China rejeita nova investigação da OMS à origem do vírus (e pede que seja alargada a outros países)

Roman Pilipey / EPA

A China rejeitou o pedido da Organização Mundial de Saúde (OMS) para voltar a analisar as origens da covid-19, acusando a organização de estar a ser motivada por questões “políticas”.

A visita de uma equipa de especialistas da OMS à cidade chinesa de Wuhan, em janeiro, mostrou-se inconclusiva quanto à origem do novo coronavírus. Por isso, avança a agência France-Presse, esta quinta-feira, a organização pediu ao país que partilhe os dados em bruto dos primeiros casos de covid-19 para reavivar a sua investigação.

A China já respondeu, reafirmando a sua posição de que a investigação inicial foi suficiente e que esse pedido para obter mais dados foi motivado por questões “políticas” e não “científicas”.

O relatório da primeira missão da OMS, publicado em abril, apontou quatro possíveis origens, ressalvando que a de um acidente de laboratório era a menos provável. No entanto, a própria organização passou nas últimas semanas a dar maior destaque a essa possibilidade.

O gigante asiático insiste que a investigação sobre a origem da covid-19 deve ser alargada a outros países, reiterando que a teoria de que o vírus saiu de um laboratório de Wuhan é “extremamente improvável”.

“Nenhum país tem o direito de colocar os seus interesses políticos à frente da ciência”, apontou o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Ma Zhaxou, numa conferência de imprensa, esta sexta-feira, reagindo à pressão dos Estados Unidos para que o Instituto de Virologia de Wuhan seja investigado.

O chefe da equipa de especialistas chineses que investigaram a origem do novo coronavírus, Liang Wannian, indicou que a “próxima fase das investigações deve ser assim realizada em outros países“.

Liang apontou a teoria de que o vírus pode ter chegado ao mercado Huanan, em Wuhan, onde o primeiro surto de covid-19 foi detetado, “através de alimentos congelados importados”.

Esta semana, a imprensa oficial chinesa lançou uma ofensiva em grande escala a relacionar outros países com a origem da covid-19, incluindo Espanha, Itália, França ou EUA.

“Se não quisermos abandonar essa teoria do laboratório, devemos também investigar outros centros, como [o laboratório do exército norte-americano] Fort Detrick, mas acreditamos que o relatório da OMS, que considera uma fuga altamente improvável, deve ser respeitado”, disse Ma.

A imprensa chinesa chegou a citar um biólogo suíço chamado Wilson Edwards, que denunciou a politização da pandemia contra a China, mas que a embaixada Suíça na China disse não existir.

As notícias da imprensa estatal chinesa citaram a conta de Edwards no Facebook, entretanto excluída, na qual o biólogo inexistente criticou os EUA e a OMS por pressionarem a China a permitir uma investigação mais aprofundada ao laboratório em Wuhan.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Multinacional oferece emprego qualificado em Portugal mas não tem candidatos

Um engenheiro de Mirandela regressou à terra para instalar na cidade transmontana o polo principal de uma nova multinacional na área da energia que está a recrutar, mas não consegue candidatos para emprego qualificado. Manuel Lemos …

Austrália, Japão, EUA e Índia reúnem-se "sem objetivos militares", mas China sente-se ameaçada

Estados Unidos, Austrália, Japão e Índia reuniram-se naquela que foi a primeira reunião do chamado Quad. A China sente-se ameaçada e avisa que o grupo está "fadado ao fracasso". Joe Biden liderou esta sexta-feira a primeira …

"Escândalo". FCSH acusada de abrir concurso à medida de Raquel Varela

A Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa está a ser acusada de abrir um concurso à medida da historiadora Raquel Varela. A polémica com a historiadora começou na segunda-feira, 20 de …

Descobertos cadáveres de guerreiros do século XIII. Podem ter sido enterrados pelo Rei Luís IX

Cientistas britânicos acreditam que os cadáveres dos guerreiros cristãos tenham sido enterrados por Luís IX, rei de França, no século XIII. Um grupo de arqueólogos internacionais encontrou no castelo de Sidon, no Líbano, valas comuns com …

Hidroavião de Sacadura Cabral e Gago Coutinho é único no mundo e está em Lisboa

Um dos hidroaviões que há quase 100 anos transportaram Sacadura Cabral e Gago Coutinho na primeira Travessia Aérea do Atlântico Sul está exposto no Museu da Marinha, em Lisboa, e é o único aparelho original …

Programa da SIC Notícias comentou eleições em dia de reflexão. CNE deixou aviso

O "Programa Cujo Nome Estamos Legalmente Impedidos de Dizer", da SIC Notícias, falou sobre as eleições em dia de reflexão, porque "comentário não é propaganda eleitoral". As eleições autárquicas estão marcadas para este domingo e, como …

Os dentes das formigas-cortadeiras são tão resistentes como facas

Um novo estudo indica que as formigas-cortadeiras têm uma teia de átomos de zinco entrelaçados na estrutura biológica das mandíbulas, o que lhes dá a durabilidade de um conjunto de facas de aço inoxidável. De acordo …

Francisco George defende vacinação de crianças com menos de 5 anos contra a covid-19

As crianças maiores de cinco anos devem ser vacinadas contra a covid-19, desde que a segurança e a eficácia da vacina estejam comprovadas cientificamente nestas idades, defende o médico especialista em saúde pública Francisco George. A …

Cientistas imprimiram, pela primeira vez, células cerebrais vivas em 3D

Uma equipa de cientistas usou uma nova técnica laser e conseguiu imprimir em 3D células cerebrais vivas. A maioria dos neurónios sobreviveram durante mais de dois dias após terem sido impressos em 3D, o que significa …

Descoberto antídoto contra agentes nervosos tipo Sarin e Novichok

Uma equipa do Laboratório Nacional Lawrence Livermore (LLNL), nos Estados Unidos, desenvolveu um antídoto que neutraliza a exposição ao envenenamento por agente nervoso. O estudo, que foi publicado na revista Scientific Reports, foi o resultado de …