Ciclone Fani a caminho da Índia. Mais de 800 mil pessoas retiradas de casa

É esperado que o ciclone Fani, classificado como “extremamente grave”, chegue esta sexta-feira a território indiano.

“Esperamos terminar hoje a importante tarefa de retirada de cerca de 800 mil pessoas que vivem perto da área que será atingida pelo ciclone”, disse, esta quinta-feira, Bishnupada Sethi, do serviço de emergência do estado costeiro de Odisha, no leste do país.

A mesma fonte adiantou que as autoridades enviaram equipas de resposta rápida das forças de resgate, bem como alertas meteorológicos aos moradores e pescadores da região. As escolas foram encerradas um pouco por toda o estado de Odisha.

O Departamento Meteorológico da Índia indicou, em comunicado, que “é muito provável” que o Fani chegue a terra na sexta-feira, perto da cidade de Puri, em Odisha, com rajadas de vento que podem chegar aos 200 quilómetros por hora.

Esta quarta-feira, o Fani já gerava ventos de 195 quilómetros por hora, o que o coloca na categoria 3 da escala de Saffir-Simpson (uma escala de 1 a 5), capaz de destruir edifícios e causar grandes inundações.

Ao início da manhã desta quinta-feira, o ciclone estava a 450 quilómetros a sudoeste de Puri. De acordo com o departamento, o ciclone também afetará os estados da Baía de Bengala, como Andhra Pradesh e Bengala.

A confirmar-se, a Fani será a tempestade mais forte a atingir o golfo de Bengala nesta altura do ano desde o ciclone Nargis, em 2008, que causou a morte de mais de 100 mil pessoas na Índia.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Telma Monteiro sagra-se campeã europeia de judo

A judoca Telma Monteiro conquistou esta sexta-feira a medalha de ouro na categoria de -57 kg nos Europeus em Lisboa, ao vencer na final a eslovena Kaja Kajzer, por 'ippon'. Telma alcançou o seu sexto título …

PS já não está a uma só voz. José Sócrates, o ativo tóxico, fez mossa e dividiu o partido

Fernando Medina diz que não falou com António Costa, Vieira da Silva não esconde o desgosto e o PS já não está a uma só voz. O juiz Ivo Rosa arrasou o Ministério Público (MP) na …

A brilhar na Alemanha, André Silva pode sair por preço de saldo

Cada vez mais clubes estão interessados na contratação de André Silva. O internacional português tem uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros. André Silva tem passado por altos e baixos na sua ainda curta …

Possibilidade de melhoria de nota no secundário aprovada. Decisão do ano passado foi "injusta"

Foram, esta quinta-feira, aprovados projetos que permitem a realização de exames para melhoria de nota para os alunos do ensino secundário. O PS absteve-se da votação. De acordo com o Expresso, o Parlamento aprovou esta quinta-feira …

PRR. Governo admite pedir mais 2,3 mil milhões de euros para capitalizar empresas

Capitalização e inovação das empresas, e a possibilidade de pedir mais 2,3 mil milhões de euros (para um total de cinco mil milhões) na componente de empréstimos. António Costa fez, durante a tarde desta sexta-feira, …

OMS alerta para crescimento "preocupante" de casos no mundo

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou esta sexta-feira para o continuo crescimento de casos de covid-19 no mundo, referindo que o número de novos casos confirmados por semana quase duplicou nos últimos …

Há falta de sedativos em hospitais brasileiros. Médicos intubam doentes "conscientes"

Estão a surgir vários relatos de profissionais de saúde brasileiros forçados a intubar pacientes sem o auxílio de sedativos. No Brasil, de acordo com a Associated Press, há profissionais de saúde a intubar pacientes sem recurso …

Governo acusado de financiar queima de resíduos recicláveis com 50 milhões de euros

A associação ambientalista Zero acusa o Ministério do Ambiente de utilizar 50 milhões de euros do Fundo Ambiental para financiar a queima de resíduos recicláveis em Lisboa e Porto, indo contra a nova legislação sobre …

Zimbabué. Sem nacionalidade reconhecida, milhares de pessoas lutam de forma desigual por educação e saúde

Centenas de milhares de pessoas no Zimbabué foram marginalizadas e forçadas a lutar de forma desigual pelo acesso à educação, saúde e habitação, porque não têm nacionalidade reconhecida pelo país, acusou um relatório da Amnistia …

Nova Entidade para a Transparência volta a derrapar. Só arranca em 2023

A nova Entidade para a Transparência, o organismo para fiscalizar políticos e altos cargos públicos aprovado em 2019, só deverá arrancar em 2023. A previsão foi avançada por João Caupers, presidente do Tribunal Constitucional (TC), numa …