Notre-Dame ergue-se das cinzas com uma “enxurrada” de doações à escala mundial

Christophe Petit Tesson / EPA

As doações para reconstruir Notre-Dame estão a multiplicar-se. Mesmo sem uma avaliação completa dos estragos e custos de reconstrução, já foram arrecadados mais de 600 milhões de euros para erguer das cinzas a Catedral parisiense. Emmanuel Macron aponta reconstrução de Notre-Dame em cinco anos.

Bettencourt-Meyers, Bernard Arnault e François-Henri Pinault são três das famílias mais ricas de França e do mundo que já anunciaram doações que ascendem aos 500 milhões de euros para a restauração da Catedral de Notre-Dame, em Paris, danificada por um incêndio que deflagrou durante a tarde de segunda-feira e a madrugada de terça-feira.

No entanto, o montante total das doações é superior a 600 milhões de euros. A companhia petrolífera francesa Total anunciou que iria disponibilizar 100 milhões de euros para a recuperação de Notre-Dame, um “donativo especial”, como descreveu Patrick Pouyanné, o presidente e diretor executivo da empresa.

A família herdeira do império L’Oréal, Betterncourt-Meyers, anunciou a doação de um total de 200 milhões de euros para a recuperação da Catedral e, do total doado, 100 milhões virão da Fundação Bettencourt Schueller – uma instituição dedicada ao mecenato na área das ciências da vida, cultura e solidariedade.

Por sua vez, também Bernard Arnault, dono do grupo LVMH (detentor da marca de luxo Louis Vuitton e Dior) e um dos homens mais ricos do país ofereceu 200 milhões para a reconstrução. O bilionário e a sua família afirmam-se “solidários com esta tragédia nacional” e dispostos a ajudar “na reconstrução desta Catedral extraordinária, um símbolo de França, da sua herança e da sua unidade”, cita a Associated Press.

François-Henri Pinault, diretor executivo do grupo Artémis (detentor da Kering, conglomerado de marcas de luxo como Gucci, Yves Saint Laurent e Balenciaga), e o pai, François Pinault, mecenas francês, tornaram também conhecida a sua doação de 100 milhões de euros na madrugada desta terça-feira.

Num comunicado assinado por François-Henri Pinault, lê-se que “esta tragédia tem impacto em todos os franceses” e que “toda a gente quer repor a vida desta jóia da nossa herança o mais depressa possível”.

Aos donativos destas famílias juntam-se ainda outros de menor monta, como as doações de Martin e Olivier Bouygues, herdeiros do grupo industrial com o mesmo apelido, que ofereceram dez milhões de euros através da holding SCDM.

A Câmara de Paris, através da presidente Anne Hidalgo, anunciou uma contribuição de 50 milhões de euros, com a autarca a avançar com outra medida. “Vou propor ao Presidente que organizemos juntos, nas próximas semanas, uma grande conferência internacional dos doadores com o objetivo de conseguir os fundos necessários para a restauração”, afirmou.

Do estrangeiro, o primeiro donativo chegou pelas mãos de Henry Kravis, co-fundador do fundo de investimento KKR, e da mulher Marie-Josée Kravis. Doaram 10 milhões de dólares, cerca de 8,85 milhões de euros.

A região de Île-de-France anunciou que também vai desbloquear dez milhões de euros para “ajudar a arquidiocese nos primeiros trabalhos” de reconstrução. Valérie Pécresse, presidente da região, anunciou esta terça-feira que a reconstrução, “obviamente muito cara, vai mobilizar todo um país, os melhores arquitetos, os melhores artesãos de França, talvez do mundo; vamos começá-la já”.

Nathalie Boy, presidente da Liga Francesa de Futebol (LFF), mobilizou-se também a favor desta causa, afirmando esta terça-feira que o futebol gaulês vai ajudar financeiramente na reconstrução, sem avançar um montante específico.

A população francesa também está solidária tendo-se mobilizado para recolher fundos para a reconstrução da Catedral de Notre-Dame.

