Cerca de 8,6 mil milhões de euros saíram para offshores em 2016

Matthew Straubmuller / Flickr

Cidade do Panamá, no Panamá

Cerca de 8,6 mil milhões de euros foram transferidos para offshores no ano passado, através de quase 58,8 mil transferências, de acordo com as estatísticas publicadas esta segunda-feira pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT).

Segundo os dados divulgados no site da AT, o montante comunicado pelos bancos das transferências para paraísos fiscais em 2016 foi de cerca de 8,6 mil milhões de euros, cerca de 200 milhões abaixo dos 8,8 mil milhões de euros transferidos em 2015.

Em 2016, foram feitas quase 58,8 mil transferências para estes territórios com situação tributária mais favorável, mais quase 39,5 mil do que no ano anterior, sendo que apenas 5.700 sujeitos passivos deram ordem para estas operações.

As transferências para offshores foram feitas principalmente por empresas (num total de 3.520 empresas), responsáveis por enviar quase 8,4 mil milhões de euros para paraísos fiscais.

A Suíça é o destino do maior valor de operações em 2016: foram 3,6 mil milhões de euros que deixaram Portugal, através de pouco mais de 13 mil operações bancárias.

Seguem-se depois três países que receberam, cada um, mais de 600 milhões de euros. O Panamá foi o destino de cerca de 685 milhões de euros (cerca de 3.800 operações), seguido do Uruguai (quase 662 milhões e 2.100 operações) e a Ilha de Man (recebeu cerca de 625 milhões de euros através de cerca de 4.900 operações).

Estes números incluem sujeitos passivos não residentes em Portugal, mas que obtêm em território português rendimentos sujeitos a retenção na fonte. Na gíria, estes contribuintes têm números de identificação fiscal iniciados por 45 (particulares) e por 71 (coletivos).

Estes sujeitos passivos são responsáveis por 6,2 mil milhões de euros dos 8,6 mil milhões transferidos para offshore, o que significa que 2,4 mil milhões foi ordenada por contribuintes residentes em Portugal.

Desde maio que a AT tem de publicar anualmente as estatísticas sobre as transferências para offshore, com base no Modelo 38, declaração que os bancos têm de entregar ao Fisco e que dá conta da “informação das transferências e envio de fundos que tenham como destinatário uma entidade localizada em país, território ou região com regime de tributação privilegiada mais favorável”.

Em junho, o então secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade, introduziu alterações à Declaração de Operações Transfronteiras (o Modelo 38), obrigando a que fossem reportadas não só as transferências individuais superiores a 12.500 euros mas também as operações fracionadas que no seu conjunto excedessem aquele montante.

Segundo o Ministério das Finanças, “sem as alterações introduzidas pela portaria n.º 191/2017, de 16 de junho, teriam sido apenas comunicadas 21.006 operações, no montante total de 4,3 mil milhões de euros em relação a 2016″.

Ou seja, acrescenta o gabinete de Mário Centeno, “a ação do Governo fez com que passassem a ser reportadas à AT mais 31.788 operações, num montante de 4,3 mil milhões de euros”.

Em 2016, foram comunicadas 28.231 operações fracionadas de valor inferior a 12.500 euros e 30.563 de montante igual ou superior a esse valor.

Estas estatísticas são divulgadas tendo por base o Modelo 38, que os bancos têm de remeter ao fisco até julho. No entanto, a proposta de lei do Orçamento do Estado para 2018 (OE2018) propõe agora que os bancos o tenham de entregar mais cedo “até ao final do mês de março”.

Isto faz com que, no próximo ano, o Fisco passe a divulgar as estatísticas sobre as transferências para offshores mais cedo, em julho e não em outubro, como aconteceu este ano.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Grande tempestade de areia pode ter ditado o fim de um império da Mesopotâmia

O Império Acádio da Mesopotâmia entrou em colapso devido a uma enorme tempestade de areia, sugeriu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Hokkaido, no Japão. Em comunicado, os especialistas explicam …

Encontrado templo milenar usado em rituais pagãos de veneração da água

O local tem 3.000 anos, onde investigadores encontraram 21 sepulturas, bem como várias peças de cerâmica e anéis de cobre. O templo era usado em rituais pagãos de veneração da água. Uma equipa de arqueólogos encontrou …

Elon Musk diz que inovações da Neuralink vão conseguir curar o autismo

Musk disse que a sua empresa Neuralink iria "solucionar uma série de doenças neurológicas", entre as quais o autismo. Contudo, o autismo não é uma doença relacionada com o cérebro, mas sim uma perturbação do …

"Indivíduos desconhecidos" terão obrigado Marinha a apagar vídeo do incidente do USS Nimitz com um OVNI

Vários membros da Marinha que testemunharam o famoso Incidente do USS Nimitiz, em 2004, disseram que "indivíduos desconhecidos" apareceram depois do acontecimento e obrigaram-nos a apagar as gravações de vídeo. Em novembro de 2004, um porta-aviões …

Coreia do Norte detonou bomba atómica equivalente a 17 "Hiroshimas"

Dados de um satélite japonês revelam que a explosão de um teste nuclear na Coreia do Norte, em 2017, terá sido 17 vezes mais poderosa do que a bomba de Hiroshima. A Coreia do Norte estimou que …

Invenção financiada por Bill Gates pode invisivelmente resolver a malnutrição

Uma invenção financiada por Bill e Melinda Gates pode ser a solução para resolver o problema da malnutrição a nível mundial. O próximo passo é conseguir o apoio dos Governos locais. A malnutrição é um problema …

Com a ajuda de um radar, cientistas revelaram pegadas de mamutes e humanos pré-históricos

Espalhados pelo Monumento Nacional de White Sands, nos Estados Unidos, encontram-se os "rastos fantasma" de mamutes mortos há milhares de anos. Agora, investigadores conseguiram revelar pegadas de humanos. De acordo com o Science Alert, esta descoberta, …

A desertificação está progredir na Índia. Mas a solução pode estar no conhecimento tradicional

Quase 45% da área de Maharashtra está a transformar-se em deserto, assim como uma grande parte da Índia. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o ritmo da desertificação no país é agora …

Um dos videojogos mais famosos do mundo é acusado de propaganda anti-Rússia

Call of Duty é uma das franquias de maior sucesso na história dos videojogos, mas atualmente existem pedidos para boicotar o seu último lançamento devido à descrição de conflitos militares do jogo. Call of Duty: Modern …

Nova aplicação rastreia todos os seus passos em troca de descontos

Todas as pessoas gostam de aproveitar descontos, negócios e saldos. A Miles é uma nova aplicação que lhe oferece isso em troca de algo: a sua privacidade. A app rastreia todos os seus movimentos, disponibilizando descontos …