Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

(dp) sgt. Brigitte N. Brantley / DoD

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

A Amazon revela que os “insistentes ataques públicos e de bastidores” de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram “pressão” que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa. 

A Amazon apresentou uma queixa formal em tribunal na qual acusa o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de ter exercido “pressão indevida” e de ter estado por trás de uma série de “insistentes ataques públicos e de bastidores” contra a empresa, de maneira a que esta não vencesse um contrato público com o Pentágono.

Segundo o Observador, lê-se na acusação que os alegados ataques lançados pelo Presidente norte-americano àquela empresa visavam “prejudicar” o seu CEO, Jeff Bezos, que é também o proprietário do Washington Post, jornal que tem mantido uma relação crítica com o Presidente dos Estados Unidos.

Em causa, está um concurso público para um contrato no valor de 10 mil milhões de dólares, cerca de 9 mil milhões de euros, em troca do desenvolvimento de um sistema apelidado de JEDI (Joint Enterprise Defense Infrastructure), destinado à área de cloud computing.

De acordo com o diário, este passo é essencial no processo de modernização dos sistemas informáticos utilizados pelo Departamento de Defesa norte-americano.

O contrato acabou por ser atribuído à Microsoft. As propostas da IBM e da Oracle foram rejeitadas numa frase preliminar, levando a que a escolha fosse obrigatoriamente entre a Microsoft e a Amazon.

“É óbvio que estamos convictos de que o contrato não foi adjudicado de forma justa”, disse Andy Jassy, diretor executivo do departamento de Web Services da Amazon, no dia 4 de dezembro, numa conferência de imprensa.

“Chegámos a uma situação onde houve uma intromissão política significativa. Quando se tem um Presidente em funções que está disposto a admitir em público o seu desdém em relação a uma empresa e ao líder dessa empresa, fica muito difícil que qualquer agência governativa, incluindo o Departamento de Defesa, tomem uma decisão objetiva sem medo de represálias”, acrescentou.

O Pentágono refere que o concurso decorreu de forma normal. “O processo de aquisição foi conduzido de acordo com as legislação e os regulamentos aplicáveis. Todos os concorrentes foram tratados de forma justa e foram avaliados de forma consistente com os critérios adequados”, lê-se num comunicado de outubro do Departamento de Defesa.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Empreiteiros, cuidado. Vem aí o Baubot, um robô para a construção civil

A startup austríaca Printstones, que desenvolve robôs de impressão 3D desde 2017, revelou o seu mais recente protótipo: Baubot, um robô para a construção civil. A principal missão do Baubot é auxiliar e automatizar a indústria …

Oito meses depois da explosão em Beirute, o Líbano ainda é um pesadelo tóxico

A explosão em Beirute foi apenas mais uma página no longo e sombrio livro da má gestão de resíduos tóxicos no Líbano. Ainda há produtos químicos perigosos no porto de Beirute. Já lá vão oito meses …

Portugal duplica número de testes numa semana e entra no top 10 da UE

Numa semana, Portugal mais do que duplicou o número de testes à covid-19 realizados por 100 mil habitantes, o que o coloca no top 10 da União Europeia. De acordo com o jornal online ECO, que …

Jesus responde a Pepe por causa da expulsão de Eustáquio: "Grande moral"

O treinador encarnado recuou, esta sexta-feira, na opinião sobre o lance que ditou a expulsão de Eustáquio no confronto com o Paços de Ferreira, e foi curto na resposta às palavras de Pepe sobre as …

França aprova lei que reforça proteção de menores contra violência sexual

O Parlamento francês aprovou na quinta-feira, por unanimidade, uma lei que reforça a proteção de menores contra a violência sexual cometida por adultos, estabelecendo um limite de idade para o consentimento em 15 anos, e …

Eduardo Cabrita diz que SIRESP vai continuar a funcionar após 30 de junho

O ministro da Administração Interna disse esta sexta-feira que a rede de comunicações de emergência do Estado, SIRESP, vai continuar a funcionar, após 30 de junho, segundo um modelo que "o Governo tem neste momento …

Eis os segredos de Taiwan, que "passou ao lado" da covid-19 sem confinar

Um novo estudo procurou perceber os segredos para o sucesso de Taiwan a combater a pandemia de covid-19. O país nunca chegou a confinar. Taiwan foi amplamente aplaudido pela sua gestão da pandemia, com uma das …

Paquistão. Protestos violentos levam governo a ordenar bloqueio das redes sociais

O Governo do Paquistão ordenou o bloqueio temporário das redes sociais e plataformas de mensagens instantâneas esta sexta-feira, após vários dias de protestos violentos contra a França, avançou a agência AFP. Numa notificação enviada à Autoridade …

Telma Monteiro sagra-se campeã europeia de judo

A judoca Telma Monteiro conquistou esta sexta-feira a medalha de ouro na categoria de -57 kg nos Europeus em Lisboa, ao vencer na final a eslovena Kaja Kajzer, por 'ippon'. Telma alcançou o seu sexto título …

PS já não está a uma só voz. José Sócrates, o ativo tóxico, fez mossa e dividiu o partido

Fernando Medina diz que não falou com António Costa, Vieira da Silva não esconde o desgosto e o PS já não está a uma só voz. O juiz Ivo Rosa arrasou o Ministério Público (MP) na …