Colapso de barragem no Laos fez pelo menos 26 mortos

Abc Laos News / EPA

Pelo menos 26 pessoas morreram, depois do colapso de uma barragem hidroelétrica em construção no Laos, e receia-se que este número aumente conforme avançam os trabalhos das equipas de resgate que procuram as centenas de desaparecidos.

Oito aldeias da província de Attapeu, no sul do país, ficaram completamente inundadas depois do colapso de uma barragem hidroelétrica em construção de Xepian-Xe Nam Noy, segundo o jornal Vientiane Times.

Um total de 131 pessoas estão dadas como desaparecidas no Laos, após o desmoronamento de uma barragem que submergiu aldeias inteiras, declarou o primeiro-ministro, Thongloun Sisoulith, num primeiro balanço da catástrofe, que terá causado pelo menos 26 mortos.

As autoridades estão a utilizar helicópteros e embarcações para procurar as centenas de pessoas que ainda estão desaparecidas ou resgatar aquelas que estão presas nos telhados e terraços das suas casas, de acordo com o governador do distrito Bounhome Phommasane.

O governador Bounhom Phommasane, do distrito de Sanamxay, em Attapeu, declarou à imprensa que, esta manhã, tinham sido resgatadas 2.851 pessoas, mas ainda estavam cerca de 3.000 à espera de auxílio. Mais de 6.600 pessoas estão desalojadas.

“Um segundo passo para nós será recuperar e identificar os mortos, mas atualmente o prioritário é encontrar os que continuam vivos“, acrescentou o responsável, citado pelo jornal Vientiane Times.

Imagens transmitidas pelos media locais mostram pessoas nos telhados de casas, esperando socorro, enquanto alguns fogem da zona com os bens que puderam salvar das inundações, que atingiram um vasto perímetro. A Cruz Vermelha está a distribuir roupas, alimentos e água potável.

Segundo a AFP, perto de 750 pessoas refugiaram-se num armazém numa província vizinha a dezenas de quilómetros do local do acidente.

Entretanto, aumentam as críticas da população local, que lamenta a falta de informação atempada para conseguirem escapar da inundação, já que as chuvas fortes causaram danos visíveis na estrutura dias antes do seu colapso.

Os governos de Singapura, Tailândia e Coreia do Sul foram os primeiros a oferecer ou enviar assistência.

O serviço meteorológico do país prevê mais chuvas fortes e moderadas nos próximos dias, acompanhadas de fortes ventos na região, o que pode agravar a situação.

A barragem foi construída por uma ‘joint venture’ liderada por empresas sul-coreanas, com parceiros tailandeses e laosianos. A companhia tailandesa Ratchaburi Electricity Generating Holding (RATCH), que participa no projeto de construção da barragem, explicou em comunicado que o colapso aconteceu devido “às continuas chuvas que causaram a entrada de um grande volume de água no reservatório”.

Dezenas de barragens estão atualmente em construção no Laos, que exporta a maior parte da sua energia hidroelétrica para os países vizinhos, incluindo a Tailândia.

Desde há vários anos que as organizações ambientais expressam as suas preocupações sobre as ambições de energia hidroelétrica do Laos, incluindo o impacto das barragens no Mekong, na sua flora e fauna, na população rural e nas economias locais que dela dependem.

A barragem da província de Attapeu, um projeto de mais de 855 milhões de euros, está em construção desde 2013, uma obra da responsabilidade da Xe Pian-Xe Namnoy Power Company (PNPC), uma ‘joint venture’ formada pela Ratchaburi Electricity Generating Holding, a empresa coreana Korea Western Power e da empresa Laot Holding State Enterprise, do Laos.

ZAP // Lusa / EFE

PARTILHAR

RESPONDER

João Félix: o "louco" e o "calvário"

Avançado do Atlético de Madrid só esteve em campo durante 18 minutos, contra o Atlético Bilbau. Simeone defendeu o português. João Félix foi o nome mais comentado após o empate entre Atlético de Madrid e Atlético …

PCP quer limite de quatro dias por semana em teletrabalho

O projeto do PCP propõe limitar o teletrabalho a quatro dias por semana e que as empresas paguem o acréscimo das contas da luz, água, internet e telefone. O PCP quer limitar o regime de teletrabalho …

"The Crown" domina Emmys e "The Handmaid's Tale" é a derrotada da noite

A série da Netflix “The Crown” foi a grande vencedora da 73.ª edição dos Prémios Emmy, levando pela primeira vez a estatueta de Melhor Série Dramática e dominando por completo a categoria na maior noite …

Vacina contra a covid-19 em spray nasal tem vários benefícios - e pode estar para breve

Atualmente, receber uma vacina contra a contra a covid-19 é sinónimo de levar uma injeção no braço. Contudo, esta realidade pode mudar, já que um novo estudo garante a eficácia de vacinas administradas de forma …

Messi substituído e surpreendido

Jogo contra o Lyon não estava a correr bem para o PSG e o treinador Mauricio Pochettino decidiu colocar Lionel Messi no banco de suplentes. O Paris Saint-Germain "sobreviveu" neste domingo - mas já sem Lionel …

“Este senhor é primeiro-ministro? Não, mas vai ser“. Em tempo de autárquicas, Pedro Nuno faz campanha dupla

Pedro Nuno Santos tem aproveitado a campanha autárquica para prosseguir a sua campanha interna. Um dia será sucessor de António Costa e a ocasião é perfeita para ganhar simpatizantes dentro do próprio partido. Entre sexta e …

Pelo menos oito mortos e seis feridos num tiroteio em universidade na Rússia

Pelo menos oito pessoas morreram e seis outras ficaram feridas após um atirador abrir fogo hoje numa universidade na cidade russa de Perm, segundo o Comité de Investigação da Rússia citado pela agência de notícias …

Vulcão nas Canárias em erupção e destrói casas. Cinzas podem chegar à Madeira

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou este domingo em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. A …

Cientistas queriam estudar a propagação das borboletas, mas criaram uma matriosca de parasitas

Objetivo dos cientistas era perceber, através da introdução da espécie de borboletas Glanville fritillary qual o seu poder de dispersão numa ilha finlandesa. No entanto, acabaram com um retrato alarmante para todos os investigadores que …

Marcelo encontra-se em Nova Iorque com Presidentes das Maldivas e Peru

O Presidente da República tem agendados encontros bilaterais com cinco chefes de Estado, em Nova Iorque, à margem da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), entre os quais os presidentes das Maldivas e …