Cofres do Estado nunca tiveram tanto dinheiro (nem tanta dívida)

partidosocialista / Flickr

O primeiro-ministro, António Costa, com o ministro das Finanças, Mário Centeno

Os cofres do Tesouro, a chamada “almofada de segurança” do Estado, nunca estiveram tão cheios, mas a dívida pública total também nunca foi tão alta e ainda sem acrescentar os custos do Banif. Uma realidade que complica as contas do governo.

O Banco de Portugal anuncia que os cofres do Tesouro, em forma de depósitos e dinheiro, tinham 18.664 milhões de euros, no fim de Novembro de 2015.

Um valor que constitui o “maior de sempre nas séries disponibilizadas pelo banco central, tendo nesse mês aumentado uns expressivos 23% (3.526 milhões de euros) face a Novembro de 2014”, sublinha o Dinheiro Vivo.

Mas em Novembro do ano transacto, a dívida pública subiu dois mil milhões de euros, atingindo os 231,3 mil milhões de euros. Um valor que é também o mais alto de sempre e que não inclui os custos da venda do Banif, concretizada em Dezembro.

“A Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) estima um impacto de três mil milhões de euros na dívida pública”, nota o Diário Económico, concluindo assim, que “os planos do Executivo podem já estar furados”.

António Costa traçou no programa de governo a meta de uma dívida pública de 128,2% do PIB, no final de 2015. Cenário que parece à partida impossível de concretizar, a não ser que a dívida desça em Dezembro, contra todas as previsões.

Como consequência de um cenário de dívida pública mais negativo, haverá “mais juros para pagar, que têm de ser incluídos no Orçamento do Estado para este ano”, destaca ainda o Económico.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Para quando a renegociação da dívida? Os juros, aumentam. O valor da dívida, aumenta e Portugal, afunda-se na mesma medida.
    A presidente do FMI, declarou que a receita aplicada a Portugal, afinal, não tinha sido a mais racional.
    O prémio Nobel da economia, reforçou o mesmo ponto de vista.
    O BCE, assumiu que “as coisas” podiam ter sido feitas de forma mais equilibrada.
    O nosso governo, entretanto, mudou.
    Estão à espera de quê, para avançar com negociações que reponham a verdade dos factos e coloquem Portugal numa situação de dívida possível de pagar, evitando assim, o pagamento de juros ad aeternum?
    Quem quer a bolota, trepa, como dizem os alentejanos!

  2. Caros portugueses só mostra que quem lá estava não podia fazer milagres, agora o pró antonio costa prometeu tudo e não cumpre nada, pão ,electricidade, água etc, e aida quer regoneciar a Tap, aumentam reformas em 60cents por mês que nem dá para os aumentos, quem lá estava tinha muito mais crebelidade, saiam, não venham agora dizer que foi os outros, pois então não se candidatassem

RESPONDER

Inteligência Artificial aprendeu a pintar como Rembrandt

Investigadores ensinaram uma rede neural de Inteligência Artificial a recriar a magnum opus de Rembrandt, à qual lhe faltavam partes da obra original. O cientista Robert Erdmann trabalhou lado a lado com o Rijksmuseum, o museu …

Tempestade de areia "engoliu" cidade na China

Uma forte tempestade de areia "engoliu" a cidade de Dunhuang, no noroeste da China, no passado domingo. De acordo com o South China Morning Post, a forte tempestade de areia, que provocou nuvens de poeira com …

Raíssa faz bolachas com o lema "Fora Bolsonaro". Já se tornaram virais

Uma brasileira começou a fazer bolachas com o lema "Fora Bolsonaro" em jeito de brincadeira, mas agora já vende centenas todos os dias. Aquilo que começou como uma simples brincadeira, acabou por tornar-se viral. A ideia …

Zara, 19 anos, quer ser a mulher mais nova de sempre a voar sozinha à volta do mundo

Uma jovem, de 19 anos, pôs mãos à obra para levar a cabo um "gap year" (o chamado ano sabático) com um propósito muito fora do comum: tornar-se a mulher mais nova de sempre a …

Francês diz ter usado método matemático para ganhar o Euromilhões

O francês, que não quis revelar a sua fórmula à imprensa, ganhou, no dia 11 de junho, 30 milhões de euros com a combinação com a qual jogava há um mês. A história foi contada, esta …

Mais de metade da população portuguesa já tem a vacinação completa

Mais de metade da população residente em Portugal (52%) já tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último relatório semanal …

Campeão olímpico criou problemas no seu país natal

Richard Carapaz, medalha de ouro no ciclismo, foi direto: "O país nunca acreditou em mim". Presidente do Equador, ministro e Comité Olímpico reagiram. Poucos dias depois de ter subido ao pódio final da Volta a França …

Jovens preocupados com fertilidade e efeitos secundários das vacinas contra a covid-19

Com o avanço das campanhas de vacinação, um grande número de pessoas das faixas etárias baixo dos 30 anos mostra-se relutante em tomar a vacina contra a covid-19. Os jovens falam de preocupações com fertilidade …

Dois gestos de Cla(ri)sse que ficam para a memória olímpica

Clarisse Agbégnénou foi campeã olímpica no judo, pela primeira vez - mas a atitude que demonstrou, mal venceu a final, ficará também nos registos. Campeã mundial cinco vezes, mais duas medalhas de prata. Cinco medalhas em …

Sindicatos avançam com ações legais para travar despedimento coletivo na TAP

Os sindicatos que representam os trabalhadores da TAP vão avançar com ações legais para travar o despedimento coletivo que a empresa iniciou na segunda-feira, que abrange 124 profissionais. "Até agora houve conversa, a partir de agora …