CIA avisa ativistas ligados a Jamal Khashoggi sobre ameaça da Arábia Saudita

Erdem Sahin / EPA

Três colegas de trabalho de Jamal Khashoggi foram alertados a respeito de uma possível ameaça e aconselhados a não viajar para países na Europa e na Ásia onde a Arábia Saudita tem particular influência.

Depois da morte de Jamal Khashoggi, a CIA foi muito criticada por não ter avisado o jornalista da ordem de captura que tinha sido emitida em seu nome pelas autoridades sauditas. No entanto, segundo a revista Time, a Agência Central de Inteligência americana está a tentar redimir-se.

Recentemente, três colegas de trabalho do jornalista assassinado foram alertados a respeito de uma possível ameaça e aconselhados a não viajar para países na Europa e na Ásia onde a Arábia Saudita tem particular influência, bem como a retirar familiares de um país específico, a Malásia.

A Time cita fontes de segurança de diferentes países e os próprios ativistas visados: Iyad El-Baghdadi, que vive em Oslo, na Noruega; Omar Abdulaziz, que vive em Montreal, no Canadá; e uma terceira pessoa que se encontra nos Estados Unidos e pediu para não ser identificado.

Os três ativistas trabalhavam com Khashoggi em projetos de direitos humanos na altura em que o jornalista foi assassinado no interior da embaixada saudita na Turquia, em outubro do ano passado. Tal como Jamal Khashoggi, os ativistas são abertamente críticos do príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, tendo-o acusado de ter ordenado a morte do jornalista e de pretender fazer o mesmo com outros.

Apesar de não se ter pronunciado acerca do assunto, a CIA afirma que é seu “dever legal avisar potenciais vítimas a respeito de ameaças específicas, incluindo homicídio, roubo e violência”. De acordo com os ativistas, não lhes foi transmitida qualquer informação a respeito da natureza da possível ameaça nem sobre que riscos em concreto eles correm.

À revista Time, Iyad El-Baghdadi, um doas ativistas visados, referiu que foi instruído a adotar várias precauções, incluindo medidas para dificultar o acesso por parte de algum hacker aos seus dispositivos eletrónicos, uma tática que a Arábia Saudita já usou contra um dos ativistas avisados, Omar Abdulaziz, adianta o Expresso.

Nada me disseram sobre a natureza da ameaça, exceto que eu estava marcado e que não deveria viajar, assim como a minha família”, contou El-Baghdadi.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …

Município italiano proíbe Google Maps. App faz com que muitas pessoas se "percam"

O autarca do município italiano de Baunei, na Sardenha, proibiu o uso do Google Maps na região, argumentando que "muitas" pessoas se perderam por causa de "sugestões enganosas" do serviço de localização. A informação é …

Pedalar mais dá direito a prémios. Tecnologia portuguesa desperta interesse de Copenhaga

Depois de se ter estreado em Matosinhos e de ter despertado interesse em Nova Iorque, um programa português que premeia comportamentos de mobilidade ambientalmente sustentáveis chamou a atenção em Copenhaga. O AYR, desenvolvido pela empresa CEiiA …

Associação de Armas americana editou artigos da Wikipédia para desacreditar o Holocausto

A National Rifle Association (Associação Nacional de Armas) dos Estados Unidos tem estado a editar artigos da Wikipédia de forma a desacreditar o Holocausto. Um trabalho de investigação da Splinter identificou pelo menos 150 edições em …

Bebé recém-nascida encontrada enterrada viva numa sepultura na Índia

Uma bebé recém-nascida enterrada viva foi encontrada na Índia por um pai que estava a enterrar a filha, que morreu após o parto, revelou o chefe da polícia local, Abhinandan Singh. A menina foi encontrada dentro …

Reutilização é a verdadeira alternativa a plástico descartável

A alternativa aos produtos de plástico descartáveis tem sido outros produtos também descartáveis, mas a melhor solução passa pela reutilização, indica um relatório divulgado esta terça-feira, que dá exemplos de sucesso. O documento, “The Reusable solutions: …

Booking abandona a criptomoeda do Facebook

  Booking junta-se ao Mastercard, eBay, Visa, PayPal, Stripe e Mercado Pago e desiste do projeto da Associação Libra, promovida por Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, para a desenvolver a infraestrutura financeira que está na base …

Michael Jackson era "doente mental" e uma pessoa "perturbadora", diz Elton John

Elton John defende na sua autobiografia que Michael Jackson era "verdadeiramente doente mental" e uma pessoa "perturbadora", recordando os encontros que teve com o rei da pop, falecido em junho de 2009. O músico britânico escreveu …