CGD aprovou uma coisa e fez outra. O resultado foram perdas de 340 milhões

Miguel A. Lopes / Lusa

António Vieira Monteiro, ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos (CGD)

O antigo vice-presidente da Caixa Geral de Depósitos (CGD), António Vieira Monteiro, garantiu no Parlamento que a operação `Boats Caravela`, que gerou perdas de 340 milhões de euros para o banco público, foi diferente daquela que foi assinada.

O actual presidente do Conselho de Administração do Santander Totta está a ser ouvido na comissão parlamentar de inquérito à recapitalização e gestão da CGD.

Vieira Monteiro disse aos deputados que, no quadro das suas responsabilidades na CGD, acompanhou a fase de preparação da operação e participou nas reuniões do Conselho de Administração em que se aprovaram as suas condições.

No entanto, aquilo que foi executado juridicamente relativamente à operação foi, segundo o gestor, distinto daquilo que foi aprovado, pelo que não se poderá pronunciar “sobre a versão final do clausulado e seus anexos”, referiu.

“Lendo-o agora, em preparação para esta audição, e comparando-o com as deliberações em Conselho de Administração que haviam fixado as suas condições, verifico que existe uma discrepância entre o que este órgão autorizou – balizando rigorosa e zelosamente o nível de risco a assumir – e o que consta das duas cláusulas do contrato, que se desviam das condições aprovadas pelo Conselho de Administração”, disse.

“A operação da maneira como estava delineada não trazia perdas“, disse Viera Monteiro aos deputados, admitindo ser “evidente que fazer, na altura, futurologia era difícil”.

O antigo vice-presidente da CGD lembrou que se tratava de “um fundo fechado” composto por activos “de primeira qualidade”, ao passo que a versão assinada do contrato, “sem que se entenda porquê”, atribui à contraparte do banco o poder de alteração discricionária da composição do fundo, podendo com isso a qualidade dos activos ser afectada e consequentemente o desempenho do contrato prejudicado.

“A fase de execução decorreu integralmente depois do início de 2000, ou seja, depois do termo do meu mandato”, acrescentou.

Vieira Monteiro admitiu à deputada do CDS Cecília Meireles que ficou “surpreendido” perante os resultados negativos “em tão pouco espaço de tempo”.

“Só vim a conhecer o contrato muito mais tarde. Não podia saber as cláusulas que levaram a esta situação”, disse o antigo responsável da CGD, garantindo que “nunca contactou com o Crédit Suisse”.

Os `Boats Caravela` foram um instrumento financeiro investido pela Caixa que implicava troca de activos, mas acabou por dar hipótese contratual à contraparte do negócio (o Credit Suisse First Boston) de colocar nos activos trocados produtos financeiros de baixa qualidade, que desvalorizaram e geraram perdas de 340 milhões de euros para o banco público.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

    • O problema é que durante décadas tivemos amadores a fazer de gestores nas maiores empresas nacionais (então empresas públicas). A TAP, a REN, a EDP, a GALP, a CGD… serviram sempre para “arrumar” os amigos e procurar condicionar a economia e alguns grupos económicos privados que não convinha saírem fora do controlo do estado. Tudo isso com o nosso dinheiro a financiar, porque na gestão reinou sempre incompetência e no acionista principal apenas existia malvadez.

  1. Palavras levas o vento. No fim de Tudo isto o povo já se apercebeu que são todos uma cambada de vigaristas e ladrões e pergunta : Quando será DEVOLVIDO o Que nos foi ROUBADO e sobre o qual estamos a PAGAR imensos IMPOstos ??

  2. Mas alguém manda alguma coisa neste país? Eu não metia nenhum deles como mulher-a-dias, não cumprem requisitos de idoneidade, competência e capacidade de trabalho. E o Estado enfia com esta gente em bancos… e depois surpreende-se com o quê?

RESPONDER

Vai ser possível ver auroras boreais a partir de um balão de ar quente

A agência Off The Map Travel vai lançar em dezembro de 2020 o primeiro balão de ar quente. O objetivo é levá-lo a ver auroras boreais do céu. As auroras boreais são já um verdadeiro espetáculo …

Nova tecnologia militar aquece as mãos em temperaturas negativas sem luvas

Cientistas do exército norte-americano criaram uma tecnologia capaz de aquecer as mãos dos soldados em baixas temperaturas sem serem necessárias luvas. Se completar uma tarefa do dia-a-dia com luvas pode revelar-se complicado, imagine-se tentar recarregar uma …

Os animais começaram a fazer sons para poderem conversar no escuro

O reino animal está cheio de diferentes vocalizações. A produção sonora apareceu há entre 100 milhões e 200 milhões de anos e a sua origem está fortemente ligada à vida no escuro. Os vertebrados são animais …

O novo líder do CDS reclama uma nova direita (e quer um partido "sexy")

Francisco Rodrigues dos Santos sagrou-se este domingo o 10º presidente do CDS, reclamando no seu discurso de vitória a herança de todos os seus antecessores, desde o fundador, Freitas do Amaral, a Assunção Cristas. O tom …

Paços 0 - 2 Benfica | “Águia” não vacila e passa pressão

O Benfica foi a Paços de Ferreira vencer por 2-0, colocando pressão sobre o FC Porto, segundo classificado, que na próxima terça-feira recebe o Gil Vicente. A formação “encarnada” foi superior na maioria dos principais momentos …

Governo reabre processo para corrigir mapa das freguesias

O Governo reabriu o processo para a correção ao mapa de freguesias, num compromisso com as associações de municípios e de freguesias, anunciou o secretário de Estado da Descentralização e Administração Local, Jorge Botelho. “Iremos retomar …

Google cria modelo de cérebro mais detalhado (e com maior resolução) de sempre

A recriação 3D do cérebro de uma mosca da fruta - que mostra 20 milhões de sinapses e 25 mil neurónios - é a que tem a maior resolução até ao momento. Uma equipa de …

Morreu Kobe Bryant, uma das maiores estrelas de sempre da NBA

Kobe Bryant, um dos maiores basquetebolistas de sempre, morreu na manhã deste domingo em Calabasas, Califórnia, num desastre de helicóptero. De acordo com a TMZ, Bryant viajava com, pelo menos, três outras pessoas num helicóptero privado, …

Há seis queixas de violência policial por semana

Em Portugal, são apresentadas em média seis queixas semanais por violência policial, escreve o semanário Expresso na sua edição deste fim-de-semana, citando os dados mais recentes da Procuradoria-Geral da República. De acordo com os números, relativos …

CRISPR tornou galinhas resistentes a um vírus comum

A técnica de edição genética CRISPR tem sido usada para tornar as galinhas resistentes a um vírus comum, uma abordagem que poderia aumentar a produção de ovos e de carne em todo o mundo. Mesmo quando …