Edifício Transparente, discoteca Kasa e centenas de casas junto ao mar vão ser demolidas

Hugo Cadavez / Flickr

O Edifício Transparente, em Matosinhos, é uma das construções que a Agência do Ambiente quer demolir

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) quer demolir o Edifício Transparente, no Porto, e outros 33 edifícios na orla costeira entre Caminha e Espinho. O plano determina ainda a retirada de centenas de habitações construídas nas dunas.

O plano, revelado esta quarta-feira pelo Jornal de Notícias, prevê a demolição do Edifício Transparente, construído em frente ao mar, na Praia Internacional. O prédio, propriedade da Câmara do Porto, custou 7,5 milhões de euros e foi construído durante a Capital Europeia da Cultura, em 2001, com projeto do arquiteto catalão Solà-Morales.

Concessionado à empresa Hottrade até 2024, este é apenas uma numa lista em que figuram 34 edifícios, sobretudo de restauração, e centenas de casas de 14 núcleos habitacionais, sete dos quais de origem piscatória.

O novo Plano da Orla Costeira Caminha-Espinho limita ou proíbe a construção de habitações em frente ao mar e prevê o recuo planeado de 14 aglomerados, dos quais 12 estão em “áreas críticas” em termos de exposição a fenómenos extremos e ao risco de erosão e de inundações.

Entre as centenas de casas que a APA quer ver destruídas, estão as que foram construídas ilegalmente em cima das dunas nas praias da Amorosa, Pedra Alta (Viana do Castelo), Pedrinhas, Cedovém, Suave Mar, Ofir Sul (Esposende), Aver-o-Mar (Póvoa do Varzim), Congreira, Mindelo, Pucinho (Vila do Conde), Marreco (Matosinhos), Madalena, Valadares (Gaia) e Paranhos (Espinho).

Além do edifício Transparente, a proposta prevê a demolição de edifícios como o miradouro nas Caxinas (Vila do Conde), a Esplanada do Carvalhido (Póvoa de Varzim), o restaurante Pizza Hut Foz e a discoteca Kasa da Praia (Porto).

A proposta determina que sejam traçados planos de retirada e calculados os custos permitindo a deslocação faseada, quando os custos se tornarem excessivos ou surjam casos pontuais de oportunidade nessa localização.

Os nove municípios abrangidos deram parecer negativo ao novo plano, mas a proposta foi aprovada e avança para consulta pública na próxima semana. O plano identificou 46 áreas críticas ao longo dos 122 quilómetros de costa entre Caminha e Espinho.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Este “estudo” da APA é a coisa mais imbecil que eu já vi. Provavelmente foi feito por alguém que sem sair do gabinete, pegou no mapa, na régua, no lápis e no Google Maps e aí vai disto. Tão idiota, mas tão idiota, que enquanto sugere a demolição de equipamentos que não correm qualquer tipo de risco devido à morfologia do terreno e à geografia oceânica própria, apenas porque estão no alinhamente costeiro que estabeceram sem critério aparente, esquece outros que correm sérios riscos há anos, como é o caso das 2 torres de Ofir construídas praticamente sobre a praia. Enfim. Sinceramente, acho que o Ministro do Ambiente deveria era demolir os autores do “estudo”. Parece que não há mais onde gastar dinheiro.

  2. As Câmaras estão contra porque durante décadas receberam por fora para fecharem os olhos a isto. Se os donos das casas começam a velas cair, é só uma questão de tempo até alguém dar com a língua nos dentes a dizer quem recebia para deixar estas coisas passarem.

    Existe a lei. O que cumpre deve ficar. O que não cumpre deve ir. Metam os arquitectos e as câmaras nos tribunais se foram enganados com uma casa que ia ficar ilegal.
    Se já sabia quando fez o negócio, temos pena mas tem de assumir as responsabilidades.

  3. Não pode construir próximo a uma auto estrada a menos de 100 metros por que raio aparece imoveis recentes a Beira Mar, para uns tudo é possível, para outros nem pensar.
    Inventaram o PDM pois bem, cumpram a Lei custe a quem custar.

Responder a Bia Cancelar resposta

Professor detido por violar aluna menor dentro de escola em Faro

Um professor de 55 anos foi detido, nesta quarta-feira, por suspeitas de ter violado uma aluna de 14 anos no interior de uma escola do concelho de Vila Real de Santo António, no distrito de …

Governo vira-se para Rio para mudar a lei e garantir o novo aeroporto

O Governo está a preparar uma alteração à Lei para evitar que o projecto do novo aeroporto do Montijo seja chumbado. Uma medida que passará, necessariamente, pela necessidade de um entendimento entre PS e PSD …

"Entretenimento saudável". Santa Casa desvaloriza estudo sobre raspadinhas

O Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa desvalorizou a investigação da Universidade do Minho que aponta para o vício das raspadinhas. Esta sexta-feira, um artigo científico publicado na The Lancet alertou para …

"Diga-lhe para ligar ao FBI". Autocarro com a cara do príncipe André circula em Londres

Um autocarro escolar, com a cara do príncipe André, andou a circular por Londres, esta sexta-feira, numa campanha da advogada Gloria Allred para pressionar o filho da Rainha a falar com o FBI. Esta sexta-feira, um autocarro …

Suspeito de terrorismo ouvido em tribunal (com o juiz a recusar ver os seus vídeos por não ter Internet)

O arguido Rómulo Costa, um dos oito portugueses acusados por financiamento ao terrorismo e recrutamento, adesão e apoio ao Estado Islâmico, foi interrogado, esta sexta-feira, na fase de instrução do processo que vai decorrer no …

FC Porto recorre do castigo de um jogo à porta fechada

O FC Porto vai recorrer do castigo de um jogo à porta fechada, aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por ofensa a um agente desportivo. "O FC Porto vai recorrer …

Moita Flores investigado por corrupção. Antigo PJ fala em "coincidência" com empréstimo aos filhos

Francisco Moita Flores, antigo inspector da Polícia Judiciária e ex-presidente da Câmara de Santarém, está a ser investigado por suspeitas de corrupção. Há transferências de dinheiro de uma construtora para empresas a que esteve ligado …

SOS Animal vai constituir-se assistente no processo contra João Moura

A SOS Animal anunciou, esta sexta-feira, que se vai constituir assistente no processo criminal contra o cavaleiro tauromáquico detido, na quarta-feira, por suspeitas de maus-tratos a cães em Monforte, no distrito de Portalegre. Em comunicado, a SOS …

SMS de Rangel revelam teia de corrupção na Relação de Lisboa. Juiz Vaz das Neves tem empresa contra a lei

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, Luís Vaz das Neves, que foi constituído arguido na Operação Lex, tem uma empresa que se dedica à arbitragem extrajudicial de conflitos, o que constitui uma violação …

Presidente da PwC esteve em Lisboa para controlar danos do Luanda Leaks

O presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC) esteve em Lisboa, há duas semanas, para controlar os danos provocados pelo caso Luanda Leaks. Bob Moritz, presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC), esteve em Lisboa, há duas semanas, para perceber até …