Ainda assim, nem todas as doações são em dinheiro. Exemplo disso é a seguradora Groupama que anunciou que vai oferecer 1300 carvalhos, vindos das suas florestas na Normandia para a reconstrução da estrutura que sustentava o telhado da Catedral, respeitando “o trabalho dos companheiros da época”, lê-se num comunicado.

A Catedral de Notre-Dame é Património Mundial da UNESCO desde 1991. Assim sendo, segundo avança a BBC, a instituição das Nações Unidas também já se mostrou disponível para apoiar as obras de reconstrução. Todavia, ainda não se sabe se esta ajuda será monetária ou não.

Macron promete reconstruir Notre-Dame em 5 anos

O Presidente francês, Emmanuel Macron, fez uma declaração ao país a partir do palácio do Eliseu. No rescaldo do incêndio que afetou a Catedral de Notre-Dame, o líder voltou a frisar a união necessária para a reconstrução e disse ser possível ter o monumento pronto em cinco anos.

Com início marcado para as 20 horas locais (19 horas em Lisboa), Macron dirigiu-se ao povo francês, começando por, tal como tinha feito ontem à noite, agradecer o trabalho dos bombeiros que conseguiram “derrotar” o fogo que deflagrou na Catedral de Notre-Dame ao “tomar os mais extremos riscos”.

“O que vimos foi esta capacidade para nos mobilizarmos, para nos unirmos para vencer”, disse o chefe de estado, lembrando que o povo francês construiu “cidades, portos, igrejas” ao longo da sua história, sendo que “muitos arderam, foram destruídos”, mas que “de todas as vezes, foram reconstruidos”.

O fogo de Notre-Dame lembra-nos que a nossa história nunca pára“, declarou.

Macron lembrou o grande número de doações que foram feitas nas últimas 24 horas, evocando o papel dos “ricos e dos menos ricos” ao dar dinheiro para ajudar à recuperação do monumento. “Cada um deu o que pôde, cada um no seu lugar, cada um com o seu papel.”

Foi devido a este apoio que, segundo o chefe de estado, será possível reconstruir uma Notre-Dame “mais bela”, revelando a vontade de que esta seja recuperada no espaço de “cinco anos“.

“Depende de nós encontrar a linha do nosso projeto nacional, aquele que nos fez, que nos une: um projeto humano, apaixonadamente francês”, disse o Presidente, antes de agradecer aos franceses e aos “estrangeiros que amam a França e Paris”, dizendo partilhar “a sua dor, mas também a sua esperança”.

Esta meta de cinco anos surge em desacordo com as perspetivas dos especialistas, que estendem o prazo de recuperação da Catedral para 10 a 15 anos. Um deles, Frédéric Létoffé, rejeitou as previsões a curto prazo, lembrando que antes do restauro vai ser necessário assegurar o que sobreviveu ao fogo e que isso passa, por exemplo, por criar condições para proteger o monumento dos elementos, como a chuva e o vento.

O incêndio na Catedral de Notre-Dame foi extinto ao fim de 14 horas de combate às chamas por parte dos bombeiros de Paris. O fogo consumiu toda a estrutura do teto e levou, inclusive, à queda do pináculo da catedral, mas poupou as torres do campanário norte e grande parte do espólio artístico que continha.

Os serviços de emergência estão atualmente “a examinar o movimento das estruturas e a extinguir os focos residuais”, procurando confirmar se as paredes em pedra aguentaram o calor e se a estrutura se mantém estável.

Este incêndio levou Macron a adiar a comunicação que faria esta segunda-feira à tarde com um pacote de medidas em relação às reivindicações dos coletes amarelos, fruto de uma digressão que fez pelo território francês a recolher sugestões por parte da população, naquilo que definiu como o ‘Grande Debate’ do país.

O presidente, contudo, voltou a não fazer referências a esta comunicação, dizendo que “o tempo ainda não chegou”, mas prometendo “voltar nos próximos dias para que possamos agir coletivamente como parte do nosso grande debate”.

