Coletes Amarelos: novo sábado de violência em Paris

Yoan Valat / EPA

Mobilizados há mais de cinco meses, os “coletes amarelos” voltaram este sábado às ruas para o seu “acto XXIII” marcado por uma nova escalada da tensão entre manifestantes e forças de autoridade.

Tiros de gás lacrimogéneo, lojas e mobiliário urbano danificado. O 23° sábado consecutivo de manifestações dos “coletes amarelos”, mobilizados desde há cinco meses em França, foi marcado por novo aumento da violência em Paris. Na próxima quinta-feira, Emmanuel Macron deverá anunciar as tão esperadas respostas à crise.

A fechar uma semana marcada pelo incêndio que devastou Notre-Dame, que levou o presidente francês a anular o anúncio das reformas prometidas saídas do Grande Debate Nacional, este novo sábado de protesto foi anunciado como um “ultimato” ao chefe de Estado.

Segundo dados do Ministério do Interior, 27.900 pessoas manifestaram-se em toda a França, das quais 9.000 em Paris, números que mostram um decréscimo da mobilização a nível nacional. Todavia, na capital o número de manifestantes quase duplicou.

Os coletes amarelos contestam os dados do Ministério do Interior e falam em 100.000 manifestantes em todo o país.

Nas ruas desde Novembro, os “coletes amarelos” reivindicam o aumento do poder de compra, mais justiça social e mais democracia. O protesto deste sábado ocorre num contexto de críticas aos milhões arrecadados para a reconstrução da Catedral de Paris e ausência de respostas para as reivindicações do movimento.

Os primeiros confrontos deste sábado aconteceram na Praça da Bastilha, estendendo-se depois à Praça da República. Várias motas foram incendiadas e, aos polícias, os manifestantes gritaram repetidamente “suicidem-se”, numa alusão à vaga de suicídios, sem precedentes, que desde o início do ano assola a corporação.

De acordo com as autoridades, até ao momento, foram detidas para interrogatório 227 pessoas, e a polícia realizou mais de 20 mil controlos preventivos em Paris.

// RFI

PARTILHAR

RESPONDER

Pescador encontra destroços de navio que terá naufragado há mais de 200 anos

Arqueólogos mexicanos localizaram os destroços de um navio na costa do estado de Quintana Roo, no México, e acreditam que o mesmo terá naufragado há mais de 200 anos. De acordo com a BBC, o naufrágio …

Bloco apoia travão ao desconfinamento na região de Lisboa

O Bloco de Esquerda apoiou o adiamento do levantamento de restrições impostas pela pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo, destacando que é importante aumentar a vigilância nas empresas de construção e trabalho …

Descoberto "cemitério" de mamutes nos arredores da Cidade do México

Investigadores descobriram um "cemitério" com cerca de 60 mamutes nos arredores da Cidade do México, avança o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do país. De acordo com o site Live Science, a descoberta aconteceu, …

David Luiz confirma rumores. Regresso "vai acontecer se o presidente permitir e os adeptos quiserem"

David Luiz confirmou este sábado os rumores que davam conta que o Benfica e o jogador estavam a negociar um eventual regresso do brasileiro à Luz. Em entrevista ao desportivo Record, David Luiz confirmou a …

Cães treinados para proteger animais selvagens salvam 45 rinocerontes

Há inúmeras razões que explicam o motivo pelo qual os cães são conhecidos como o melhor amigo do Homem. Além de leais e inteligentes, dão sempre o corpo às balas, mesmo nos piores momentos. Quarenta e …

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …

Balneários proibidos e 3 metros de distância. As regras da DGS para a prática de exercício físico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda uma distância mínima de três metros entre pessoas que pratiquem exercício físico, no âmbito das medidas de prevenção da pandemia de covid-19. A orientação, intitulada “Procedimentos de Prevenção e Controlo …

Astronautas da NASA já se preparam para voo histórico a bordo do foguetão da Space X

Dois astronautas da NASA já estão a equipar-se para o lançamento histórico de um foguetão concebido e construído pela empresa SpaceX, de Elon Musk, apesar de as previsões meteorológicas indicarem mais tempestades. Com o voo já …