Concerto de uma estrela pop alemã vai ajudar cientistas a estudar a covid-19

Cientistas alemães vão analisar o concerto de uma estrela pop, agendado para agosto, para tentar perceber melhor como é que a covid-19 se espalha entre grandes ajuntamentos de pessoas.

De acordo com o site IFLScience, cientistas do Hospital Universitário Halle, na Alemanha, esperam obter mais informações sobre como o novo coronavírus se pode espalhar entre grandes ajuntamentos de pessoas. Para isso, vão observar de perto um concerto do cantor Tim Bendzko, que vai acontecer, a 22 de agosto, no Leipzig Arena.

Os voluntários que vão marcar presença no evento – pessoas saudáveis com idades entre os 18 e os 50 anos – serão testados à covid-19, 48 horas antes do concerto, e só poderão entrar se o resultado for negativo.

Os investigadores vão dar a cada um dos espetadores uma máscara de proteção FFP2 e um desinfetante para as mãos fluorescente, o que lhes irá permitir rastrear as superfícies mais frequentemente tocadas pelos membros da plateia.

Mais importante ainda, todos os participantes vão receber uma etiqueta eletrónica que envia regularmente dados sobre a sua distância, duração e frequência de contacto com outros espetadores.

Depois de todos os dados terem sido recolhidos, estes serão analisados através de um modelo computacional que vai analisar como é que o SARS-CoV-2 se pode espalhar de pessoa para pessoa.

O experimento será realizado em três cenários diferentes: um será igual aos tempos pré-covid-19 (embora com as precauções necessárias, como máscaras) e terá quatro mil participantes; outro, também com este número de pessoas, terá as entradas e o movimento da audiência controlados; e, por último, um cenário com apenas dois mil participantes que analisará o distanciamento social de 1,5 metros entre as filas de lugares.

“Se queremos voltar a permitir grandes eventos no futuro, precisamos de ter conhecimento científico sobre como podemos minimizar o risco de infeção e criar mais segurança para todos”, afirmou Petra Köpping, Ministra de Estado dos Assuntos Sociais e Coesão Social da Saxónia, um dos estados federados que vai financiar o estudo.

“Estou muito feliz por podermos apoiar um projeto tão importante além fronteiras e, assim, permitir o regresso de uma maior normalidade. Porque, é claro, os grandes eventos devem voltar a acontecer no futuro mas, como Governo, também temos de assumir a nossa responsabilidade de proteger a população”.

Desde o início da pandemia, a Alemanha detetou mais de 202 mil casos de infeção, dos quais mais de 188 mil são considerados curados. Mais de nove mil pessoas perderam a vida.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas calculam probabilidade de contágio ao viajar de comboio

Investigadores da Universidade de Southampton, no Reino Unido, calcularam a probabilidade de contrair covid-19 ao viajar numa carruagem de comboio com uma pessoa infetada. Em colaboração com a Academia Chinesa de Ciências, a Academia Chinesa de …

Hong Kong. Magnata da imprensa Jimmy Lai libertado sob caução

O magnata da imprensa e uma das principais figuras do movimento pró-democracia de Hong Kong Jimmy Lai foi esta terça-feira libertado sob caução, constatou a agência France-Presse. Jimmy Lai tinha sido detido na segunda-feira, ao …

Lar de Reguengos de Monsaraz diz ter feito tudo para salvar vidas

A direção do lar de Reguengos de Monsaraz (Évora) onde surgiu o surto de covid-19 que causou 18 mortos garantiu ter feito “tudo” ao seu “alcance” para “salvar vidas”, nesta “crise” com “contornos dramáticos”. A Fundação …

Israel fecha os olhos e deixa palestinianos cruzarem a fronteira para ir a banhos

As autoridades israelitas têm deixado milhares de palestinianos cruzar a barreira de separação entre os dois territórios para poderem ir às praias. Este foi um fim-de-semana muito especial para Siham e os seus cinco filhos. …

Diabéticos e hipertensos voltam a ter faltas justificadas

Os diabéticos e hipertensos sem condições para desempenharem funções em teletrabalho voltam a ter direito a justificar as faltas ao trabalho devido à pandemia de covid-19, segundo um diploma publicado em Diário da República. “Os imunodeprimidos …

Deputada da Coreia do Sul debaixo de fogo. Usou um vestido no Parlamento

Na semana passada, a deputada sul-coreana Ryu Ho-jeong usou um vestido numa assembleia legislativa, sendo bombardeada com críticas que gerou um debate sobre sexismo e a cultura patriacal do país. De acordo com a CNN, na …

SC Braga oficializa "top gun" Gaitán por duas temporadas

O internacional argentino Nicolas Gaitán assinou um contrato com o Sporting de Braga válido por uma época, com outra de opção, informou esta terça-feira o clube minhoto da I Liga de futebol. Formado no Boca Juniors, …

Vacina russa chama-se "Sputnik V" e foi já pedida por 20 países

A vacina russa contra a covid-19, cujo registo foi esta terça-feira anunciado pelo Presidente, Vladimir Putin, chama-se "Sputnik V", vai começar a ser fabricada em setembro e já foi encomendada por 20 países. De acordo com …

Rui Pinto no Twitter: "Travessia do deserto” terminou mas a “luta continua”

Rui Pinto assumiu que a “árdua e longa ‘travessia do deserto’” chegou ao fim, aludindo à sua libertação, mas avisou que “a luta continua”, pois Portugal “continua um paraíso para a grande corrupção” e branqueamento …

PJ deteve suspeita de atear fogo florestal no Parque Nacional da Peneda-Gerês

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve uma mulher de 57 anos suspeita de atear um incêndio florestal registado em 4 de agosto no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), no concelho de Terras de Bouro. Em …