A agência France-Presse, no entanto, já obteve um rascunho do discurso, no qual constam medidas como uma redução dos impostos da classe média e eliminação de alguns incentivos fiscais. No discurso, Macron também se compromete a estudar novamente o Imposto sobre Fortunas (ISF), cuja eliminação foi muito criticada.

LM, ZAP // Lusa

PARTILHAR

38 COMENTÁRIOS

  1. Tanta gente que morreu e morre por desastres naturais,por fome .Tomemos por exemplo Moçambique.É triste quando bens materiais são mais importantes que vidas humanas.600milhões ?!Ridiculo e triste…!!!

    • Quer comparar o incomparável? Que tristeza! Moçambique foi e está a ser ajudado, o que mandar lá mais do que os moçambicanos? Alguém lhes recusou ajuda? Que eu saiba ninguém saiu de Moçambique para ira apagar o fogo, ou irá algo de Moçambique para a recuperação do monumento!!! E incomoda-o a recuperação do monumento? O dinheiro e o trabalho vão ser seus? Olhe eu se puder irei contribuir, tal como o fiz para ajudar os moçambicanos com o pouco que posso – e fi-lo, por que vi ao contrário de outros lados os moçambicanos a trabalharem no duro para recuperar as suas vidas, o que para mim foi admirável – aposto que nisso o senhor não reparou! Já agora, você fez algumas das coisas ou só veio destilar inveja? Como pode haver gente tão mesquinha e pequenina.

  2. …Moçambique (e outros lugares) está a ser ajudado mas, infelizmente, as doações estão a ser mal encaminhadas, “perdem-se pelo caminho”… Se não fosse isto, em nenhum lugar do Mundo haveria pessoas a morrerem de fome, de doenças e desabrigados…

  3. Tristeza, quando à dinheiro para isto, mas para matar a fome a milhares de crianças ninguém se disponibiliza.
    Só mesmo os Franceses. É o mundo que temos e vamos continuar a ter.

    • A senhora quer o quê? A culpa das mortes por fome é dos franceses? Quer mandar na terra e no dinheiro dos outros? Estes têm que pagar o desleixo e a incúria dos outros? Não podem recuperar os seus monumentos e o seu legado histórico, que por sinal são também símbolos de tida a Europa? essa é boa! É triste ver gente morrer à fome, mas curiosamente, muitos morrem em lugares de fartura e são oprimidos pelos seus próprios dirigentes! É mais triste ver gente a aproveitar uma desgraça para dar uma de boazinha, hipócrita, isso é que é triste.

  4. Tanta hipocrisia!
    Tanta desgraça e fome pelo mundo fora e a humanidade assobia para o lado…
    Mas afinal a França nao é laica?
    Se é laica porque se poe em bicos de pés para euguer um monumento catolico?
    Se o monumento é católoco e se o vaticano tem pipas de massa, porque nao é o clero a erguer a catedral?
    Se o vaticano tem carradas de garganhol para erguer a catedral, porque nao mata a fome e a doença aos mais desfavorecidos e necessitados?
    O clero nao terá medo do julgamento final? … e se o vaticano for para o inferno?

    • Ò minha senhora gente como você tira qualquer santo do sério! Então a catedral é símbolo SÓ da Igreja Católica? Não sabe, não sabe de certeza, que o ponto “0” do nascimento de Paris está ali demarcado? O facto de ter 800 anos e ser emblema da França não lhe diz nada? Deixe de ver tantas telenovelas e cultive-se!

      • O cavalheiro deve ser pertencer ao clero nao? Ou será o santo a que se refere?
        Se se acha assim tao erudito, porque nao responde as perguntas que coloquei?
        Tenha juizo e vá rezar!

        • Minha senhora não pertenço ao clero e nem sequer sou religioso! Sou agnóstico veja lá a sua capacidade em “acertar”! Não rezo e nem acredito em dogmas mas na ciência e no conhecimento. Quanto às perguntas não espere pela demora.

