Com todos os votos contados, PS vence com pior resultado que em 2013 e PSD conquista 113 câmaras

PS continua a ser o partido com mais representação autárquica em Portugal, apesar de cair para números anteriores à liderança de António Costa. PSD recupera das hecatombes de 2013 e 2017.

Quase 24 horas depois após o encerramento das urnas em Portugal continental, a secretaria-geral do Ministério da Administração Interna revelou os dados oficiais e finais das eleições autárquicas deste domingo.

Assim sendo, o PS conquistou 148 câmaras em listas próprias e 34,23% dos votos, menos uma que em 2013, quando o partido era liderado por António José Seguro. Os socialistas conquistaram ainda a autarquia de Felgueiras, no distrito do Porto, em coligação com o Livre. Em 2017, nas primeiras eleições ganhas por António Costa enquanto secretário-geral do PS, o partido tinha conquistado 161 municípios — 159 em listas próprias e dois em coligação —, naquele que foi o melhor resultado de um partido em eleições autárquicas.

O PSD, por sua vez, conseguiu distanciar-se dos mínimos históricos de 2013 e 2017, assumindo a presidência de 113 municípios. Destes, a vitória foi alcançada em listas próprias em 72 e em coligação em 41 — das quais 31 em aliança com o CDS-PP. O partido de Rui Rio distancia-se, assim, dos resultados obtidos tanto nas eleições autárquicas de 2017 — onde o PSD tinha registado o seu pior resultado de sempre, com a conquista de 98 câmaras —, como nas eleições de 2013, onde tinha assegurado a presidência de 106 municípios.

A CDU confirmou a sua tendência decrescente em eleições autárquicas: depois de ter obtido o seu pior resultado de sempre em 2017 — com a perda de 10 câmaras municipais, passando a ter 24 —, este ano perdeu outras 5, ficando com a presidência de 19 municípios e largando a mão de bastiões que lhe pertenciam desde 1976, como Mora, Montemor-o-Novo (distrito de Évora) e Moita (Setúbal).

Já o Chega, nas primeiras eleições autárquicas em que participou, ficou em quarto lugar, sem conquistar qualquer câmara, mas com a eleição de 19 vereadores, a maioria dos quais no distrito de Lisboa (com representantes nas câmaras municipais de Cascais, Odivelas, Loures, Vila Franca de Xira, Sintra e Azambuja) e de Santarém (Entroncamento, Benavente, Salvaterra de Magos e Santarém).

Em quinto lugar, o Bloco de Esquerda obteve 2,75% dos votos que, no entanto, não se traduziram na conquista de qualquer câmara e significaram também uma perda significativa do número de vereadores bloquistas: dos 12 vereadores conquistados em 2017, o BE passou agora a ter quatro.

O CDS-PP, que concorreu na maioria dos concelhos em coligação, conseguiu manter em listas próprias as seis câmaras municipais que já liderava: Velas (Açores), Santana (Madeira), Ponte de Lima (Viana do Castelo), Vale de Cambra, Oliveira do Hospital e Abergaria-a-Velha (Aveiro). No entanto, em número de votos, o partido de Francisco Rodrigues dos Santos obteve um resultado do pior do que nas últimas autárquicas, descendo dos 2,59% então adquiridos para os 1,48%.

Nas suas primeiras eleições autárquicas, a Iniciativa Liberal não conseguiu eleger qualquer vereador em listas próprias, ficando pelos 26 deputados municipais e obtendo 1,30% dos votos.

O PAN também não conseguiu eleger vereadores e, a nível nacional, isolado, nos dados relativos a câmaras municipais, assembleias municipais e de freguesia, ficou sempre atrás de duas forças políticas estreantes nestas eleições: o Chega e a Iniciativa Liberal. Em assembleias municipais elegeu 26 deputados (menos um do que em 2017) e em assembleias de freguesia aumentou significativamente a sua representação, passando de seis eleitos para 23.

No que se refere a grupos de cidadãos, 19 alcançaram a presidência de municípios, o número mais elevado desde que estes grupos puderam começar a candidatar-se a eleições autárquicas em 2009.

Em termos de abstenção, registou-se o segundo valor mais elevado em eleições locais, com 46,35% dos eleitores a não se deslocarem às urnas, um número apenas ultrapassado pelos valores de 2013 (47,4%), segundo os dados do Ministério da Administração Interna.

Apesar de todos os votos estarem contados, falta ainda realizar-se a votação na União de Freguesias da Trofa, Segadães e Lamas do Vouga, no concelho de Águeda, que não pode decorrer este domingo devido a um erro nos boletins de voto, e que deverá ter lugar daqui a duas semanas.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ai-Da, a robô artista, foi detida no Egito antes da sua mais recente exposição

Ai-Da, a primeira robô artista ultrarrealista do mundo, foi detida pelas autoridades egípcias na alfândega por "questões de segurança". De acordo com o jornal The Guardian, está previsto que Ai-Da apresente o seu último trabalho na …

Albertina Museum, em Viena, na Áustria

Cansados de ver posts removidos por nudez, museus de Viena aderiram ao OnlyFans

Cansados de ver as obras de arte que partilhavam nas redes sociais removidas por serem demasiado "explícitas", vários museus austríacos decidiram abrir uma conta na plataforma mais liberal OnlyFans. No passado, tanto o Conselho de Turismo …

O pior desastre nuclear da história dos EUA pode ter sido fruto de uma brincadeira

O SL-1 era um reator nuclear experimental de baixa potência, localizado no Idaho, nos EUA, que tinha como objetivo fornecer energia a pequenas instalações militares remotas no início dos anos 1960. O reator acabou por ficar …

PJ deteve quarto suspeito da morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, ao final da tarde desta quinta-feira, um quarto suspeito da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Durante a tarde de hoje, em conferência …

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, a ministra da Cultura, Graça Fonseca, e a ministra da Saúde, Marta Temido

Saúde, Trabalho e Cultura. As medidas aprovadas pelo Governo para facilitar a negociação do OE

Novo Estatuto do Serviço Nacional de Saúde, Agenda do Trabalho Digno e a versão final do Estatuto dos Profissionais da Cultura foram os grandes destaques da conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta …

Banido do Facebook, Donald Trump aposta na criação da sua própria rede social

Nova rede social deverá estar disponível a partir do início do próximo ano e é uma resposta do antigo presidente às empresas que o decidiram banir. O antigo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump anunciou o …

Um cigarro aceso

"Fumar mata." Deputados britânicos querem que o aviso seja impresso em cada cigarro

Para desencorajar os fumadores, os deputados britânicos querem imprimir o slogan "Fumar mata" em cada cigarro de um maço de tabaco. Deputados britânicos apresentaram, no Parlamento, uma emenda à Lei de Saúde e Cuidados de Saúde …

Ludogorets 0-1 Braga | Horta bracarense dá frutos cedo

O Sporting de Braga conseguiu um importante triunfo por 1-0 na deslocação ao terreno do Ludogorets, no Grupo F da Liga Europa. A formação lusa não quis perder tempo e marcou logo aos sete minutos, por …

PJ admite mais pessoas envolvidas na morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu, esta quinta-feira, que estejam mais pessoas envolvidas na morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Os dados foram avançados esta tarde, em conferência de …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo continua a "desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o OE passar"

O Presidente da República afirmou, esta quinta-feira, que continua "a desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o Orçamento passar" e considerou que os próximos dias, com reuniões partidárias até ao fim-de-semana, "são …