CDS termina Congresso em Lamego com eleição de novos órgãos nacionais

Estela Silva / Lusa

O 27.º Congresso do CDS-PP termina hoje com a eleição dos órgãos nacionais, incluindo a direção da presidente do partido, Assunção Cristas, cuja moção global foi aprovada na madrugada de domingo.

A nova Comissão Executiva do CDS-PP, o núcleo duro da direção, será composta por um terço de mulheres e terá como novidades a médica e deputada Isabel Galriça Neto, a doutoranda Graça Canto Moniz e a professora universitária Raquel Vaz Pinto.

Como vice-presidentes, Assunção Cristas mantém Nuno Melo, Adolfo Mesquita Nunes e Cecília Meireles.

João Rebelo, que será o novo coordenador autárquico, Nuno Magalhães, líder parlamentar, Pedro Morais Soares, secretário-geral, Álvaro Castelo Branco, Domingos Doutel, Filipe Anacoreta Correia e Ana Rita Bessa mantêm-se igualmente na Comissão Executiva.

O antigo líder parlamentar do CDS-PP António Lobo Xavier volta a encabeçar a lista de Assunção Cristas ao Conselho Nacional do partido.

Ao Conselho Nacional, o órgão máximo do partido entre Congressos, concorrerão duas listas alternativas à da direção: uma encabeçada por Filipe Lobo d’Ávila e outra por Abel Matos Santos, porta-voz da tendência Esperança em Movimento (TEM).

O primeiro dia de trabalhos ficou marcado por uma homenagem ao antigo presidente do CDS Adriano Moreira e pelo anúncio de que o eurodeputado Nuno Melo será o cabeça de lista do partido às eleições europeias do próximo ano.

O posicionamento do CDS-PP foi um dos temas que atravessou muitas das intervenções, com Assunção Cristas a frisar, no seu discurso inicial, que “a doutrina não se proclama”, “põe-se em ação” e assegurando que o partido mantém “a democracia-cristã como eixo da roda”.

No seu primeiro discurso, Assunção Cristas anunciou ainda que o partido vai, mais uma vez, forçar uma votação no parlamento do Programa de Estabilidade e que o grupo de trabalho que fará o programa eleitoral do partido – coordenado por Adolfo Mesquita Nunes – integrará dois independentes, o poeta e ensaísta Pedro Mexia, que é consultor do Presidente da República para a cultura, e Nádia Piazza, da associação das vítimas do incêndio de Pedrógão Grande.

Filipe Lobo d’Ávila, que tem sido uma das poucas vozes críticas da estratégia da líder, anunciou que irá deixar o parlamento em breve, mas assegurou que não haverá cisões, nem dissidências.

O PSD perpassou também em muitas das intervenções, com a esmagadora maioria dos congressistas a concordarem com a estratégia de Assunção Cristas – listas próprias nas europeias e legislativas – e alguns até a apontá-la como a próxima “primeira-ministra”.

O presidente do PSD, Rui Rio, vai marcar presença na sessão de encerramento do 27.º Congresso do CDS-PP, tal como Assunção Cristas fez na reunião magna dos sociais-democratas, há três semanas.

A secretária-geral adjunta do PS, Ana Catarina Mendes, vai liderar a delegação dos socialistas presente na sessão de encerramento do Congresso, enquanto o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Pedro Nuno Santos, representará o Governo.

Em relação às restantes forças políticas de esquerda, como habitualmente, PCP e BE não estarão na reunião magna dos centristas, enquanto o Partido Ecologista “Os Verdes” e o PAN irão marcar presença.

O primeiro dia de trabalhos terminou cerca das 04:00, depois de ter sido rejeitado um requerimento para encurtar os trabalhos, com os representantes da Juventude Popular a dominarem as intervenções a partir da meia-noite.

Direção de Cristas eleita com menos de 90% e perde três lugares no Conselho Nacional

A comissão política da líder do CDS-PP, Assunção Cristas, foi hoje eleita com 89,2% dos votos, menos do que no último Congresso, e perdeu três lugares no Conselho Nacional.