          • Se nao é parece, e muito.
            “Nao vou esperar pela demora” e nem lhe vou alimentar o ego. Continuar a comunicar consigo nao é agradavel e nao me sentiria bem a usurpar o seu tempo porque lhe fará muita falta para angariar fundos para recuperar os santinhos da catedral. Certamente fica mais feliz com isso do que matar a fome a quem a tem.

            • Felizmente aqui posso retirar alguns “filtros”. Minha senhora, quero lá saber o que quer ou não alimentar! Se leu os meus comentários, teria visto que assumi já ter participado e contribuído para gente necessitada, até lhe posso dizer desde quando me vem esta “tendência”, desde o terramoto nos Açores de 1980, era eu ainda um jovem, participei na chamada “Operação Pirâmide” para ajudar as pessoas afectadas, um evento que muitos hoje já esqueceram – e, caso não saiba deu-se ajuda às pessoas e reconstruiu-se património! E esta hein? Francamente, não vejo alguma comparação entre um caso e outro, faz-me imensa confusão como pode ter o descaramento em misturar alhos com bugalhos!! Já vi que para si dizer que vai de comer ao “pobre” é chique e popularucho, mas deve ignorar o desgraçado ao fundo da rua! Eu irei contribuir com muito gosto para recuperação deste património da Humanidade, que tive a felicidade de visitar inúmeras vezes.

      • Ignorante é o cavalheiro que vomita faladura como se estivesse a pregar um sermao.
        Diga algo de concreto relativamente á reaccao da sociedade perante os bens materiais e perante a humanidade.
        Ignorante é quem desconhece o mal que a igreja tem feito á humanidade.
        Ignorante é aquele que nao reconhece que a igreja estigmatisa cinquenta por cento do seus proprios cordeiros – as mulheres.
        Vá buscar o catecismo ao baú e puxe pelos neurónios ou instrua-se porque demonstra que se alguma vez leu sobre historia da humanidade, certamente foi só na biblia.
        Acorde e tente acompanhar o comboio da evolucao que passou no seu apeadeiro ha muito tempo.
        Evolua senhor e depois “bote faladura”

