses, por crescer mais depressa, está esgotada nos viveiros devido à corrida dos proprietários que tentam fazer novas plantações antes da entrada em vigor da nova lei que …

"Tinham que meter Manuel Vicente no processo"

Orlando Figueira, o ex-procurador do Ministério Público (MP) acusado de ter recebido subornos de Manuel Vicente, o ex-vice-presidente de Angola, negou todas as acusações de que é alvo. Em tribunal, Figueira ilibou Manuel Vicente e …

Nem escondido num porta-bagagens Puigdemont vai poder regressar a Espanha

Espanha montou um sistema de vigilância para assegurar a prisão do líder independentista Carles Puigdemont no caso de este tentar regressar à Catalunha, mesmo que tente voltar escondido num porta-bagagens. O ministro da Administração Interna espanhol, …

Papa Francisco pede desculpa por ter "magoado" vítimas de abusos sexuais

Esta segunda-feira, Papa Francisco pediu desculpa às vítimas por ter usado uma expressão menos feliz ao exigir que apresentem provas de que o bispo chileno Juan Barros encobriu um sacerdote condenado por abusos sexuais. Durante a …