Chechénia cria campo de concentração para homossexuais

Jens Buettner / EPA

O jornal russo Novoya Gazeta denunciou que as autoridades chechenas criaram vários campos de concentração onde os homossexuais estão a ser torturados, mortos ou forçados a abandonar a Chechénia.

“Há gays a serem presos e estamos a tentar evacuá-los dos campos. Alguns até já deixaram a região. Quem conseguiu fugir disse que chegou a estar em salas com mais 30 pessoas. Eram torturados com choques elétricos e agredidos. Por vezes, até à morte”, indicou a ativista russa Svetlana Zakharova.

Um homossexual que conseguiu fugir antes de ser preso explicou à Novoya Gazeta que foi forçado a subornar a polícia com milhares de rublos para poder sobreviver.

“Agora o regime checheno está a dar mais um passo contra os gays ao criar este tipo de campos de concentração”, disse o homem.

De acordo com o Daily Mail, que cita a imprensa russa, pelo menos 100 homens foram detidos e três terão sido mortos, na última semana. Um dos campos de concentração para homossexuais estará localizado num antigo campo militar, na cidade de Argun.

“Apenas podemos pedir às autoridades russas que investiguem estas alegações. Os homossexuais estão a ser maltratados e perseguidos diariamente e têm medo de falar sobre o assunto. Eles têm de se esconder ou abandonar a Chechénia”, adiantou Alexander Artmyev, da Amnistia Internacional russa.

“Temos estado em contacto com as associações LGBT para que os homossexuais arranjem abrigo. O problema é que essas pessoas não podem falar senão colocam a sua vida e a dos outros em risco”, destacou.

O presidente da Chechénia e aliado de Vladimir Putin, Ramzan Kadyrov, já foi acusado várias vezes de violação de direitos humanos.

Depois de ser questionado sobre o assunto, Kadyrov rejeitou que as informações fossem verdadeiras e afirmou que não existem homossexuais na Chechénia.

“Não se pode prender ou reprimir pessoas que não existem em público. Se essas pessoas existissem na Chechénia, as forças da lei não teriam de se preocupar com elas, porque os seus familiares se encarregariam de os enviar para um sítio de onde não pudessem voltar”, disse um porta-voz do presidente checheno, Alvi Karimov, citado pelo Independent.

Vários homens homossexuais até estão a apagar os seus perfis nas redes sociais, porque as autoridades estarão a prender gays depois de os atraírem para “encontros falsos”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …

Primeira-ministra da Escócia declara que "haverá maioria pró-independência" no parlamento

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, declarou hoje vitória nas eleições regionais, afirmando que "haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Com as projeções a indicarem que o Partido Nacional Escocês (SNP), que lidera, foi o …

SOS Rio Paiva pede que se limite o número de visitantes à ponte e Passadiços do Paiva

A associação SOS Rio Paiva manifestou-se preocupada com o aumento da pressão turística e com a poluição, na sequência da inauguração da ponte suspensa em Arouca, e pediu que se limite o número de visitantes. A …

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo, caso este ainda esteja associado a contas em sites ou redes sociais. Embora milhões de números de telemóvel sejam desconectados todos os anos, um novo …

Ataque à bomba contra escola feminina em Cabul faz 30 mortos e 79 feridos

A explosão de uma bomba junto a uma escola secundária para raparigas na zona ocidental de Cabul fez hoje pelo menos 30 mortos e 79 feridos, segundo um novo balanço feito pelas autoridades afegãs. “O número …

Tamám Shud. Exumação de corpo pode resolver um estranho mistério com 70 anos

As autoridades da Austrália aprovaram uma exumação do corpo de Tamám Shud - ou "Homem de Somerton" - e, em breve, o mistério de 70 anos pode estar resolvido. Em 30 de novembro de 1948, vários …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Vacinação no bom caminho com 25% da população da UE vacina

A Comissão Europeia anunciou este sábado que 200 milhões de doses de vacinas anticovid-19 chegaram já à União Europeia (UE) e 160 milhões de europeus já receberem a primeira dose, levando a que a vacinação …

Libertados nos EUA os primeiros mosquitos geneticamente modificados

Foi a primeira vez que mosquitos geneticamente modificados foram libertados nos Estados Unidos. O objetivo é suprimir populações de mosquitos transmissores de doenças. De acordo com o site Live Science, a empresa de biotecnologia Oxitec lançou …

Descobertos os restos de nove Neandertais numa gruta em Itália

Os restos de nove Neandertais foram descobertos na Gruta de Guattari, em San Felice Circeo, na costa entre Roma e Nápoles, onde já tinham sido encontrados vestígios da presença Neandertal, anunciou este sábado o ministro …

Leis draconianas na Malásia. Fahmi Reza foi detido por insultar a rainha com playlist no Spotify

A sátira desempenha um importante papel na sociedade. Na Malásia, as leis draconianas estão a reacender o debate em torno da liberdade de expressão. Fahmi Reza, um artista gráfico e ativista social malaio, foi detido no …