Cientistas simulam o impacto de um asteróide no oceano

Uma equipa de cientistas do Laboratório Nacional Los Alamos, nos EUA, criou simulações que revelam como seriam as consequências reais do impacto de um asteróide num oceano.

Visto que 70% do nosso planeta está coberto por água, caso um asteróide atinja a Terra, as hipóteses de que o impacto seja na água são mais altas do que impacto com terra.

Os especialistas conseguiram analisar uma variedade de cenários com diferentes dados de tamanhos de asteróides e trajetórias. Além disso, também simularam uma situação em que a rocha explodiria acima do nível do mar.

De acordo com os cientistas, se o objeto caísse a 20 quilómetros de qualquer costa, o seu impacto provocaria ondas de ar com uma força semelhante à de um furacão – e poderia causar tsunamis gigantescos. No entanto, a criação de ondas gigantescas dependeria de como a energia cinética do asteróide seria transferida para a água.

Mas não são apenas as pessoas que moram perto do litoral que seriam prejudicadas pelo evento. Os especialistas previram que o impacto de um asteróide com 250 metros de largura poderia vaporizar 250 megatons métricos de água. Esse vapor seria levado para a estratosfera, provocando mudanças drásticas no clima.

O vídeo, realizado pelo laboratório Los Alamos, ganhou o prémio de Melhor Visualização Científica e Análise de Dados no  Conferência Internacional de Supercomputadores, em Chicago, nos EUA.

BZR, ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Eu acho que a ZAP tem um algoritmo de busca de notícias que obriga a que no mínimo uma vez por mês tenha de haver uma notícia sobre os ateroides/meteoritos e o seu efeito de destruição do mundo. Mesmo que todas essas notícias digam sensivelmente a mesma coisa e não sejam de facto “notícias”. Não são notícias porque a) não se refrem a nenhum acontecimento novo e b) não são descoberta científica nenhuma nova.

    Qualquer dona de casa que veja o Canal História/Odisseia/Discovery/National Geographic, ou que leia a Science & Vie ou afins, sabe que se um asteroide atingisse a Terra, teríamos termores de terra, tsunamis, vulcões, chuva de fogo, aumento das temperaturas da atmosfera, posterior isolamento da radiação solar tipo “inverno nuclear”, e lerpava tudo o que mexe. Toda a gente está também careca de saber que não existe tecnologia para desviar um asteriode da rota de impacto e que a NASA anda a tentar desenvolver isso mas ainda não conseguiu.

    Mesmo assim temos uma vez por mês (ou mais) a ZAP a repetir a mesma “notícia” como se fosse alguma descoberta nova. Por ordem cronológica nos últimos 5 meses:

    http://zap.aeiou.pt/a-nasa-vai-lancar-uma-sonda-para-estudar-o-asteroide-da-morte-123308

    http://zap.aeiou.pt/um-asteroide-passou-a-rasar-a-terra-e-so-se-soube-no-ultimo-instante-128343

    http://zap.aeiou.pt/nasa-esa-preparam-ir-ao-espaco-desviar-um-asteroide-138302

    http://zap.aeiou.pt/hawking-avisa-apocalipse-pelo-impacto-um-asteroide-certeza-139226

    http://zap.aeiou.pt/asteroide-poderia-devastar-humanidade-nasa-ainda-nao-sabe-nos-proteger-141816

    Ao que se soma a notícia de hoje… às vezes até parece uma campanha cataclísmica de medo para deixar as pessoas assustadas e de lembrar que o apocalipse pode chegar a todo o momento.

    Ainda poderíamos juntar outra corrente recorrente de notícias que são as do Stephen Hawkings ( e se for ele a falar de asteroides então é garantido). O mundo está cheio de Físicos brilhantes a escrever livros geniais mas, como este sofre infelizmente de uma doença que o tornou tetraplégico, ficou mais célebre e mediático… E até já tem um filme sobre ele. Mas eu posso enumerar aqui dúzias de cientistas tão brilhantes ou mais do que ele, que não são mediatizados nem um décimo.

