/

Cidade japonesa propõe nova lei que proíbe uso do telemóvel enquanto se caminha

O Governo da cidade de Yamato, no Japão, propôs uma nova lei para proibir os pedestres de olhar para os seus telemóveis enquanto caminham nas ruas. Caso seja aprovada, entra em vigor a partir de 01 de julho.

Segundo noticiou o Independent, as autoridades da cidade indicaram que é improvável que as pessoas sejam punidas por desrespeitar a nova medida. Esta nova lei, sublinharam, foi projetada para manter os pedestres em segurança ao atravessar e circular nas ruas.

As pessoas estão a ser incentivadas a utilizar os seus telemóveis enquanto se encontram em locais onde é improvável que constituam um obstáculo para as outras pessoas que circulam. De acordo com as autoridades, o aumento do uso de ‘smartphones’ em Yamato, bem como no resto do Japão, levou a um aumento no número de acidentes de trânsito.

Em 2014, a empresa japonesa de telecomunicações NTT Docomo criou uma simulação do que poderia ocorrer caso 1.500 pessoas atravessassem a movimentada Shibuya, em Tóquio, enquanto olhavam para os ‘smartphones’.

Os resultados mostraram que cerca de 66% das pessoas não chegariam ao outro lado sem incidentes. A simulação previa a ocorrência de 446 colisões, com 103 pessoas a caírem ao chão, enquanto outras 21 deixavam cair os seus telemóveis.

Outro estudo, de 2020, desenvolvido por investigadores da Universidade de Calgary, no Canadá, e publicado no BMJ, sugeriu que “acidentes por distração” são atualmente um problema significativo devido ao uso de ‘smartphones’.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.