/

Chuva pode afectar eficácia das máscaras contra a covid-19

Com a chegada do Outono e dos dias de chuva, surge um alerta quanto ao uso de máscaras no combate à covid-19. É que a humidade pode afectar a eficácia na protecção contra o contágio.

O alerta é dado por vários especialistas ouvidos pelo jornal britânico The Times e já foi corroborado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

“A humidade torna as máscaras porosas e, por causa disso, todos os tipos de máscara são vulneráveis num clima húmido“, explica ao The Times o oncologista Karol Sikora, ex-elemento da OMS.

Um máscara molhada ou húmida reduz a capacidade de filtragem do vírus. Um dado que é preocupante numa altura em que voltaram os dias de chuva, com a chegada dos meses de Outono.

“É óbvio que as máscaras ficarão húmidas conforme as pessoas compram e viajam com mau tempo”, destaca ainda no The Times o cardiologista britânico Aseem Malhotra.

Este profissional lamenta que este alerta já devia ter sido emitido há mais tempo. “Não houve nenhuma campanha pública para consciencializar as pessoas de que isso pode tornar as máscaras ineficazes”, queixa-se Aseem Malhotra.

Também o professor Tim Spector do King’s College London, o responsável pela aplicação britânica Covid-19 Symptom Study, considera que “seria útil se fossem emitidos conselhos claros ao público”.

“As máscaras precisam de ser mudadas regularmente e perceber isto é particularmente importante durante o tempo húmido e molhado”, aponta Tim Spector.

A OMS já veio reforçar que as máscaras, sejam descartáveis ou reutilizáveis, devem ser trocadas de imediato quando estejam “molhadas ou visivelmente sujas”.

Em França, onde as máscaras são obrigatórias em várias localidades, as autoridades de saúde já encorajam as pessoas a terem uma segunda máscara guardada, de prevenção, para trocar em caso de a que usam ficar húmida ou molhada.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE