Estudantes chineses forçados a encenar o seu próprio sequestro

Oito chineses a estudar na Austrália foram obrigados a encenar o seu próprio sequestro para extorquir dinheiro à sua família. Os criminosos conseguiram angariar 2 milhões de euros.

No estado de Nova Gales do Sul, na Austrália, oito estudantes chineses foram forçados por grupos criminosos a encenar o seu próprio sequestro. O objetivo neste tipo de crimes é extorquir dinheiros aos familiares que estão fora do país.

De acordo com a revista Visão, os criminosos conseguiram angariar 2 milhões de euros com estes sequestro forjados. Embora estivessem em segurança num quarto de hotel, os estudantes eram obrigados a fazer com que a sua família acreditasse que estavam sequestrados num local desconhecido.

Nestes crimes, os autores ligam para números aleatórios e falam em mandarim para conseguirem identificar os chineses. De seguida, os criminosos fazem-se passar por uma autoridade chinesa, informando que a vítima da burla corre o risco de ser deportada por estar envolvida num crime cometido na China.

É utilizada uma tecnologia para esconder a identidade de quem liga e mostrar o número de uma autoridade chinesa.

As vítimas são pressionadas a transferir dinheiro para uma conta fora do país ou a encenar o seu próprio sequestro e levar a sua família a transferir o dinheiro.

Os “raptores” procuravam precisamente cidadãos com uma condição vulnerável da comunidade chinesa na Austrália.

A família de uma estudante chinesa de 22 anos enviou mais de 1 milhão de euros depois de ter recebido um vídeo da filha alegadamente sequestrada. Noutro caso, uma família pagou 12 mil euros após ter recebido um vídeo do estudante algemado e vendado. Contudo, foi o próprio estudante a fazê-lo, de forma a parecer que estava em perigo.

Peter Thurtell, comissário assistente da Nova Gales do Sul, diz que as famílias dos estudantes ficam traumatizadas com esta situação.

“Os estudantes internacionais são o grupo vulnerável porque não têm apoio neste país“, disse Lennon Chang, professor de Criminologia da Universidade Monash, na Austrália. “Para esse tipo de fraude, as vítimas não têm muita experiência com a sociedade, portanto podem acreditar no chamado ‘pessoal da embaixada'”.

As autoridades estão a trabalhar com o estado e a Embaixada da China na Austrália para investigar e alertar a comunidade sobre estes crimes, salienta a Polícia Federal da Austrália em comunicado.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Carlos Carreiras anuncia "vacina portuguesa" e causa mal-estar no Governo

O presidente da Câmara de Cascais afirmou que, "em completa articulação com o Governo", garantiu a compra e inclusive a cedência da patente de uma vacina para produzir na Área Metropolitana de Lisboa. Esta quarta-feira, num …

Pela primeira vez, Japão admite cancelar Jogos Olímpicos

O Japão admitiu pela primeira vez esta quinta-feira que o cancelamento dos Jogos Olímpicos, adiados desde o verão passado e com arranque marcado para 23 de julho, continua a ser uma hipótese em cima da …

Ataque de Sócrates ao PS é uma "tremenda injustiça". Costa não é um "traidor", diz Ana Catarina Mendes

A líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes, criticou as declarações de José Sócrates que, em resposta a Fernando Medina, atacou a direção do partido. Em entrevista à TVI, na noite desta quarta-feira, José Sócrates respondeu …

Guardiola iguala recorde de Mourinho na Liga dos Campeões

Pep Guardiola igualou o recorde de presenças nas meias-finais da Liga dos Campeões. O espanhol tem agora as mesmas oito presenças de José Mourinho. Há muito tempo que Pep Guardiola enfrentava dificuldades nos quartos de final …

Responsável pela acusação da Operação Marquês fica fora da lista de promoções do MP

O procurador Rosário Teixeira, responsável pela acusação da Operação Marquês, não figura entre os candidatos da lista de promoções do Ministério Público — e já recorreu da decisão. O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) aprovou …

Investigação a ligações entre PJ e Doyen só ouviu 2 testemunhas antes de ser arquivada

A investigação a alegadas ligações entre um inspetor da PJ e representantes da Doyen, foi arquivada após apenas terem sido ouvidas duas testemunhas. A denúncia sobre estas alegadas ligações chegou da então eurodeputada Ana Gomes. Foi …

Depois de Benfica e Sporting, Beto também interessa ao FC Porto

Depois do interesse de Benfica e Sporting, o FC Porto também está atento a Beto, o avançado do Portimonense que tem dado cartas esta temporada. Se pensava que esta ia ser uma corrida de dois cavalos …

Depois de uma emergência a contragosto, decidem-se as medidas para a 3.ª fase do desconfinamento

Esta quinta-feira, o Conselho de Ministros decide se o desconfinamento avança na próxima segunda-feira. Em causa está o avanço da terceira fase como previsto, a estagnação dos concelhos de maior risco na segunda fase ou …

"O culpado sou eu". Abel Ferreira perde Supertaça sul-americana nos penáltis

O Palmeiras, de Abel Ferreira, falhou na quarta-feira a conquista da Supertaça sul-americana de futebol, ao perder com o Defensa y Justicia no desempate por grandes penalidades (3-4), depois do desaire por 2-1 nos 120 …

Podem ter sido encontradas as pegadas de Neandertal mais antigas da Europa

Há cerca de 100 mil anos, uma grande família de Neandertais caminhou ao longo de uma praia naquilo que hoje é o sul de Espanha. Tal como qualquer criança que se preze, os mais novos …