Novo confinamento em Melbourne vai custar mais de 3 mil milhões

Sebastião Moreira / Lusa

O novo confinamento na cidade de Melbourne, após o ressurgimento de casos da covid-19, custará à Austrália cerca de 3.695 mil milhões de euros, indicaram as autoridades.

A segunda cidade mais populosa do país, com cerca de cinco milhões de pessoas, foi colocada esta madrugada, de novo, durante seis semanas em confinamento.

Além disso, as autoridades do estado de Victoria, cuja economia representa 23% do PIB nacional e cuja capital é Melbourne, também implementaram a medida no município de Mitchell, cerca de 77 quilómetros a norte da capital regional, com cerca de 44 mil habitantes.

“O custo é de cerca de mil milhões de dólares australianos (615 milhões de euros) por semana, e isto vai atingir duramente os negócios”, disse o chefe do gabinete do Tesouro do país, Josh Frydenberg.

Os estados de Victoria e Nova Gales do Sul, os mais populosos da Austrália, fecharam esta quarta-feira a fronteira comum.

A população daqueles dois estados é de 13,9 milhões, que representam mais de 50% do total da Austrália.

Este é o primeiro encerramento daquela fronteira em cerca de 100 anos e foi acordado num telefonema entre o chefe do executivo de Victoria, Daniel Andrews, o primeiro-ministro australiano Scott Morrison e a responsável do Governo de Nova Gales do Sul, Gladys Berijiklian.

A vigilância da fronteira, que se estende por 4.635 quilómetros, será da responsabilidade do estado de Nova Gales do Sul, que pediu ajuda militar.

O ressurgimento de covid-19 em Melbourne e subsequente reconfinamento, que as autoridades atribuem ao não cumprimento das medidas de quarentena nas instalações criadas para viajantes provenientes do estrangeiro, acrescentou 134 novos casos na quarta-feira e já ultrapassou 1.000 infetados.

A Austrália, que investiu mais de 13% do seu produto interno bruto em fundos de assistência e estímulo para lutar contra os efeitos da pandemia, é considerada por especialistas o terceiro melhor país na gestão da crise do novo coronavírus, depois da Coreia do Sul e da Letónia.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Depois da explosão, os protestos em Beirute. Manifestantes anti-Governo pedem mudança política urgente

Esta quinta-feira, dezenas de manifestantes foram dispersos com gás lacrimogéneo quando protestavam na sequência da explosão em Beirute, capital do Líbano, que provocou pelo menos 149 mortos, cinco mil feridos e a destruição de casas …

Em vez de flores, família de Fernanda Lapa pede donativos por Bruno Candé

A família da atriz, que faleceu esta quinta-feira, apela a que quem queira oferecer flores para o funeral faça antes um donativo para os herdeiros do ator Bruno Candé, que foi assassinado, em Lisboa. "A Família …

Orbán diz que todos os migrantes ilegais são potenciais "bombas biológicas"

O primeiro-ministro da Hungria, o ultranacionalista Viktor Orbán, defendeu esta sexta-feira que se deve impedir a chegada de imigrantes ilegais ao país porque estes são potenciais "bombas biológicas" devido à covid-19. Conhecido pelos seus discursos contra …

Donald Trump proíbe transações com empresa chinesa detentora do TikTok

Donald Trump assinou uma ordem executiva que proíbe as transações com a ByteDance no prazo de 45 dias e o Senado já aprovou o projeto de lei que proíbe o descarregamento e utilização da aplicação. …

Preocupado com os incêndios, Marcelo admite interromper férias. Ontem foi o pior dia

O Presidente da Repúblic disse esta quinta-feira que está a acompanhar a vaga de incêndios que assola o território continental e admitiu a possibilidade de interromper as férias no Porto Santo se a situação piorar. "É …

Portugal foi o "patinho feio", mas volta a estar em contraciclo com a Europa (por bons motivos)

Portugal destaca-se agora por apresentar uma tendência de redução de novos casos de infeção pelo novo coronavírus, ao contrário de outros países europeus. Quando o novo coronavírus começou a ganhar terreno no continente europeu, Portugal foi …

Kim Jong-un insiste que a Coreia do Norte travou o vírus, mas intensifica combate à covid-19

Kim Jong-un tem repetido várias vezes que a Coreia do norte "travou o vírus maligno", mas o reforço das medidas de combate à covid-19 e a canalização urgente de material médico e alimentos para Kaesong …

Novo Banco tinha autorização de Bruxelas para financiar venda de imóveis

A DG Comp da Comissão Europeia autorizou o Novo Banco a conceder crédito aos compradores do imobiliário vendido pela instituição. Quando o Novo Banco foi constituído, o acordo assinado entre a Direção Geral da Concorrência europeia …

Quase cinco meses depois, a Champions está de volta

A Liga dos Campeões é retomada esta sexta-feira, quase cinco meses depois da suspensão devido à pandemia de covid-19. Suspensa logo depois do jogo Leipzig-Tottenham, disputado a 11 de março, a prova milionária está de regresso …

Segunda vaga de covid-19 pode levar o desemprego aos 17,6%

Caso haja uma segunda vaga da pandemia de covid-19 em Portugal, a consultora EY estima que a taxa de desemprego possa atingir os 17,6% no final do ano. De acordo com a quarta edição do "Caderno …