Cientistas explicam porque é que o café tira o sono

Já todos sabemos que o café tira o sono, tanto que muitos deixam mesmo de o tomar antes de ir dormir para garantir uma noite sem percalços. Cientistas finalmente explicam o porquê deste fenómeno.

O motivo para a cafeína nos tirar o sono explica-se pelo facto desta substância alterar o nosso relógio biológico interno, chamado de circadiano, pode ler-se na notícia da ABC. É este o relógio que regula as fases de sono e que nos diz quando devemos dormir ou despertar.

Quem o diz é uma equipa de investigadores da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, e do Laboratório de Biologia Molecular do Medical Research Council de Cambridge, em Inglaterra.

A quantidade de cafeína contida num café duplo, consumida três horas antes de irmos dormir, atrasa o nosso biorritmo em 40 minutos e, por isso, a nossa capacidade para ter sono, diz o estudo.

Para além disso, “o café afeta o nosso cronómetro celular”, segundo afirma Kenneth Wright, um dos investigadores da universidade americana.

Já se sabia que a cafeína, a droga psicoativa mais utilizada em todo o mundo, alterava os hábitos de espécies como as algas e as moscas presentes na fruta mas esta é a primeira vez que uma pesquisa consegue provar que a cafeína atrasa também o relógio biológico dos seres humanos.

Em 2013, Wright já tinha analisado os padrões do sono ao demonstrar que, depois de uma semana a acampar nas Montanhas Rochosas sem luz artificial, oito campistas foram capazes de sincronizar os seus relógios circadianos com o nascer e o pôr do sol.

No estudo agora publicado na Science Translational Medicine, os voluntários, três mulheres e dois homens, foram controlados num laboratório durante 49 dias. Durante este período, submeteram-se a diferentes condições ligadas com o ciclo do sono-vígilia.

Um quarto com pouca luz e um comprimido de placebo; pouca luz e o equivalente a 200 miligramas de cafeína dependendo do peso de cada um; luz brilhante e mais placebo e, por fim, a mesma luz e mais 200 miligramas de cafeína.

Para analisar os efeitos destas quatro situações, os investigadores recolheram, de uma forma periódica, amostras da melatonina, hormona produzida pela glândula pineal quando o nosso relógio ordena, que se ativa, ou não, em função da luz e coordena todos os relógios celulares do corpo.

Os resultados foram claros, já que todos aqueles que consumiram cafeína tiveram um atraso de cerca de 40 minutos no ritmo circadiano noturno, em comparação com os que tomaram o comprimido de placebo em condições de pouca luz.

No entanto, este atraso é metade do que o induzido pela exposição à luz brilhante três horas antes de irem dormir. A combinação da luz e da cafeína produziu um atraso de quase 105 minutos.

Já no laboratório de John O’Neill, em Cambridge, analisaram-se as mudanças causadas a nível celular pela cafeína, o que permitiu perceber que a cafeína pode bloquear os recetores celulares do neurotransmissor adenosina que, em situações normais, favorece o sono e suprime a excitação.

Os resultados deste estudo abrem agora caminho para analisar de uma forma mais rigorosa como pode a cafeína afetar o corpo humano.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Responder a O Tal Cancelar resposta

"Ministra da Insensibilidade Social". CDS pede a demissão de Ana Mendes Godinho

O CDS criticou este sábado a reação da ministra a Solidariedade Social à morte de 18 idosos num lar em Reguengos de Monsaraz e considerou que Ana Mendes Godinho desvaloriza o impacto da pandemia nos …

Esgotos de dois milhões de portugueses monitorizados para prever segunda vaga de covid-19

Os esgotos de dois milhões de portugueses estão a ser monitorizados para detetar a eventual presença do vírus da covid-19 e prever uma nova vaga. O Jornal de Notícias avança este sábado que a análise está …

Covid-19. Mais 198 infetados e 3 mortes em Portugal

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 198 casos de infeção por covid-19 e três óbitos, de acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico Direção-Geral da Saúde (DGS) desde …

Média já divulgaram publicidade institucional (mas Estado ainda não lhes pagou)

O Sindicato dos Jornalistas lamentou esta sexta-feira que o Governo não tenha disponibilizado os 15 milhões de euros relativos à compra antecipada de publicidade institucional, vincando que o executivo está em dívida com as empresas …

Autoridades admitem que extrema-direita vá vigiar manifestações antifascistas de domingo

A Frente Unitária Antifascista anunciou que vai organizar no próximo domingo duas manifestações - uma Lisboa (Praça Luís de Camões) e outra no Porto (Avenida dos Aliados). O mote é a luta contra o fascismo. Estas manifestações …

Marcelo não entende por que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido (e leu os relatórios de Reguengos)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, em declarações transmitidas pela RTP3, que não entende porque é que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido. Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de …

Estado só recuperou 21% dos créditos tóxicos do BPN

O Estado apenas recuperou 21% dos créditos tóxicos do Banco Português de Negócios, que derivaram da nacionalização da instituição bancária em 2008. Até final de 2019, o Estado só conseguiu recuperar 21% da carteira de créditos …

Novas matrículas "só" vão durar 45 anos (por causa das palavras obscenas)

O novo formato de matrículas entrou em vigor a 2 de março. As novas matrículas vão durar menos tempo do que poderiam porque não serão usadas combinações “que possam formar palavras ou siglas que se …

Novo lay-off conta apenas com 1% das adesões do simplificado

O sucedâneo do lay-off simplificado conta apenas com 1.268 adesões nas primeiras duas semanas. Este valor é apenas 1% do número de empresas que acederam ao primeiro apoio. Nas primeiras duas semanas desde a sua implementação, …

Trump promove falsa teoria de que Kamala Harris não nasceu nos EUA (e que não será elegível para vice)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que ouviu que Kamala Harris, candidata democrata à vice-presidência da Casa Branca, não era elegível para o cargo, com base num boato que sugeria que pode não …