        • O que eu digo está muito longe de um sermão, mas sim muito mais próximo de um desabafo ao ler tanta lamechice de hipócritas de serviço, está de facto distante da “bimbalhice” que aqui se lê! Já vi que não teve a capacidade em distinguir sobre o que critico e o que defendo. Sou Historiador, com obra publicada, por essa razão, a senhora vai meter-se certamente em apuros caso não o seja também e, se o for, estarei para debater consigo os princípios e conceitos numa autêntica mistura que aqui advoga, não saba sequer separar as ideias e pior fundamentar! Não disse nada um vazio autêntico. Garanto-lhe que farto de classificar pessoas estou eu. Há mesas redondas e conferências todas as semanas na Universidade de Lisboa, podemos nos encontrar numa delas e dirimir estes argumentos com gente bastante qualificada não só a nível nacional como Internacional! É que mentiras e baboseiras está a História cheia! Uma das quais o da Idade Média ter sido uma época de obscurantismo e falta de conhecimento – não há nada que me tire mais do sério do que ler baboseiras dessas- poucos sabem que a verdadeira Idade das Trevas chama-se em História ao momento na História clássica quando cai a civilização micénica e não a Idade Média, quase 2.000 anos depois. Este termo é usado erradamente e4 abusivamente pelos ingleses e anglo-saxões em geral para classificar SUA própria Idade Média, visto que têm poucos documentos sobre a mesma – mas não faltam lendas sobre a História inglesa, ainda hoje se estuda o rei Artur a sua ida para Avalon, como se tivesse sido um facto provado! Já lhe ensinei mais alguma coisa. Qual o “mal” que a Igreja tem feito à Humanidade! Minha senhora essa é de bradar aos céus! A igreja foi sempre fruto tempos e da obra dos homens, e não me venha falar da Inquisição por que, certamente ao contrário de mim, a senhora jamais deve ter pegado num processo da dita instituição, nem certamente deverá conhecer como decorriam esses processos – só lhe digo mais há processos na Torre do Tombo cujos investigadores, ainda hoje, que se recusam a tocar-lhes, por que alguns ainda contém anexos as provas dos crimes! Como pessoas como a senhora nunca perdeu um segundo a comparar o que faziam os homens noutras regiões onde não havia Igreja católica! O morreram milhões por questões religiosas e nem um era cristão ou sequer tinha algo a ver com a religião católica em particular! Mas cospe para o ar como todos os ignorantes! A igreja estigmatiza 50% dos seus seguidores? Obriga alguém a seguir os seus preceitos? Não é uma religião com os seus ritos, preceitos e dogmas? Ou julga que a Instituição é algum “jardim-escola”? Acha que mais alguém pode substituir o papel da mulher à luz da Igreja? Então anda a gozar com as pessoas ou vê mal. Eu como não gosto de ritos nem ordens, não sigo religião alguma pois para mim é uma invenção mental do Homem realizada há 14.000 anos! Olhe, fale assim de outras religiões, por sinal uma dessas, estudei a sua História muito bem em tempos e sobre essa garanto que pouco ou nada evoluiu, nem gasta fortunas no mundo a acudir os mais necessitados sem olhar a cor, credo, raça ou fortuna (não, não falo de dinheiro). Dizem que o Vaticano é muito rico, mas “esquecem” que essa riqueza é na sua maioria artística e conta com um orçamento quase igual ao de Portugal, ajuda milhões pelo mundo fora, verdade seja dita, pois irrita ouvir os ignorantes cuspir disparates a todo o momento. E uma vez mais dá um tiro no pé, sou especialista em História Moderna e Contemporânea, apesar de amar a Pré-clássica, clássica e Medieval, aliás adoro História nem a estudo com estas classificações! Portanto não me fale em História da Humanidade que eu posso começar de imediato a falar sobre o que se sabe desde os pré-humanos e as suas variantes e raças! E gostaria que me explicasse o que entende por evolução? Diga-me lá a mim, que como Historiador, entendo que a História nunca se repete, e passei mais de metade da minha vida a estudar a evolução das instituições. Explique-me lá isso. Explique fundamentadamente e depois “bote faladura”!

          • “O morreram milhões por questões religiosas e nem um era cristão ou sequer tinha algo a ver com a religião católica em particular!”
            “Dizem que o Vaticano é muito rico, mas “esquecem” que essa riqueza é na sua maioria artística e conta com um orçamento quase igual ao de Portugal, ajuda milhões pelo mundo fora, verdade seja dita,”
            Estas são para rir, só pode!…
            E isto, vindo de um “historiador com obra publicada”, é bem mais grave…
            Então Inquisição foi para quem cometeu crimes?!
            Mas, quem é que classificou determinados actos como crime?
            Pois…
            Como é que sabe o “orçamento” REAL do Vaticano, se a maioria do dinheiro que recebem as igrejas de todo o mundo nem sequer é contabilizado/declarado?!
            Quantos milhões passam pela diocese de Braga ou de Fátima todos os anos?!
            Com quanto terá contribuído o Vaticano para Moçambique, para os incêndios de Pedrogão, etc, etc?!
            Exacto, foi com o mesmo valor de sempre: ZERO!!
            Já reparamos que gosta de branquear os crimes da igreja católica/Vaticano, mas não exagere…
            Se o melhor argumento é a comparação com outras religiões que serão piores, está tudo dito!…
            A Igreja vive e sempre viveu da ignorância e do obscurantismo – isto enquanto os seus membros vivem à grande e à francesa!!
            E não é preciso ser-se historiador para se perceber isso – basta observar!

