CGD aprovou uma coisa e fez outra. O resultado foram perdas de 340 milhões

Miguel A. Lopes / Lusa

António Vieira Monteiro, ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos (CGD)

O antigo vice-presidente da Caixa Geral de Depósitos (CGD), António Vieira Monteiro, garantiu no Parlamento que a operação `Boats Caravela`, que gerou perdas de 340 milhões de euros para o banco público, foi diferente daquela que foi assinada.

O actual presidente do Conselho de Administração do Santander Totta está a ser ouvido na comissão parlamentar de inquérito à recapitalização e gestão da CGD.

Vieira Monteiro disse aos deputados que, no quadro das suas responsabilidades na CGD, acompanhou a fase de preparação da operação e participou nas reuniões do Conselho de Administração em que se aprovaram as suas condições.

No entanto, aquilo que foi executado juridicamente relativamente à operação foi, segundo o gestor, distinto daquilo que foi aprovado, pelo que não se poderá pronunciar “sobre a versão final do clausulado e seus anexos”, referiu.

“Lendo-o agora, em preparação para esta audição, e comparando-o com as deliberações em Conselho de Administração que haviam fixado as suas condições, verifico que existe uma discrepância entre o que este órgão autorizou – balizando rigorosa e zelosamente o nível de risco a assumir – e o que consta das duas cláusulas do contrato, que se desviam das condições aprovadas pelo Conselho de Administração”, disse.

“A operação da maneira como estava delineada não trazia perdas“, disse Viera Monteiro aos deputados, admitindo ser “evidente que fazer, na altura, futurologia era difícil”.

O antigo vice-presidente da CGD lembrou que se tratava de “um fundo fechado” composto por activos “de primeira qualidade”, ao passo que a versão assinada do contrato, “sem que se entenda porquê”, atribui à contraparte do banco o poder de alteração discricionária da composição do fundo, podendo com isso a qualidade dos activos ser afectada e consequentemente o desempenho do contrato prejudicado.

“A fase de execução decorreu integralmente depois do início de 2000, ou seja, depois do termo do meu mandato”, acrescentou.

Vieira Monteiro admitiu à deputada do CDS Cecília Meireles que ficou “surpreendido” perante os resultados negativos “em tão pouco espaço de tempo”.

“Só vim a conhecer o contrato muito mais tarde. Não podia saber as cláusulas que levaram a esta situação”, disse o antigo responsável da CGD, garantindo que “nunca contactou com o Crédit Suisse”.

Os `Boats Caravela` foram um instrumento financeiro investido pela Caixa que implicava troca de activos, mas acabou por dar hipótese contratual à contraparte do negócio (o Credit Suisse First Boston) de colocar nos activos trocados produtos financeiros de baixa qualidade, que desvalorizaram e geraram perdas de 340 milhões de euros para o banco público.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

    • O problema é que durante décadas tivemos amadores a fazer de gestores nas maiores empresas nacionais (então empresas públicas). A TAP, a REN, a EDP, a GALP, a CGD… serviram sempre para “arrumar” os amigos e procurar condicionar a economia e alguns grupos económicos privados que não convinha saírem fora do controlo do estado. Tudo isso com o nosso dinheiro a financiar, porque na gestão reinou sempre incompetência e no acionista principal apenas existia malvadez.

  1. Palavras levas o vento. No fim de Tudo isto o povo já se apercebeu que são todos uma cambada de vigaristas e ladrões e pergunta : Quando será DEVOLVIDO o Que nos foi ROUBADO e sobre o qual estamos a PAGAR imensos IMPOstos ??

  2. Mas alguém manda alguma coisa neste país? Eu não metia nenhum deles como mulher-a-dias, não cumprem requisitos de idoneidade, competência e capacidade de trabalho. E o Estado enfia com esta gente em bancos… e depois surpreende-se com o quê?

RESPONDER

Casaco e guitarra de Kurt Cobain vão a leilão (e valem milhares de euros)

O casaco que o líder dos Nirvana usou no lendário concerto MTV Unplugged in New York vai ser leiloado, com um preço de venda estimado em 270 mil euros. Uma guitarra de Cobain pode ficar …

"50 sombras" da Idade Média. Páginas censuradas de um livro francês encontradas nos EUA

As páginas de um romance medieval foram descobertas nos arquivos da Diocese de Worcester, no estado norte-americano de Massachusetts.  Investigadores descobriram uma versão perdida de um romance medieval, que contém cenas eróticas. O poema francês - …

A tecnologia usada na Bitcoin também está a ser usada para encontrar o amor

Várias dating apps (aplicações de encontros) estão a recorrer ao blockchain para que os seus utilizadores possam encontrar a cara-metade de uma forma mais segura e transparente. O Tinder é provavelmente a dating app mais usada …

Elon Musk quer enviar passageiros para o Espaço já no próximo ano

O bilionário Elon Musk, também fundador da fabricante de automóveis elétricos Tesla, fez um anúncio surpreendente: quer que pôr passageiros no Espaço já em 2020. “Isto pode soar totalmente louco, mas queremos tentar entrar em órbita …

Cientistas reverteram principal sintoma da esquizofrenia em camundongos

Um medicamento que está atualmente a ser desenvolvido para tratar a leucemia reverteu (em camundongos) um sintoma de esquizofrenia anteriormente intratável: o enfraquecimento da memória de trabalho. A memória de trabalho é um processo cerebral fundamental usado …

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …