Chernobyl vai ser um local turístico oficial

O presidente ucraniano assinou na quarta-feira, em visita a Chernobyl, um decreto que permite o desenvolvimento do território afetado pelo desastre de 1986.

“O decreto determina o início da transformação da zona de exclusão de Chernobyl num dos pontos de crescimento da nova Ucrânia. Primeiro de tudo, vamos criar um ‘corredor verde’ para os turistas e eliminar assim as transgressões dos curiosos.”

O documento assinado visa o desenvolvimento e adoção da Estratégia de Desenvolvimento de Chernobyl como atração turística. De acordo com a página oficial da Presidência da Ucrânia, o decreto prevê também novas rotas turísticas, incluindo caminhos de água, que serão criados para o efeito, novos pontos atrativos, podendo assim fechar os existentes atualmente para restauração e melhoria de condições.

A maioria das restrições e proibições, como a captura de vídeo, serão removidas. O sinal dos meios de comunicação também será melhorado.

O decreto surge após a série televisiva da HBO, “Chernobyl”, que fez com que as visitas ao local aumentassem significativamente. Volodymyr Zelenskyy afirmou que quer que Chernobyl deixe de ser “uma mancha negativa no nome da Ucrânia” e que este é o “momento para mudar isso”.

De acordo com a CNN, o presidente ucraniano enfatizou o facto de Chernobyl ser um “local único no planeta onde a natureza sobreviveu a um desastre causado pelo homem, onde existe uma autêntica ‘cidade fantasma’. Temos de mostrar este sítio ao mundo: cientistas, ecologistas, historiadores e também turistas”.

Com o documento, o chefe de Estado espera eliminar também a corrupção existente. Os oficiais de segurança do local recebem muitas vezes subornos de turistas para entrarem no local ou para exportarem ilegalmente sucata deixada ao abandono e recursos naturais da zona.

“Vamos parar com isso brevemente. Vamos finalmente tornar a zona de exclusão de Chernobyl num íman turístico e científico. Vamos torná-la numa terra de liberdade que será um dos símbolos da nova Ucrânia. Sem corrupção. Sem proibições desnecessárias.”

Chernobyl tornou-se um dos exemplos mais populares do fenómeno conhecido como dark tourism – um termo para locais associados à morte e ao sofrimento, como os campos de concentração nazis na Europa ou o Memorial e Museu do 11 de setembro em Nova Iorque.

O acidente ocorreu a 26 de abril de 1986, durante um teste da estação que simulava uma falha de energia, resultando num incêndio que durou nove dias. A quantidade de mortes, ainda hoje, é caso de discussão, não havendo um número oficial. A explosão causou 31 mortes diretas, mas expôs milhões de pessoas a níveis de radiação perigosos. Houve 134 mil pessoas hospitalizadas. A catástrofe é considerada a maior de origem nuclear da história.

A Organização das Nações Unidas (ONU) previu até nove mil mortes relacionadas com cancro em 2005 e a Greenpeace estimou até 200 mil mortes.

Apenas cerca de 150 idosos vivem na zona de exclusão. As autoridades dizem que só será seguro para os humanos morarem lá novamente em 24 mil anos, segundo a AFP, embora os turistas possam visitar o local por curtos períodos de tempo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …