Conselho nacional do CDS em formato online. Presidenciais prometem causar polémica

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos

O Conselho Nacional do CDS-PP agendado para sábado, no qual será decidida a posição sobre as eleições presidenciais, será realizado online, atendendo ao estado de emergência e para evitar uma concentração de pessoas, anunciou esta quarta-feira o partido.

Em comunicado, o secretário-geral Francisco Tavares indica que “o Conselho Nacional do CDS marcado para o próximo sábado, dia 12, irá realizar-se online, através de plataformas digitais”. Os trabalhos serão dirigidos pela mesa do Conselho Nacional “a partir da sede nacional” do partido, em Lisboa.

“Face ao estado de emergência em vigor e à situação pandémica vivida em Portugal, o CDS adota pela primeira vez este formato para reunir o seu órgão máximo entre congressos, de modo a evitar a concentração de um relevante número de pessoas em local fechado”, justifica Francisco Tavares.

O secretário-geral centrista salienta igualmente que esta reunião “é considerada inadiável, atendendo ao calendário eleitoral em curso”.

“O CDS deixa bem claro que não irá utilizar nenhum regime de exceção previsto para os partidos, manifestando a sua total discordância com os sinais contraditórios e discriminatórios dados por alguns responsáveis políticos relativamente ao diferente rigor com que são aplicadas as regras de confinamento à generalidade dos portugueses.”

De acordo com a TSF, os mais críticos estão descontentes com o encontro que, dizem, foi convocado “de calças na mão e para cumprir os mínimos”. Um dirigente centrista disse ainda ao matutino que a decisão sobre as presidenciais “só peca por tardia” e acusou a direção do partido de ser “prisioneira da própria demagogia”.

Um outro conselheiro, ouvido pela TSF, diz que Francisco Rodrigues dos Santos “tem sido enxovalhado na praça pública” e lamenta que a atual situação do partido não seja tratada “cara a cara”.

As eleições presidenciais são um dos temas na agenda e prometem causar polémica, desde já devido ao formato da votação: há conselheiros que vão contestar e propor alternativas ao método decidido pela mesa do conselho nacional – o voto por videoconferência e de viva voz.

Quanto à escolha, o partido divide-se. O vice-presidente do partido, Filipe Lobo d’Ávila, o deputado e líder da distrital de Lisboa, João Gonçalves Pereira, e o antigo líder parlamentar Nuno Magalhães apoiam a recandidatura do atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Já Adolfo Mesquita Nunes, antigo vice-presidente do partido, e João Almeida, antigo porta-voz, remetem-se ao silêncio até à reunião. Por sua vez, o antigo deputado Hélder Amaral avisa que, qualquer que seja a decisão do Conselho Nacional, “não votará em Marcelo Rebelo de Sousa”.

Líder centrista em isolamento profilático

O presidente do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, está em isolamento profilático depois de ter estado com uma pessoa infetada com o novo coronavírus, confirmou o próprio à Lusa.

Na sexta-feira, o líder centrista participou numa cerimónia de homenagem a Adelino Amaro da Costa, no dia em que se assinalavam 40 anos da sua morte, juntamente com o presidente da Juventude Popular, Francisco Mota, que alguns dias depois testou positivo.

O presidente do CDS vai cumprir 14 dias de isolamento profilático, até ao próximo dia 18, por indicação das autoridades de saúde, e vai realizar um teste à covid-19, indicou.

Francisco Rodrigues dos Santos disse à Lusa que se sente bem e sem sintomas, e que vai “continuar a trabalhar online” e “tudo o que fizer será à distância”. “Mas o partido continuará a ter atividade política”, garantiu.

Em termos de agenda, estava prevista para quinta-feira uma reunião do presidente do CDS com a bastonária da Ordem dos Enfermeiros, na sede daquele organismo, que foi entretanto cancelada.

Quanto ao Conselho Nacional de sábado, que irá reunir através da internet, o líder indicou que vai acompanhar a reunião do órgão máximo do partido entre congressos “a partir de casa, e não a partir da sede nacional” do CDS, em Lisboa, como estava inicialmente previsto.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Chega vai questionar Governo sobre "despesas supérfluas" da presidência da UE

O deputado único do Chega anunciou, no domingo, que vai questionar esta segunda-feira o gabinete do primeiro-ministro acerca das "despesas supérfluas" da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. Em comunicado, André Ventura, que foi reeleito …

Ministra da Saúde alerta para continuidade de “três ameaças” da pandemia

A pandemia de covid-19 em Portugal continua a apresentar “três ameaças” apesar das medidas de restrição em vigor, adiantou hoje a ministra da Saúde, reservando o anúncio de eventuais medidas de desconfinamento para quinta-feira. Em declarações …

Portugal está "em condições invejáveis" de produzir hidrogénio verde, diz ministro do ambiente

"Estamos mesmo em condições invejáveis de sermos um grande produtor de hidrogénio verde", assegurou o ministro do ambiente e da ação climática, João Pedro Matos Fernandes, no terceiro de quatro debates do Expresso e da …

Biólogo defende que pandemia pode ter nascido de "erro honesto" em laboratório chinês

Professor de Princeton defende que não é possível descartar a possibilidade de que a pandemia tenha começado com uma fuga acidental num laboratório de virologia de Wuhan. A origem da pandemia de Covid-19 continua por apurar …

Israel reabre restaurantes e universidades após vacinar mais de metade da população

Israel, um dos países mais vacinados do mundo contra a covid-19, iniciou a terceira fase do desconfinamento, depois de o governo ter aprovado novas medidas que passaram a ser adotadas no domingo. Segundo avançou o Expresso, …

Mais 25 mortes e 365 novos casos nas últimas 24 horas

Os dados atualizados da Direção-Geral da Saúde (DGS) indicam que Portugal registou, nas últimas 24 horas, 25 mortes e 365 novos casos de covid-19. O boletim epidemiológico desta segunda-feira mostra que mantém-se a tendência de …

Ministra da Presidência lembra que desconfinamento será sempre "faseado e lento"

A ministra de Estado e da Presidência afirmou, este domingo, que o plano de desconfinamento será sempre "faseado e lento", dependendo da atuação do país e dos números concretos de cada momento. Em entrevista à SIC …

"Salam, salam, salam." Papa deixa Iraque após visita de três dias ao país

Terminou, esta segunda-feira, a visita de três dias do Papa Francisco ao Iraque. No fim da última missa que celebrou, disse em árabe: "Salam, salam, salam" (Paz, paz paz). O Papa Francisco deixou, esta segunda-feira, o …

Polícia filipina matou nove pessoas associadas a "grupos terroristas comunistas"

A polícia filipina apoiada por militares matou nove pessoas durante o fim de semana numa série de operações contra suspeitos de insurreição comunista, tendo as autoridades dito que os suspeitos dispararam primeiro, críticos dizem que …

Biden assina decreto para facilitar acesso ao voto. Plano de estímulo económico é "passo gigantesco"

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinou um decreto para facilitar o acesso dos norte-americanos ao voto, uma medida inserida nas comemorações do 56.º aniversário do “Domingo Sangrento”, ocorrido em 1965 no Alabama. Segundo a …