    • Caro Mikungfu,
      Aparentemente, há muitas donas de casa que não têm História/Odisseia/Discovery/National Geographic e que não sabem ler francês, porque a nossa “notícia mensal sobre asteróides” é invariavelmente uma das mais vistas do dia.
      Provavelmente, se fizéssemos uma notícia diária sobre mortos e feridos ou sobre a última trica do reality show do momento, teríamos ainda mais donas de casa interessadas, e estaríamos mais ricos. Mas provavelmente, mais infelizes.
      Assim, mais ou menos daqui por um mês, se tivermos que voltar a escolher entre dar uma notícia sobre o último caso de polícia ou sobre o mais recente anúncio do fim do mundo por asteróide, provavelmente escolheremos de novo o asteróide.
      Quanto ao Stephen Hawking, sim, até já estamos um pouco cansados da sua opinião, que aparentemente tem sobre os mais variados assuntos. Mas não é por dele falar que deixamos de o fazer acerca do trabalho de muitos outros “físicos brilhantes”.
      Se reparar, o tema “Física“, especificamente, tem algo como 260 notícias. Em 38 meses de vida do ZAP, dá mais ou menos 7 notícias por mês.
      Entretanto, espere que nos perdoe a quantidade de notícias que temos feito, por exemplo, sobre o grafeno. Também lhe achamos piada… e “o nosso algoritmo” deve estar a apanhar mais ou menos uma por mês. Com um pouco de sorte, ainda nos aparece pela frente em janeiro um asteróide de grafeno e fazemos um dois-em-um.

  2. Qm não acredita q Deus volta , não tem fé , mas qm tem fé q ele voltará estará muito bem abençoado e q Deus proteja de todo mal q a de vir neste mundo louco q vivemos . Pois é somente ele nossa salvação q Deus seja louvado por q crê nele .

RESPONDER

"Estamos do seu lado", garante Boris Johnson à opositora bielorrussa

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse esta terça-feira à líder da oposição bielorrussa no exílio, Svetlana Tikhanovskaya, que está “do seu lado” e do da Bielorrússia. Johnson manifestou “o seu forte apoio” a Tikhanovskaya “e ao …

Grupos negativos com "reservas muito em baixo". Federação apela para dádiva de sangue antes das férias

Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue (FEPODABES) apelou esta terça-feira à dádiva de sangue antes de férias e sublinhou a necessidade de sangue dos grupos O-, A- e B -, que têm as reservas …

Multas nas praias. Falta de máscaras e ajuntamentos são as ações mais observadas pela polícia

A época balnear voltou a iniciar-se de uma forma diferente dos outro anos, com regras para os banhistas e donos de concessões. Quem não cumprir está sujeito a multas - o que tem sido uma …

EUA. Pelo menos dois feridos em tiroteio junto ao Pentágono. Edifício está encerrado

Um tiroteio esta terça-feira numa paragem de autocarros e metro junto ao Pentágono, em Arlington, Virgínia, nos Estados Unidos (EUA), causou pelo menos dois feridos. Segundo avançou o Correio da Manhã, imagens do local mostram os …

Ibiza planeia ter "detetives" estrangeiros infiltrados em festas ilegais

Medida tem como objetivo controlar as festas ilegais, promovidas com frequência nas redes sociais e que atraem locais, turistas e trabalhadores sazonais. Perante o número de casos crescente — a incidência está acima dos 1.800 casos …

Jogos Olímpicos: "Não temos naturalizados, não somos o Qatar"

Selecionador da seleção de andebol do Bahrein, que afastou Portugal dos quartos-de-final, lembra que muitos dos jogadores apurados são amadores. Portugal com dois pontos, Bahrein com dois pontos, Japão com dois pontos. Na diferença entre golos …

"Não acredito neste tempo! Não pode ser! Não pode ser!" - recorde mundial incrível em Tóquio

Adam Gemili protagonizou o momento mais dramático da manhã em Tóquio, mas o destaque vai para o incrível recorde mundial nos 400 metros barreiras. "Bem, não acredito neste tempo! Não é possível! 45.94! Não pode ser! …

PR promulga alterações à Lei da Defesa Nacional e Lei de Bases das Forças Armadas

O Presidente da República promulgou esta terça-feira os diplomas que alteram as leis da Defesa Nacional e da Orgânica de Bases da Organização das Forças Armadas, destacando que a versão final atenuou "uma ou outra …

Comprar casa. Guarda é a cidade onde os preços de venda são mais em conta

De acordo com dados divulgados pelo portal imobiliário Idealista, Lisboa é o município onde é mais caro comprar casa. Guarda é a cidade onde o preço por metro quadrado é mais baixo. Nos últimos anos, os …

Novo Presidente do Irão promete tentar levantar as sanções económicas

O ultraconservador iraniano Ebrahium Raissi, que tomou posse hoje como Presidente, disse que vai tentar o levantamento das sanções impostas pelos Estados Unidos, mas não espera o apoio "dos estrangeiros" para melhorar a situação económica …