/

Conduzir um carro em Portugal custa por mês entre 477 e 525 euros

4

SXC

Um proprietário de automóvel em Portugal pode gastar mensalmente, em média, entre 477 e 525 euros, segundo o “LeasePlan CarCost Index” 2016, sendo a Noruega e a Holanda os países onde conduzir é mais caro.

Segundo a lista hoje divulgada, Portugal está a meio da tabela que compara um total de 24 países europeus, com o custo de global de 477 euros mensais para viaturas a gasóleo e 525 euros para veículos a gasolina.

A Noruega é o país mais caro para conduzir um automóvel a gasolina (708 euros por mês), enquanto a Holanda lidera nos veículos a gasóleo (695 euros por mês).

Em contrapartida, surge a Hungria, onde um proprietário de veículo a gasolina gasta por mês 364 euros e a gasóleo 369 euros.

O índice mostra que os custos de desvalorização representam a maior despesa relacionada com a propriedade de automóveis na Europa (37%), seguido pelo Imposto Único de Circulação e IVA (20%). O combustível contribui 16% para o custo total de um carro por mês.

A análise indicou que em seis dos 24 países europeus analisados conduzir um carro a gasóleo é mais caro do que conduzir um carro a gasolina, devido a impostos mais elevados, seguros ou encargos de manutenção.

A Suécia tem os custos de manutenção e assistência em viagem mais elevados, em 15%, com um custo total de 85 euros, enquanto essa fatura na Turquia ronda os 28 euros mensais.

Já a Suíça tem os valores de seguros mais altos da Europa, com esses custos a totalizarem 117 euros por mês para gasolina e gasóleo, surgindo a República Checa como o país com o seguro mais barato para o veículo a gasolina (37 euros) e a Suécia como o local com menores valores para o seguro de veículos a gasóleo (39 euros).

Com base numa quilometragem anual de 20 mil quilómetros, a despesa média mensal de combustível na Europa é de 100 euros para a gasolina, e de 67 euros para o gasóleo.

Em Itália é onde se paga mais – 136 euros por mês para veículos a gasolina-, devido ao elevado imposto de combustível, já os russos pagam 54 euros por mês devido às grandes reservas de petróleo do país. O país mais barato para o gasóleo é a Polónia com 49 euros por mês.

O LeasePlan CarCost Index 2016 analisou os custos de propriedade de automóveis e utilização de carros a gasolina e gasóleo em 24 países europeus a partir da própria frota multimarca da empresa.

O índice comparou os custos mais importantes, como o preço de compra, custos de depreciação, reparações e manutenção, seguros, impostos e despesas de combustível, incluindo pneus de inverno, se exigido por lei. A análise tem por base os primeiros três anos de custos operacionais e uma quilometragem anual de 20 mil quilómetros.

A LeasePlan é uma empresa holandesa que opera na área do financiamento e gestão de frotas.

  // Lusa

4 Comments

  1. Não acredito nestas contas, com o ISV, IVA e IUC que se paga neste país, ou foram comparar Smarts ou não viram bem quanto se paga pelos impostos aqui, para não estarmos no último lugar… vejam as tabelas para carros com cilindradas superiores a 2000cc e o ENORME agravamento de impostos nos usados importados este ano.

  2. Eu também não acredito nestas contas. Pela quantidade de porches, jipes BMW, Audi’s, e Mercedes novos e topo de gama que se vêm na estrada todos os dias, diria que ou somos todos empresários riquíssimos, em vez de termos as empresas todas a receber linhas de crédito para afastar a insolvência, e termos de lançar obras publicas para conseguirem sobreviver, ou declaram todas muito abaixo do que recebem, e as finanças são completamente incompetentes e assim ganham mais do que deveriam…

  3. Fcharrua, os carros topo de gama que vê nas estradas, não estão em nome dos condutores, não são comprados a pronto e são uma forma das empresas terem custos e pagar menos impostos que assim recaem sobre os que não lhes podem fugir.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.