        • É apenas a constatação da realidade pura e dura.
          Só quem tem o raciocínio toldado pelas religiões é que não consegue constar o óbvio!!
          Pior é ver alguém que se considera historiador, achar que o Vaticano ajuda ou quer saber de alguém, que não os seus próprios membros!…

  5. Hipocrisia da própria igreja
    Tem que se reconstruir a catedral rapidamente porque tem que se ajudar as vitimas de moçambique, Síria e etc, rezado-se muito. Até parece que é essa ajuda que é necessária para esses países. Cambada de hipócritas, políticos, chefes religiosos e os pobres de espírito que por terem dinheiro podem fazer o que bem entendem!

    • Não há palavras para descrever ignorantes como vocês que vos leio por aqui. É de bradar aos céus ver tanta gente tão limitada na realização de operações cognitivas! Gente assim, é um desastre maior que o de Moçambique ou do incêndio da catedral!

  6. Os pobres que trabalhem, e os socialistas/comunistas aqui que acolham um miserável em casa se são tão benevolentes. Apanhem um avião e levem salsichas aos pobres, seus inúteis. Só sabem falar mal dos outros que estão a organizar A CASA DELES. Emigrem que é a sina do tugazinho, que não trabalha para o estado. É só parasitas neste paízinho.

    • Ora nem mais! Confundem tudo para dizer mal! Moçambique está a ser ajudado à medida do possível, sem contar com certos “desvios”, muita gente inclusive eu contribuiu com o que pôde! MAS, também quero contribuir no que puder para voltar a dar a dignidade devida a este património da Humanidade e pricipalmente da França e da Europa! É um momumento que comprova o nosso legado histórico. Só um mesquinho procura fazer confusões de conceitos e prioridades! Há gente que vive alimentada a ácido!

  7. Alguém escreveu:“Toda a cultura da catedral – que significa não apenas a parte religiosa, enquanto sede episcopal, mas também como centro da cidade que se desenvolve à sua volta, a catedral estava na Idade Média no centro da cidade -, é uma grande metáfora daquilo que é a civilização europeia”. Esta Catedral, como outros edifícios da Igreja, são Património nacional ou mundial.

    • Paris nasceu naquele lugar! É uma monumento importantíssimo não só para a França como para a Europa! O que seria se tal acontecesse com os nossos monumentos mais importantes? Então o legado de gerações não tem valor? Admira-me ler tantos hipócritas farem comparações imbecis como é hábito nestas alturas, como se mais atenção ao Moçambique ou outras regiões onde há desastre naturais fizesse regressar à vida os mortos! Que gente inqualificável.

    • Ainda bem que há gente como a senhora, que sabe distinguir uns factos dos outros e não faz apelo à lágrima das “sopeiras telenovelistas” de serviço. É claro que gente dessa, os “come e dorme”, jamais conseguiriam chegar aí! Desculpe-me a frontalidade, mas esta gente deve ser desmentida e exposta a sua hipocrisia latente. Usam sempre a mesma conversa e apelam sempre ao mesmo criando paradoxos e andam em busca de aprovação usando as técnicas das emoções mais básicas. É isto, o dito “cidadão médio”? Que triste.

  8. Vai ser bom para o turismo. Quem já viu a velha vai querer ir lá ver a nova e quem não viu nenhuma também vai querer ver. Paris fica sempre a ganhar. Quanto aos famintos no mundo muita da culpa são as guerras internas e não a falta de ajuda externa.

  9. José! Não desespere! Há aqui mais alguém que está 100 % de acordo consigo. Qualquer pessoa com um mínimo de conhecimento do Mundo que a rodeia, da sua História, da cultura, enfim, da evolução das gentes e das civilizações (para isso basta ter andado na escola, independentemente da qualidade do ensino que recebeu), ficaria desesperado ao ler o basismo de alguns comentários… Gosto muito do meu País, mas há reações de alguns portugueses (neste caso algumas portuguesas) que me fazem pensar se não estarei no sítio errado. São tão primários que me entristecem profundamente. Nas nossas preocupações tem que haver mais qualquer coisa do que apenas “come e dorme” como lembra o José e uns quantos blogs de opinião. Obviamente que o que se passou / passa em Moçambique foi trágico. Contra essa tragédia pessoas e entidades têm dado a sua ajuda. E, não tenham dúvida, trágica vai ser a próxima catástrofe natural (ou de origem humana, como ontem na Madeira) a acontecer não sei quando nem onde (normalmente num outro país com, infelizmente, poucos meios de defesa contra catástrofes naturais). E se acontecesse o mesmo aos Jerónimos? Ou à Torre dos Clérigos? Ou à Batalha?? Também se punham a confundir a urgência em recuperar esses símbolos da nossa história e da nossa identidade com religiosidades supostamente mal intencionadas? Caro José, admiro a sua assertividade e, principalmente, a sua paciência!!

