Cinco jihadistas portugueses na mira dos serviços secretos franceses

(dr) Sunday Times

Fábio Poças, emigrante português radicalizado em Londres, usa agora o nome de Abdurahman Al Andalus, e diz que "vive na Síria, com 3 mulheres", incluindo uma "noiva jihadista adolescente holandesa"

Fábio Poças, emigrante português radicalizado em Londres, usa agora o nome de Abdurahman Al Andalus, e diz que “vive na Síria, com 3 mulheres”, incluindo uma “noiva jihadista adolescente holandesa”

Os Serviços de Informação de França estão a seguir com particular atenção as movimentações de cinco portugueses que passaram pela Síria, onde terão combatido ao lado do Estado Islâmico.

Estes homens com idades entre os 18 e os 28 anos serão “filhos de famílias emigradas, em geral católicas, e que se radicalizaram por influência de pregadores radicais em fóruns online ou em mesquitas da periferia da capital”, conforme refere o jornal Expresso.

Os jihadistas com raízes portuguesas vivem nos arredores de Paris e são considerados “pessoas de especial interesse” pelas secretas francesas, segundo o mesmo semanário.

Estarão referenciados por manterem ligações com redes de recrutamento, de financiamento e/ou de apoio logístico ao Estado Islâmico.

O Expresso apurou também que, pelos menos dois destes jovens vigiados, terão regressado a Paris nos últimos meses, depois de terem estado na Síria a combater.

Convém, contudo, evidenciar que o número de cidadãos com ligações a Portugal na mira dos serviços secretos franceses pode ser ainda maior por causa da questão da dupla nacionalidade – nesses casos, as autoridades francesas tratam-nos como indivíduos nacionais.

Há cerca de dois meses, as autoridades espanholas detiveram o luso-descendente Fábio Almeida, que se radicalizou em França, onde vivia desde a infância, por fazer parte de uma rede que recrutava mulheres para o Estado Islâmico.

A sua noiva de origem marroquina também foi detida, mas entretanto passou para prisão domiciliária.

Mais um jihadista português morto na Síria

Entretanto, há notícias de que morreu mais um português na Síria, a combater ao lado do Estado Islâmico.

Sadjo Turé, de 35 anos, natural da zona de Sintra, terá sido abatido pelas tropas do governo da Síria.

Este jihadista, o quinto português a morrer em combate com o Estado Islâmico, faz parte do chamado grupo de Leyton, bairro do norte de Londres onde também se radicalizaram Fábio Poças, Celso e Edgar Costa e Sandro ‘Funa’ que estarão na Síria.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Mau!..
    Mas afinal são portugueses ou descendentes de portugueses?
    Essa escumalha, de português tem pouco mais do que nada (tem apenas a ascendência)!!
    São 100% Made in France, por isso são “criação” e problema da França!
    .
    Não existem jihadistas portugueses, já que (até agora) não existe nenhum que se tivesse radicalizado em Portugal!!
    .
    Cuidado com as “misturas” que os media fazem, onde colocam tudo no mesmo saco!…

RESPONDER

Quase 40% dos americanos com dificuldades financeiras. Doar sangue é a sua maior receita

A economia dos Estados Unidos (EUA), considerada uma das maiores do mundo, permitiu avanços sociais e tecnológicos inestimáveis. Contudo, atualmente, cerca de 40% dos norte-americanos afirmam ter dificuldade em pagar por comida, por habitação, por …

"Políticos devem ser colocados contra a parede". Greta pede desculpa

A ativista do clima Greta Thunberg pediu desculpa por ter dito que os políticos devem ser colocados “contra a parede”, após diversas pessoas terem considerado que a jovem estava a defender a violência. A sueca de …

Carnaval belga retirado da lista de Património Imaterial da UNESCO após queixas de antissemitismo

As festas da cidade de Aalst, na Bélgica, foram retirada da lista do Património Imaterial da Humanidade, depois de a UNESCO ter sancionado a presença de carros carnavalescos contendo imagens antissemitas. O presidente da Câmara …

Conselho de Ministros aprova proposta de OE2020 (e foram quase 10 horas de reunião)

O Conselho de Ministros aprovou hoje a proposta de Orçamento do Estado para 2020, dez horas depois de a reunião extraordinária ter começado, anunciou hoje o primeiro-ministro na sua página na rede social Twitter. "O Conselho …

Nova espécie de baleia mostra como este animal evoluiu para conseguir nadar

Cientistas descobriram uma nova espécie de baleia, que existiu há 35 milhões de anos, que pode dar novas pistas sobre como as baleias evoluíram para conseguir nadar. De acordo com a revista Newsweek, os investigadores analisaram …

Casal separado após sobreviver a Auschwitz reencontra-se 72 anos depois em Nova Iorque

Em 1944, David Wisnia e Helen "Zippi" Spitzer eram dois prisioneiros judeus e secretamente namorados que, miraculosamente, conseguiram sobreviver ao campo de concentração nazi Auschwitz, na Polónia. Porém, no final da guerra, foram separados depois de …

Benfica 4-0 Famalicão | Pizzi entrega saco cheio de Natal

O Benfica terminou o seu ano de Liga NOS com mais uma vitória, de novo por 4-0, tal como havia acontecido na anterior partida no Estádio da Luz, ante o Marítimo. Desta vez frente ao …

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …

Mundial de Clubes proíbe demonstrações públicas de afeto

Começou na passada quarta-feira, dia 11 de dezembro, em Doha, capital do Catar, o Mundial de Clubes da FIFA, prova onde estão inseridos clubes como Flamengo e Liverpool. E esta até poderia ser mais uma …