Condado nos EUA preocupado com o aparecimento das “festas de covid-19”

Num condado de Washington, nos Estados Unidos, pessoas estão a participar em “festas de covid-19” para contraírem intencionalmente o novo coronavírus.

De acordo com a rede de televisão norte-americana NBC, autoridades de saúde do condado de Walla Walla, no estado de Washington, confirmam que se está a registar um aumento de casos de coronavírus devido à moda das chamadas “covid-19 parties”.

Em comunicado, as autoridades do condado explicaram que estas “festas de covid-19” consistem em reunir pessoas não infetadas com outras que já o estão para conseguirem contrair o vírus e, assim, alcançar a imunidade de grupo.

Isto numa altura em que ainda nem a Organização Mundial de Saúde (OMS), nem os cientistas que estudam este novo coronavírus sabem se realmente existe imunidade.

“As autoridades de saúde salientam que há muito que ainda não se sabe sobre a covid-19. Os epidemiologistas não sabem se a imunidade é algo certo, se a reinfeção é possível, ou se o vírus pode continuar a viver connosco. O que eles sabem é que mesmo os mais jovens podem ser hospitalizados, os sobreviventes podem sofrer danos a longo prazo e mesmo um caso ‘leve’ não é leve”, lê-se na mesma nota, citada pela rede de televisão.

De acordo com o site de Walla Walla, foi registada uma centena de novos casos nos últimos dias e uma pessoa morreu. Meghan DeBolt, diretora de saúde pública deste condado, revelou que muitas destas infeções podem estar relacionadas com estes encontros sociais.

“Não sabemos quando é que isto está a acontecer, só descobrimos depois quando temos novos casos. Perguntámos sobre os contactos e 25 pessoas disseram-nos que estavam ‘numa festa de covid’”, explica a responsável.

Numa mensagem em vídeo partilhada no Facebook, DeBolt explicou que estas festas “não são parte da solução” para reabrir o condado e pediu às pessoas para “usarem o bom senso e serem espertas na resposta à pandemia”.

Os Estados Unidos registam o maior número de mortes (mais de 73 mil) e o maior número de infetados (mais de 1,22 milhões), dos quais 190 mil foram já considerados curados.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Pois loucos não parecem faltar por lá, penso mesmo que a pior pandemia que está a atacar a humanidade é a demência.

  2. As grandes pandemias da História da Humanidade mataram milhares de pessoas. Já esta ainda não fez sequer meio milhão. E consta que muitos dos que morreram morreram com Covid e não de Covid.
    São várias as vozes que apontam a intenção de sobrevalorizar este vírus como forma de alimentar todo um negócio de lobbys internacionais que pode bem ter os chineses por trás ou não. Subsiste a dúvida. Mas que foi lançado com fins comerciais já ninguém tem dúvidas tendo em conta a forma como se fazem e se alimentam os negócios e os lobbys das farmacêuticas, dos laboratórios de investigação, etc, etc, etc.
    Como me dizia há pouco um proprietário de um restaurante “as pessoas nem imaginam a quantidade de produtos de higiéne e desinfecção que os restaurantes estão obrigados a comprar”.
    No entanto continuam a morrer todos os dias pessoas com outras patologias e ninguém lhe chama pandemia.

RESPONDER

"Nenhuma era apenas um número". NYT dedica toda a primeira página a mil vítimas da pandemia

Mil nomes de pessoas numa primeira página. O jornal norte-americano The New York Times dedicou a primeira página da edição deste domingo a mil vítimas mortais da pandemia de covid-19, para assinalar a iminente passagem …

A economia é a vítima colateral da estratégia singular da Suécia

A Suécia deixou nas mãos dos cidadãos a responsabilidade pela sua saúde e a abordagem relaxada do país em relação à pandemia de covid-19 trouxe resultados negativos. O Governo sueco não impôs um confinamento à população …

Polícia de Hong Kong detém 180 manifestantes. E elogia lei da segurança nacional

A polícia de Hong Kong elogiou a lei da segurança nacional chinesa, horas depois de ter detido pelo menos 180 manifestantes que protestaram, este domingo, contra a legislação anunciada por Pequim. O comissário da polícia, Tang Ping-keung, …

Pinto da Costa recandidata-se a "pensar nas dificuldades do presente"

Pinto da Costa admitiu, este domingo, no lançamento do site oficial da recandidatura à presidência do FC Porto, que vai a eleições "a pensar nas dificuldades tremendas do presente". No site oficial da sua candidatura, Pinto …

Abraços e apertos de mão. Bolsonaro junta-se a manifestação sem distanciamento social

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, participou, este domingo, em mais uma manifestação sem respeitar as regras de distanciamento social. A manifestação decorrer na Praça dos Três Poderes, em Brasília. De acordo com o jornal Público, …

"Relativamente rápido". Centeno acredita que países europeus vão recuperar da crise até ao fim de 2022

O ministro das Finanças português e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, acredita que a União Europeia vai conseguir ultrapassar a crise económica provocada pela pandemia de covid-19 de forma "relativamente rápida". Em entrevista ao jornal alemão …

Florentino congelado e Jota (e mais dois) na porta de saída. Mercado já mexe na Luz

Apesar da pandemia, que paralisou quase todas as competições europeias e que deverá atrasar a janela de transferência no futebol, o mercado já mexe na Luz. A imprensa desportiva dá conta nesta segunda-feira que Florentino …

Cova da Piedade abandona direção da Liga e convida Proença a demitir-se

O Cova da Piedade juntou-se ao Benfica na decisão de abandonar a direção da Liga de clubes e convidou Pedro Proença a demitir-se da presidência do organismo. Em comunicado, o Cova da Piedade justifica a decisão …

Milhares foram a banhos este domingo. Só nas praias da Caparica estiveram mais de 180 mil pessoas

As elevadas temperaturas que se fizeram sentir neste domingo levaram milhares de portugueses à praias. Só na Costa da Caparica, no concelho de Almada, mais de 180 mil pessoas foram a banhos. Entre as 9 e …

"Há outras prioridades". Ana Gomes está a refletir sem "pressa" sobre eventual candidatura a Belém

No espaço de comentário da SIC Notícias, a ex-eurodeputada Ana Gomes disse que ainda está a "refletir" sobre uma eventual candidatura à Presidência da República. Ana Gomes ainda não tomou uma decisão sobre uma possível candidatura …