Há cinco anos, PSD arrasou o milagre dos números de Centeno. Agora, Centeno arrasa contas de Rio

António Cotrim / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Em 2015, as propostas do cenário de Mário Centeno tinham sido reprovadas pelos sociais-democratas. Agora, em 2019, o ministro das Finanças critica a redução da despesa do cenário macroeconómico do PSD.

Em 2015, António Costa pediu a um grupo de peritos, liderado por Mário Centeno, para preparar uma agenda, designada Uma Década para Portugal, que serviria de base ao programa do Partido Socialista nas eleições que teriam lugar em outubro. O PSD criticou, considerando-o irrealista, fez 29 perguntas e queria, inclusivamente, que a UTAO avaliasse aquelas contas.

Quatro anos depois, com o PSD na oposição, o cenário repete-se (mas invertido). O líder social-democrata, Rui Rio, apresentou o seu cenário macroeconómico que estará na raiz do seu programa eleitoral. Mário Centeno criticou-o.

Este sábado, em entrevista ao jornal Público, o ministro das Finanças afirmou que as medidas do PSD não são razoáveis. “Não vejo uma dificuldade significativa no cenário macro apresentado pelo PSD desse ponto de vista. Já a mesma coisa não penso em relação à sua razoabilidade orçamental, onde, do pouco que sabemos daquele programa, me parece que falha ali quase tudo.”

“Sabemos que a receita fiscal vai cair quando comparando com todos os outros cenários. E depois há ali o habitual milagre do corte da despesa que levanta algumas dúvidas, em particular no que diz respeito aos consumos intermédios. Aquelas despesas que estão previstas no programa do PSD não me parece que cheguem para dar resposta a essas obrigações”, considera.

Em 2015, as despesas do programa de Centeno foram, da mesma forma, criticadas pelo PSD, uma vez que, segundo a oposição, eram tais que não permitiriam respeitar as regras orçamentais europeias.

Segundo o Expresso, o então porta-voz do partido quis respostas, e decidiu enviar 29 perguntas ao PS. Devolver os cortes salariais na Função Pública de forma mais acelerada e eliminar a sobretaxa do IRS, a par da descida do IVA na restauração para 13% faziam parte do leque de propostas apresentado pelos peritos chamados pelo PS. Antecipava-se um crescimento médio de 2,6% ao ano, com a chegada a um défice de 0,9% em 2019.

Na altura, o líder Pedro Passos Coelho queria que a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) fizesse uma avaliação às propostas do PS. ““Gastar o que não temos porque, no futuro, outros pagarão a conta”, reprovou o deputado José Matos Correia, na altura vice-presidente do PSD. “Não é uma alternativa real, é uma pseudo-alternativa.”

O próprio primeiro-ministro de então deixou críticas à política proposta. “É correr o risco de ainda ter mais défice e mais dívida, porque milagrosamente o que nunca ninguém resolveu em parte nenhuma do mundo, o PS vai aqui resolver, que é pôr a economia a crescer sem criar dívida, distribuindo dinheiro por toda a gente. Quem é que acredita nisto?.”

Naquele ano, numa entrevista ao Jornal de Negócios, Centeno afirmou que não há milagres. “Nada do que aqui está tenta transformar milagrosamente a economia portuguesa. Não há aqui nenhuma promessa vã nesse sentido.”

Agora, em 2019, o cenário inverte-se: Mário Centeno considera que é do PSD que vêm milagres – “o habitual milagre do corte da despesa”.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Promessa do kostinha, igual à do RR:

    Costa promete cortes nos impostos e não chantageia portugueses para pedir maioria absoluta
    Resposta chega? Ou é preciso mais?

    • É preciso é menos. A comparação é entre os comentários do PSD Às contas do programa do PS de 2015 e os comentários de Centeno ao programa de 2019 do PSD. Ir buscar que o Costa pediu (sem rodeios) maioria absoluta, nem vem a propósito. Não tem nada a ver com críticas a contas.

      • Mas lá que o Costa (entre muitas outras promessas nunca cumpridas) disse que desceria o ISP no caso do preço do barril subir no mercado internacional, lá isso disse!

RESPONDER

Trump diz que diretrizes mais rigorosas para aprovação de vacina são “jogada política”

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, esta quarta-feira, que a Casa Branca “pode ou não” aprovar novas directrizes da Food and Drug Administration. As novas diretrizes para aprovação de vacina contra a covid-19 exigem …

Maduro insta ONU a criar fundo que garanta alimentos e medicamentos

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs que a Organização das Nações Unidas (ONU) crie um fundo rotativo de compras públicas para garantir o acesso a alimentos e a produtos de saúde, financiado com recursos …

Mais três mortes e 691 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 691 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …

2 em 1. Ryanair está a oferecer um voo na compra de outro (e é só hoje)

Já estava com saudades de viajar e conhecer novos países? A Ryanair não quer que lhe falte nada. A companhia aérea low cost lança uma promoção “inédita” e garante uma oferta 2 em 1. As …

Autarca de Almada diz que declarações sobre Bairro Amarelo foram descontextualizadas

A presidente da Câmara de Almada disse esta quarta-feira que as suas afirmações sobre o Bairro Amarelo surgiram em resposta a uma pergunta feita pelo Bloco de Esquerda (BE), considerando que foram descontextualizadas devido …

Vendas tardam em recuperar. Empresas pouco preparadas para mudanças

Um estudo do Banco de Portugal (BdP), publicado na quarta-feira, revelou que as empresas enfrentam um "cenário de recuperação muito gradual" do volume de negócios para níveis anteriores à pandemia e poucas estão preparadas para …

Hospital de Lisboa deixou entrar pessoas sem máscara

O Hospital da Luz, em Lisboa, permitiu a entrar e circulação de pessoas sem máscara dentro das instalações. O hospital garante que foi um "erro humano" e que não voltará a acontecer. A Rádio Renascença escreve, …

A Estação Espacial Internacional moveu-se para evitar uma colisão

Esta terça-feira, a Estação Espacial Internacional realizou uma "manobra de evasão" para evitar ser atingida por um pedaço de lixo espacial. Controladores de voo russos e norte-americanos terão trabalhado em conjunto para mover a Estação Espacial …

Professor de Direito que ataca feminismo está a ser julgado por violência doméstica

Francisco Aguilar, professor na Faculdade de Direito de Lisboa, está a causar polémica devido a conduta que escolhe para dar as suas aulas. O professor que leciona algumas cadeiras do mestrado em Direito, aproveita as …

Ministério da Educação não revela o número de casos em escolas desde o início do ano letivo

Numa altura em que muitas turmas de várias escolas do país tiveram de voltar ao ensino à distância, devido ao surgimento de infeções, o Ministério da Educação não revela quantos alunos, discentes ou docentes ficaram …