Comissão Europeia volta a adiar decisão sobre sanções

European Parliament / Flickr

Pierre Moscovici, comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros

Pierre Moscovici, comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros

O comissário europeu para os assuntos económicos, Pierre Moscovici, afirmou que a decisão sobre as sanções a Portugal e Espanha ainda não está tomada e não vai ser conhecida hoje.

No final de uma conferência de imprensa, esta terça-feira, o Comissário para os Assuntos Económicos afirmou que na reunião de hoje, em Estrasburgo, houve apenas uma primeira discussão sobre o tema, sem adiantar quando é que a decisão será conhecida.

Os representantes da Comissão Europeia estiveram reunidos hoje para debater sobre os Procedimentos por Défice Excessivo (PDE) de Portugal e Espanha, aproximadamente um mês e meio depois de terem adiado uma decisão sobre eventuais sanções aos dois países.

Em causa está o facto de Portugal e Espanha terem falhado a meta do défice abaixo do limiar dos 3% do PIB em 2015.

De acordo com os dados validados pelo gabinete oficial de estatísticas da UE, o Eurostat, o défice orçamental português foi no final do ano passado de 4,4%, incluindo o impacto orçamental da medida de resolução aplicada ao Banif, que valeu 1,4% do PIB. Em 2015, Espanha registou um défice de 5,1%.

A decisão final de aplicar ou não as sanções cabe ao Conselho de Assuntos Económicos e Financeiros (Ecofin) da União Europeia, que se reúne a 12 de julho.

Sanções

Num contexto de saída do Reino Unido da União Europeia e num cenário de discordância entre países europeus sobre a imposição de sanções, o governo português insiste que as punições por uma falha do passado, impossível de corrigir, seriam uma injustiça.

Ainda não se sabe exatamente qual será a decisão da Comissão Europeia sobre o assunto. Uma das hipóteses é de que a Comissão estaria disposta a dar mais três semanas a Portugal e Espanha para que possam propor medidas de correção do défice e evitar, assim, as sanções.

Outra hipótese é de que a Comissão pode considerar que os dois países de fato não fizeram esforços suficientes para reduzir o défice e, assim, descumpriram o Pacto de Estabilidade e Crescimento, e podem receber multas de até 0,2% do PIB.

Por fim, outra possibilidade é de o Ecofin propor uma redução significativa da multa, ou até uma “multa zero”, sem sanções, mas com caráter simbólico, embora para isso seja necessária uma maioria qualificada dos países.

A posição defendida por Portugal é de que não haja sanções, apenas recomendações claras para a execução orçamentária de 2016. O primeiro-ministro, António Costa, afirmou que as medidas adicionais não corrigirão o défice do ano passado e que a execução orçamental de 2016 “está a correr bem”.

“Manteremos com total serenidade a mesma determinação na execução orçamentária de 2016 que, como os números têm revelado, está a correr em linha com aquilo que foi orçamentado, não exigindo nem medidas adicionais nem planos B“, disse António Costa.

Já o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, disse acreditar que a Comissão não irá aplicar sanções a Portugal.

Embora o governo português antecipe uma redução do défice para 2,2% do PIB deste ano e 1,4% em 2017, Bruxelas estimou, em maio, que o défice fique nos 2,7% do PIB este ano e em 2,3% em 2017. Mais recentemente, a Comissão estimou que o défice ficará perto dos 3% em 2016.

Para encerrar o Procedimento por Défice Excessivo, a trajetória do défice deve apontar para uma redução durável, ou seja, ficar abaixo dos 3% nos próximos dois anos.

ZAP / ABr

PARTILHAR

RESPONDER

A Barbie também arrenda casa no Airbnb

A boneca mais famosa do mundo celebra 60 anos. Agora, a empresa que produz a Barbie, a Matel, tornou a boneca uma anfitriã no Airbnb e vai arrendar uma mansão à beira-mar em Malibu, na …

Os primeiros bebés podem nascer no Espaço daqui a 12 anos

A empresa SpaceBorn United pretende realizar missões espaciais entre 24 e 36 horas para que algumas mulheres dêem à luz em órbita dentro de 12 anos. A notícia é avançada pelo fundador e CEO da empresa, …

Japão importou cinco vírus mortais, incluindo Ebola, por causa de Tóquio 2020

Com os Jogos Olímpicos à porta, um laboratório japonês decidiu importar cinco vírus mortais, nomeadamente Ebola, para fazer frente a um eventual surto durante a competição que vai levar ao país mais de 600 mil …

Empresa anónima quer os direitos do seu rosto para construir robôs (e paga 115 mil euros)

Uma empresa privada anónima está a oferecer 115 mil euros pelos direitos de usar o seu rosto numa nova linha de robôs humanóides. A empresa quer usar a imagem para dar uma cara a um robô …

Empresa está a vender vinho (com flocos de ouro) para celebrar o Brexit

Quando o Reino Unido abandonar a União Europeia, uma saída programada para 31 de outubro, é provável que as pessoas celebrem com um vinho especial com flocos de ouro. Para aqueles que querem celebrar a saída …

Neandertais ocuparam ilhas do Mediterrâneo dezenas de milhares de anos antes do que se pensava

Cientistas descobriram provas de que a ilha de Naxos, na Grécia, já era habitada por neandertais há 200.000 anos, dezenas de milhares de anos antes do que se pensava até agora. Um estudo publicado esta quinta-feira …

Testes "bárbaros" em macacos levam ativistas a pedir encerramento de laboratório alemão

Durante meses, um ativista pelos direitos dos animais trabalhou no Laboratório de Farmacologia e Toxicologia (LPT, na sigla inglesa), em Hamburgo, na Alemanha, onde testemunhou situações de violência contra os animais utilizados em testes e …

Próxima cimeira do G7 vai ser num resort de Donald Trump

A próxima cimeira do G7 será realizada num dos clubes de golfe do Presidente norte-americano, Donald Trump, na Florida, e o clima não constará da agenda de trabalhos, disse esta quinta-feira o chefe de gabinete …

Russos e ucranianos estão em guerra por causa de sopa

A sopa de beterraba é russa ou ucraniana? Um tweet do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa veio falar em prato nacional e a reação na Ucrânia não tardou a chegar. O tweet é de …

Alex Ferguson acusado de receber relógio após viciar jogo da Juventus

Alex Ferguson, antigo treinador do Manchester United durante quase três décadas entre 1986 e 2013 que venceu um total de 38 títulos pelo clube depois de se ter destacado nos escoceses do Aberdeen, foi acusado …