Chegou o Polígrafo, o jornal online para identificar mentiras em Portugal

Um projeto jornalístico online criado para ajudar os leitores a fazer fact checking (verificação dos factos) foi nesta terça-feira lançado na cimeira tecnológica Web Summit por um jornalista e dois sócios, que investiram “centenas de milhares de euros” no projeto.

Em causa está o Polígrafo, um “jornal só de fact checking“, disse à Lusa o responsável pelo projeto, Fernando Esteves, falando à margem da Web Summit, no Parque das Nações, em Lisboa. “Fazemos a verificação daquilo que é dito no espaço público por políticos, por comentadores, por influenciadores […] e nas redes sociais de forma geral”.

Para isso, o jornal terá como critérios a “importância do protagonista – se é primeiro-ministro, se é membro do Governo, se é líder de um partido – e por outro lado a sua capacidade de influência, ou seja, a capacidade que a pessoa tem para influenciar o debate público e aí já estamos a falar de influenciadores e de comentadores”, explicou.

Fernando Esteves justificou que a plataforma surge por as “democracias liberais estarem a viver um tempo muito difícil“, com as pessoas a deixarem “de confiar nos políticos”, e pelo estado atual do jornalismo, com as “redações a esvaziarem-se e a perderam memória”. “Neste momento, 60% das notícias que as pessoas leem vêm das redes sociais e não há triagem jornalística”, observou Fernando Esteves.

Questionado sobre o porquê do lançamento na Web Summit, Fernando Esteves afirmou que “fazia todo o sentido” pelo tipo de iniciativa. É “um projeto inovador, um projeto pioneiro, um projeto que vai fazer recurso às novas tecnologias para fazer fact checking automático” com recurso à inteligência artificial, sublinhou.

Ao todo, a plataforma conta com 10 pessoas na “estrutura fixa” e uma “rede de 25 colaboradores”, entre jornalistas, gestores de redes sociais e responsáveis pela área de vídeo. Quanto ao investimento, Fernando Esteves escusou-se a especificar, falando antes numa alocação de “centenas de milhares de euros” pela empresa fundadora, composta, além deste jornalista, pelas companhias Be Creative Media (de audiovisuais) e Emerald Group (multinacional de consultadoria financeira).

“Não vamos meter muitos conteúdos por dia no site” e “não vamos ser reféns da ditadura das page views“, garantiu, notando que as receitas do Polígrafo serão, essencialmente, obtidas através de publicidade. A redação está sediada no Príncipe Real, em Lisboa.

A Web Summit termina na quinta-feira no Altice Arena e na Feira Internacional de Lisboa (FIL). Para esta edição, a terceira em Lisboa, a organização já prometeu “a maior e a melhor” de sempre, com novidades no programa e o alargamento do espaço, sendo esperados mais de 70 mil participantes de 170 países.

O evento nasceu em 2010 na Irlanda e mudou-se em 2016 para Portugal e desde essa altura terá gerado um impacto económico de mais de 500 milhões euros.

Inicialmente, estava previsto que a cimeira ficasse por apenas três anos, mas em outubro deste ano foi anunciado que o evento continuará em Lisboa por mais 10 anos, ou seja, até 2028, mediante contrapartidas anuais de 11 milhões de euros e a expansão da FIL.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Poligrafo é o primeiro a mentir.
    No caso Jamaica, nunca mencionou que a senhora negra testemunhou que a policia foi agredida á sua primeira chegada diretamente. Aliás, justificam todos os ataques e ódio do Mamadou. Aparentemente é bastante poico fiável esse poligrafo

RESPONDER

Meghan Markle vence primeira batalha judicial contra jornal britânico

A Duquesa de Sussex conseguiu que o Tribunal Superior de Londres optasse por manter anónima a identidade das suas cinco amigas, como parte da ação legal que está a ser levada a cabo. O 39º aniversário …

Cientistas obrigados rebatizar dezenas de genes humanos por causa do Excel

Só no ano passado, os cientistas viram-se obrigados a mudar os nomes de 27 genes humanos por causa de um erro de leitura do Microsoft Excel. Tal como explica o portal The Verge, que avança …

"Vai continuar a queimar". Covid-19 é parecida com fogo florestal, não com ondas e picos

Com o surgimento do novo coronavírus no mundo, vários especialistas previam que este iria surgir em ondas e picos. Agora a visão de futuro é outra e os especialistas dizem que a pandemia se compara …

Mudanças climáticas podem vir a causar mais mortes do que a covid-19, alerta Bill Gates

  As mudanças climáticas podem custar muito mais vidas nas próximas décadas do que a pandemia do novo coronavírus (covid-19). O alerta é do co-fundador da Microsoft, Bill Gates, que, através de uma reflexão no seu …

Descoberta a primeira disrupção gigante nas nuvens de Vénus

Uma equipa internacional de cientistas, que incluiu um investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), descobriu a "primeira disrupção gigante" nas nuvens de Vénus que tem fustigado as zonas profundas da atmosfera …

TVI aposta em estúdio a Norte. Nuno Santos quer Informação mais ao estilo da SIC Notícias do que da CMTV

O diretor-geral da TVI, Nuno Santos, afirmou, em entrevista ao jornal Público, que a estação de Queluz de Baixo vai apostar num estúdio no Norte, revelando ainda que pretende mudar a Informação do canal mais …

Fair-play financeiro. UEFA mantém restrições ao FC Porto

A UEFA informou, esta sexta-feira, que o FC Porto "cumpriu parcialmente as metas estabelecidas para a época 2019/20" a nível do fair-play financeiro e que vai manter as restrições impostas ao clube azul e branco. "O …

Procuradora-geral de Nova Iorque quer dissolver NRA após investigação de fraude

A procuradora-geral de Nova Iorque anunciou, esta quinta-feira, ter movido um processo judicial contra a National Rifle Association (NRA), depois de uma investigação que mostra que os seus dirigentes desviaram milhões de dólares para benefício …

MP abre inquérito sobre surto em lar de Reguengos de Monsaraz

O Ministério Público (MP) instaurou um inquérito sobre o surto de covid-19 num lar em Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, que já provocou 18 mortos. Questionada pela agência Lusa, a Procuradoria-Geral da República (PGR) …

Ciclista Fabio Jakobsen já saiu do coma induzido

O ciclista holandês saiu do coma induzido, dois dias depois de uma violenta queda na primeira etapa do Tour da Polónia, que o deixou em estado grave e obrigou a uma cirurgia de cinco horas. "Temos …