    • Não desespero. Mas ontem perdi a compostura ao ler tanto disparate junto! Esta gente não consegue, é incapaz de pensar, o que me desgosta imenso! As poucas vezes que pensei em sair do país, não foi por alguma necessidade, mas por ver que as mentes deste país são mesquinhas e más. Há muita gente que inveja a camisa do vizinho, vive disso. Gente que não entende que, ajudar pessoas necessitadas não invalida em nada a recuperação de património, haja vontade, não pode de alguma forma falar sem que alguém se erga contra tanto disparate. Mais verifico a maldade implícita que aqui vejo aqui ao associar “apenas” este monumento à Igreja, isso um momento de ouro para alguns, que nada fazem além de destilar ódio! Não sabem eles que o Vaticano tem de facto imensa riqueza patrimonial, mas (esta é a pior palavra da lingua portuguesa) não pode ser transaccionada, e que este micro-estado com um orçamento quase igual do de Portugal auxilia gente em todo o mundo sem olhar a credos, raças ou nacionalidades, é a única religião no mundo a faze-lo! Nem preciso de o provar está à vista de todos, sempre esteve, a verdade é para se dizer. Agora confundirem património que é da Igreja mas também da Humanidade e pretender ver esse património herança dos nossos antepassados, o nosso legado cultural e civilizacional como europeus que todos somos e, já com 800 anos no chão, é de bradar aos céus, só prova como é deficiente a formação desta gente.

      • “Não sabem eles que o Vaticano tem de facto imensa riqueza patrimonial, mas (esta é a pior palavra da lingua portuguesa) não pode ser transaccionada, e que este micro-estado com um orçamento quase igual do de Portugal auxilia gente em todo o mundo sem olhar a credos, raças ou nacionalidades, é a única religião no mundo a faze-lo! ”
        Continuas a fabular!!
        Quando e onde é que Vaticano ajudou alguém?
        Nunca vi – antes pelo contrário; estão sempre à espera de ser “ajudados” – basta olhar para o exemplo de Fátima, Lourdes, etc, etc!!
        Como é que o Vaticano (o tal micro-Estado) é maior proprietário de terrenos e de edifícios do mundo?!
        Pois… não foi por milagre ou oferta divina!…
        .
        Estou perfeitamente de acordo com a reconstrução de Notre-Dame (estranho é que os mesmos que não querem pagar impostos tenham sido os primeiros a oferecer milhões!) mas daí até se achar que a Igreja/Vaticano faz ou sequer é alguma coisa boa para a humanidade, vai uma enorme distância!

      • Felizmente isto é um país livre. Onde as pessoas podem dizer o que lhes der no goto. No caso de uns, à medida do seu interesse pelo mundo que as rodeia, dos seus conhecimentos e da sua humanidade; no caso de outros, à medida das suas limitações, da sua ignorância ou das suas frustações.

      • Caro José historiador,
        Tal como escrevi nao vou alimentar o seu ego principalmente agora que se poe em bicos de pés com os galoes de historiador nos ombros.
        Eu opinei e opino fora do contexto profissional e prefiro deixa-lo na curiosidade quanto a minha formaçao. Já agora… era o que faltava, ter de me fazer chefe de cozinha para apreciar um bom cozido á portuguesa ou opinar sobre o seu paladar… Fantástica a sua narrativa!
        Portanto eu manifestei a minha opiniao enquanto ser humano e o cavalheiro despiu o “manto de clérigo” e agora vestiu o “sobretudo de historiador”.
        Pois bem, deixo-lhe uma pergunta para meditar:
        Quantas vezes já foi reconstruida a dita catedral? Veio algum mal ao mundo?
        Entao para si faz sentido que um pais nao atenda nem acuda as justas reivindicacao dos coletes amarelos de melhorar a vida das pessoas, e agora já o tem para edificar o monumento em 5 anos?
        O que lhe ensinou o seu prof de historia sobre esta dualidade?
        Certamente nao o ensinou a valorizar mais o material do que o humano…
        O Homem tem a capacidade de contruir e reconstruir monumentos.
        Conhece algum monumento que tenha parido Homens?
        Fique bem José e pondere

  10. Tanto Blá Blá, gostaria de saber se o Vaticano também contribui (como já é habito ??) ou se ainda vai lucrar com este acidente.

RESPONDER

Friends: regresso da série está em negociações

De acordo com o The Hollywood Reporter, encontram-se a decorrer negociações que podem levar a uma reunião da série intemporal Friends. Este retorno seria um trunfo exclusivo da plataforma HBO Max, que ainda não foi …

NASA rebatiza Ultima Thule. Antigo nome foi associado ao nazismo

O nome do Ultima Thule deu polémica e a NASA decidiu mudá-lo. A controvérsia surgiu pelo nome dado inicialmente ao mundo gelado do Cinturão de Kuiper estar vinculado à ideologia nazi. O anúncio foi feito esta …

Vídeo mostra orcas a perseguirem tubarões-brancos na África do Sul

O tubarão-branco é visto como o maior predador dos oceanos. Mas um novo vídeo mostra que nem este animal está assim tão seguro, sendo na verdade uma presa para outras espécies. De acordo com o Science …

Descoberta a primeira vespa polinizadora da época dos dinossauros

Uma equipa de cientistas encontrou a primeira vespa polinizadora (prosphex anthophilos), que conviveu com dinossauros há cerca de 100 milhões de anos. O animal foi encontrado num fragmento de resina fossilizada em Mianmar, na Birmânia, segundo …

China está a vender drones assassinos ao Médio Oriente

A China está a vender drones capazes de matar automaticamente, sem necessidade de controlo humano. Os seus principais clientes serão a Arábia Saudita e o Paquistão. Segundo o site Defense One, uma empresa chamada Ziyan está …

Aumento da temperatura pode vir a matar 1,5 milhões de indianos por ano

Se as emissões globais de gases de efeito de estufa não forem interrompidas, cerca de 1,5 milhões de indianos podem vir a morrer anualmente até 2100 devido ao aumento das temperaturas. Os números contam de …

O vencedor do Tour de France, Egan Bernal, pode ter beneficiado de uma vantagem genética

O ponto de viragem da Tour de France deste verão ocorreu no alto de uma montanha nos Alpes franceses. Foi o resultado de anos de treinamento e, de acordo com um estudo divulgado na segunda-feira, …

Mina Chang utilizou uma capa falsa da Time no CV e conseguiu chegar ao Governo de Trump

Mina Chang, vice-secretária adjunta do Gabinete de Operações de Conflitos e Estabilização do Departamento de Estado dos Estados Unidos, mentiu no seu currículo para conseguir alcançar um lugar no Governo de Donald Trump. De acordo com …

Jovem norueguesa controla 450 perfis no Instagram para tentar evitar suicídios

Uma norueguesa de 22 controla 450 perfis privados no Instagram para tentar evitar suicídios, conta a emissora britânica BBC, revelando ainda que a jovem recebeu já o apelido de "salva-vidas" devido ao trabalho que leva …

Espanha vai tentar exumar 31 corpos que se encontram no Vale dos Caídos

As autoridades espanholas vão tentar exumar 31 dos milhares de corpos de pessoas enterradas no Vale dos Caídos, um grande mausoléu onde esteve enterrado o ditador Francisco Franco até ao mês passado. Segundo a agência Associated …