Há dois anos, a direção de Assunção Cristas tinha sido eleita com 95,59% dos votos.

A lista da direção ao Conselho Nacional, encabeçada por António Lobo Xavier, conseguiu 51 dos 70 lugares (72,8%), enquanto a lista liderada por Filipe Lobo D’ Ávila elegeu 13 conselheiros (18,5%) e a da Tendência Esperança em Movimento (TEM), cujo primeiro nome é Abel Matos Santos, seis (8,5%).

No anterior Congresso, em Gondomar (Porto), havia apenas duas listas concorrentes ao Conselho Nacional: a de Assunção Cristas, que conseguiu 54 lugares (75,48%), e a de Filipe Lobo D’Ávila que alcançou 23,08%, correspondente a 16 lugares, menos três do que elegeu neste Congresso.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Família de George Floyd apresenta queixa-crime contra Minneapolis

A família de George Floyd apresentou esta quarta-feira uma queixa-crime contra o município de Minneapolis e contra quatro polícias pela responsabilidade na morte do afro-americano às mãos da polícia, em maio, anunciaram os advogados. "Não foi …

UE reduz lista de países para reabrir fronteiras e mantém EUA e Brasil de fora

Os Estados-membros da União Europeia (UE) atualizaram, esta quinta-feira, a lista de países aos quais reabrem as fronteiras externas, mantendo de fora os Estados Unidos e o Brasil. "Na sequência da primeira revisão ao abrigo da …

24 horas depois, estátua de manifestante antirracismo em Bristol foi removida

A estátua de uma manifestante do movimento Black Lives Matter, erguida, esta quarta-feira, na cidade de Bristol, no Reino Unido, já foi removida. De acordo com o jornal The Guardian, 24 horas depois de ter sido …

Advogados continuam luta para manter declarações fiscais de Trump em segredo

Depois de o Supremo Tribunal ter determinado que os procuradores nova-iorquinos podem ter acesso às declarações de impostos do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, os seus advogados informaram na quarta-feira que estavam a considerar …

EUA negam vistos a funcionários da Huawei que apoiem "violadores de direitos humanos"

Esta quarta-feira, o Governo norte-americano que vai impor restrições nos vistos a funcionários da Huawei e a outras empresas que os Estados Unidos vejam como apoiantes de Governos violadores de direitos humanos. Além das restrições, o …

Ventilador produzido em Portugal recebe autorização de utilização do Infarmed

O ventilador Atena, produzido em Portugal, recebeu, na terça-feira, a autorização do Infarmed para o seu uso em contexto hospitalar na luta contra a covid-19. Esta quarta-feira, numa publicação na sua página de Facebook, o CEiiA …

American Airlines avisa 25 mil trabalhadores que podem perder emprego

Os dirigentes da American Airlines escreveram a cerca de 25 mil trabalhadores da transportadora aérea para lhes comunicar que o seu emprego pode desaparecer em outubro. Os dirigentes das Companhias de aviação dos Estados Unidos admitiram …

Trump substitui diretor de campanha a menos de quatro meses das eleições

O Presidente dos Estados Unidos substituiu, esta quarta-feira, o seu diretor de campanha, perante os maus resultados nas sondagens, a menos de quatro meses das eleições. "Tenho o prazer de anunciar que Bill Stepien foi promovido …

Bristol acordou com uma nova estátua. Manifestante antirracismo substitui comerciante de escravos

Bristol acordou com uma nova estátua. Um artista britânico ergueu uma estátua de uma manifestante do movimento ‘Black Lives Matter’ no topo do pedestal na cidade inglesa antes ocupado pela estátua de um comerciante de …

Enfermeira norte-americana matou sete doentes num hospital de veteranos com injeções de insulina

Uma enfermeira num hospital de veteranos norte-americanos matou deliberadamente pelo menos sete doentes com injeções de insulina. A mulher, que admitiu o crime, deverá ser condenada a sete penas de prisão perpétua, mais 20 anos …