Cordeiro e Cravinho juntam-se a Ana Gomes. Candidata diz que voto em Marcelo “não é digno do PS de Mário Soares”

rtppt / Flickr

Ana Gomes, candidata à Presidência da República

Esta quarta-feira, Duarte Cordeiro manifestou o seu apoio a Ana Gomes, que lembra ser a única candidata do seu partido. Da mesma forma, João Cravinho saudou a “nossa candidata à Presidência”.

“A Ana é do meu partido, teve um percurso ímpar, foi da direção nacional do PS, candidata a uma autarquia e eurodeputada durante 15 anos”, disse Duarte Cordeiro, líder da FAUL (Federação da Área Urbana de Lisboa) e secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, reafirmando “as razões” que o levaram a apoiar a candidatura presidencial de Ana Gomes.

Cordeiro foi um dos oradores da conversa online que a candidata promove diariamente sobre os seus compromissos a Belém, esta quarta-feira dedicada ao tema “Portugal, país inovador, de descentralização e regionalização”.

O presidente da FAUL do PS recordou ainda o seu “papel exemplar” como embaixadora, em particular na Indonésia, quando se assumiu como uma voz destacada pela independência de Timor-Leste. “É uma candidata progressista, que defende obviamente os valores humanistas, é uma candidata ambientalista e que combate todas as formas de desigualdades e é intransigente contra a xenofobia, racismo, conservadorismo”, salientou.

“Precisamos de pessoas com esta atitude, esta coragem, este inconformismo. Desejar-te muita sorte nesta tua, nossa candidatura, a Presidente da República”, afirmou.

Sobre o tema do debate, Duarte Cordeiro definiu-se como um “regionalista convicto” a partir de Lisboa, defendendo que também a capital “precisa do processo de regionalização”. “Parabéns à Ana por ter colocado este tema na agenda da campanha, é um elemento diferenciador em relação ao atual Presidente da República, desde logo”, afirmou.

Duarte Cordeiro considerou “muito importante” que continue a defesa da ideia da regionalização e que este processo não seja encarado como “algo negativo, pesado”.

A candidata Ana Gomes disse ter saído deste debate com a ideia reforçada de que o país “precisa da regionalização” e reiterou a acusação de que Marcelo Rebelo de Sousa foi “um dos grandes bloqueadores” deste processo.

“O país está cheio de vontade que aconteça e, se conseguirmos a mudança que estas presidenciais podem propiciar, a articulação com o Governo será fácil e dinâmica e rapidamente trará frutos neste processo que é tão desejado pelo país”, considerou.

No final, Ana Gomes disse sentir-se “ainda com mais força e mais animada” para a reta final de uma campanha que admitiu ser cheia de peripécias, mas ao mesmo tempo “encorajadora de que a mudança, é possível, é desejada e vai acontecer”.

Nesta conversa, outro dos oradores foi o antigo ministro João Cravinho, que em 2019 presidiu à Comissão Independente para a Descentralização, que defendeu a criação de regiões administrativas em Portugal.

Queria felicitar a nossa candidata a Presidente por ter introduzido em várias ocasiões importantes este tema. Fez muito bem em fazê-lo”, saúdo, considerando que o centralismo “não é só abafante, mas chega a ser perigoso”.

De acordo com o Expresso, Pedro Nuno Santos e Francisco Assis juntam-se na reta final da campanha às ações da candidata a Belém.

Voto em Marcelo. “Não é digno do PS de Mário Soares”

Depois do manifesto de apoio a Marcelo Rebelo de Sousa, assinado por altos dirigentes do PS, Ana Gomes disse aos jornalistas que não a surpreende. “Infelizmente, o partido não mantém a vivacidade critica”, referiu, lamentando o “seguidismo” dentro do PS, porque “os partidos não podem ser clubes de amigos ou de interesses privados”.

“Sinto-me muito bem acompanhada por muitos socialistas que reconhecem que votar no candidato de direita não é digno do partido de Mário Soares e de Salgado Zenha“, disse Ana Gomes, no final de uma visita à Escola de Medicina da Universidade do Minho, citada pelo Expresso.

Questionada sobre se Vieira da Silva ou Fernando Medina traíram os valores e princípios do partido, a candidata respondeu: “não faço esse tipo de comentários ou de julgamentos”.

Ana Gomes invoca os históricos para dizer que “não é digno apoiar o candidato de direita” e acrescenta: “Não acho que o centrão dos interesses sirva o país“.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

”Terrível engano”. Programa do Governo para incentivar regresso dos emigrantes exclui as ilhas

O Programa Regressar, criado em 2019 pelo Governo da República para incentivar o regresso dos emigrantes ao país, descrimina os Açores e a Madeira. O Governo prolongou os apoios (que podem chegar aos 7679 euros por …

Relatório alerta que parte da produção de painéis solares depende da exploração de uigures

A região de Xinjiang, na China, evoluiu nas últimas duas décadas e tornou-se num importante centro de produção para muitas das empresas que fornecem ao mundo as peças necessárias para a construção de painéis solares. No …

Morreu a atriz brasileira Eva Wilma. Tinha 87 anos

A atriz de brasileira Eva Wilma morreu este sábado aos 87 anos no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internada desde abril devido a um cancro de ovário. A artista tinha sido internada a …

Marcelo quer descentralizar poder para regionalizar bazuca europeia

Marcelo Rebelo de Sousa quer desconcentrar poderes do Estado central para as comissões de coordenação e desenvolvimento regio­nal (CCDR), já a pensar na execução dos milhões que vão chegar de Bruxelas. A perspetiva do Chefe de …

Humanos mudam os ecossistemas com fogo há quase 100 mil anos

Um novo estudo mostra que os humanos têm mudado o ambiente em que vivem recorrendo ao fogo há pelo menos 92 mil anos. Ao chegar a novas terras, os humanos usaram o fogo para as mudar …

Catarina Martins considera “absurda” proposta de reforma das Forças Armadas

A coordenadora do BE, Catarina Martins, considerou a proposta de reforma das Forças Armadas feita pelo Governo “absurda” e de “absoluta submissão à NATO”. “A proposta do Governo é absurda, é uma proposta que centraliza decisões, …

Egito abre fronteira com Gaza. EUA deixam aviso a Israel (e UE reúne de emergência)

O Egito abriu este sábado a fronteira terrestre com Gaza e enviou 10 ambulâncias para o enclave palestiniano para transportar para os hospitais egípcios palestinianos que ficaram feridos nos bombardeamentos israelitas, indicaram responsáveis médicos. Segundo o …

Cientistas identificam novo tipo de resposta ao stress desencadeada pela condução

Toda a gente conhece a sensação física de quando estamos num carro a acelerar. Mas poucos sabem o que isso pode estar a fazer ao nosso corpo. De acordo com o site Science Alert, cientistas investigaram …

Portugal regista recorde diário de 125 mil pessoas vacinadas. DGS põe de lado dispensa de máscara

No sábado foram administradas em Portugal 125 mil vacinas contra a covid-19, um novo recorde diário no país, segundo informação divulgada pela task force que coordena o programa de vacinação. "Ao todo foram administradas, durante o …

Estar com cães de terapia pode trazer benefícios que duram semanas

Um novo estudo mostra que os efeitos positivos associados a passar tempo com cães de terapia podem durar até seis semanas. Em muitas universidades norte-americanas, os alunos têm a possibilidade de frequentar programas específicos para reduzir …