Chernobyl vai ter o maior parque de energia solar do mundo

activsolar / Flickr

Parque solar de Mityaevo, na Crimeia

Parque solar de Mityaevo, na Crimeia

O local de um dos maiores desastres nucleares do mundo está agora prestes a tornar-se um marco na produção de energia sustentável.

Em 1986 o mundo sofreu a maior tragédia nuclear da história, o famoso acidente de Chernobyl, na cidade de Pripyat, na Ucrânia. Mais de 300 mil pessoas foram evacuadas da região e até hoje o local é um deserto apenas povoado pelos escombros do que foi deixado para trás.

Até hoje, os danos do acidente ainda se fazem sentir, e são incalculáveis. As terras agrícolas, por exemplo, ainda estão contaminadas – e assim continuarão durante séculos,  impróprias para a agricultura.

Os animais, 30 anos depois do desastre, estão, aos poucos, a começar a repovoar a região e os arredores, embora sejam totalmente proibido o seu consumo – à conta dos seus altos níveis de radiação. Por causa disso, há muito que se procura uma solução para a região – e parece que finalmente foi encontrada.

Pelo menos, é o que pensa um grupo de cientistas, investidores e empresários chineses e alemães que, segundo a Bloomberg, querem transformar o local no maior parque de captação de energia solar do planeta.

De acordo com o projecto, a capacidade do novo parque solar de Chernobyl será de 2 gigawatts de energia – a mesma energia gerada por dois reatores nucleares.

Mas quando pensamos em produção de energia, não podemos pensar apenas nos números de watts gerados – mas em todos os benefícios que rodeiam a energia solar, como por exemplo o facto de ser energia limpa, que não agride a natureza – como acontece com as gigantescas áreas alagadas de uma central hidroeléctrica, que matam todo o ecossistema.

Mais ainda, é necessário considerar os a inexistência de risco de um novo desastre nuclear como o que, mesmo com todo o aumento na segurança após Chernobyl, aconteceu em Fukoshima, no Japão, em 2011.

Além disso, outros 2 pontos interessantes acerca da energia solar chamam a atenção.

O primeiro deles é que, após o investimento inicial, a energia solar tem apenas custo de manutenção – a fonte de energia é inesgotável e garantida para o resto das nossas vidas.

O segundo é que, com o arrendamento da área onde serão instalados os painéis, a Ucrânia, um dos países do Leste Europeu mais devastado pela guerra nos últimos anos, terá um reforço na economia e uma forma de alavancar os índices de desenvolvimento da região.

Duas companhias chinesas sozinhas, a GCL System Integration Technology Co Ltd. e a China National Complete Engineering Corp, planeiam já injectar mil milhões de dólares no projecto – nada mau, para um pequeno país que continua dependente dos caprichos da sua poderosa vizinha Rússia.

Para terminar, um ponto mais emblemático do que palpável: este pode bem ser o primeiro grande passo para que brevemente a energia solar seja definitivamente encarada em todo o mundo como a fonte de energia do futuro.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Entretanto com o avanço da investigação melhores e mais eficazes sistemas solares hão de surgir certamente assim os investigadores se empenhem na matéria e que tal pensar em converter o frio em calor impossível não será certamente!.

  2. “O primeiro deles é que, após o investimento inicial, a energia solar tem apenas custo de manutenção – a fonte de energia é inesgotável e garantida para o resto das nossas vidas.”

    A fonte de energia é esgotável, mas não no nosso tempo de vida. Mas o problema está na primeira parte da frase, após o investimento inicial, os paineis têm um tempo de vida útil e portanto “tem apenas custo de manutenção”… até terem de ser substituidos e não para todo o sempre, o que torna, por agora, a energia solar mais cara do que outras fontes.

    Converter frio em calor é converter menos energia, o frio, em mais energia, o calor, o que é certamente impossivel.

RESPONDER

Ateneu de Lisboa perdeu exemplar raro de "Os Lusíadas"

Um exemplar raro da obra "Os Lusíadas", avaliado em 100 mil euros, desapareceu do Ateneu Comercial de Lisboa. Segundo o Observador, que cita o jornal i, desapareceu do Ateneu Comercial de Lisboa um exemplar raro da …

Pais da bebé Matilde ajudaram Tomás a tratar cancro nos ossos

Tomás Leal, de 5 anos, tal como a irmã, Marta, de 9 anos, sofre de cancro nos ossos. Os pais recorreram à Clínica Universidad de Navarra, em Espanha, para uma solução médica que evite …

Já é conhecido o novo Governo. Há mais mulheres e cinco novos ministros

António Costa levou esta tarde os nomes do novo Governo que foram validados pelo Presidente da República. Costa quis deixar o assunto encerrado antes de partir para o Conselho Europeu de quinta e sexta-feira. A …

Relação de Lisboa reconhece insónias como motivo para indemnização

Uma empresa foi obrigada a indemnizar três funcionários que tinham sido despedidos e a reintegrá-los. A Relação de Lisboa considerou que os trabalhadores "passaram a andar deprimidos e ansiosos, dormindo mal" e por esse motivo …

Incêndio no Pinhal de Leiria terá originado de dois reacendimentos

O incêndio na Mata Nacional de Leiria, no dia 15 de outubro de 2017, resultou de dois reacendimentos de um incêndio após uma queimada e outro de um possível fogo posto, refere o despacho de …

Peste suína leva China a proibir carne de Timor-Leste

A China interditou a entrada de carne de porco proveniente de Timor-Leste devido ao surto de peste suína africana detetado no arquipélago. Segundo um edital publicado esta terça-feira pela Administração Geral da Alfândega da China, mas …

Lisboa está entre as cem cidades com os melhores hospitais do mundo

Lisboa figura na lista das cidades com os melhores hospitais do mundo segundo o estudo "Best Hospital Cities Ranking 2019", realizado pela primeira vez pela tecnológica da área da saúde Medbelle, uma startup baseada em …

Gaudêncio demite-se da liderança do PSD/Açores e pede eleições internas antecipadas

O líder do PSD/Açores, Alexandre Gaudêncio, demitiu-se esta terça-feira do cargo e vai pedir eleições internas diretas, não adiantando se se irá recandidatar ao cargo que assumiu há um ano. Alexandre Gaudêncio anunciou esta terça-feira, em …

Mortes causadas por agentes da polícia crescem 4,3% com Bolsonaro no poder

Agentes da polícia no Brasil causaram a morte de pelo menos 2.886 pessoas nos primeiros seis meses deste ano, mais 4,3% que os 2.766 registados no mesmo período do ano passado. Segundo um levantamento divulgado na …

Duarte Cordeiro, Alexandra Leitão e Ricardo Serrão Santos. Costa e Marcelo reunidos para falar sobre novo governo

O primeiro-ministro indigitado está esta tarde reunido com o Presidente da República, na habitual reunião semanal, que foi antecipada e que servirá para António Costa entregar a composição do novo governo a Marcelo Rebelo de …