CDS pede ao Governo “um plano de desconfinamento controlado, à inglesa”

Tiago Petinga / Lusa

O líder do CDS/PP, Francisco Rodrigues dos Santos

Francisco Rodrigues dos Santos quer que o Executivo apresente um plano de desconfinamento que permita a retoma da atividade de alguns setores.

Esta sexta-feira, o presidente do CDS-PP insistiu na necessidade de o Governo apresentar um plano de desconfinamento que permita a retoma da atividade de alguns setores, e pediu que, caso isso não aconteça, sejam reforçados os apoios.

“O Governo está a atravessar um período de uma gritante insensibilidade social para vários setores de profissionais” e “este setor de cuidados de beleza emprega direta ou indiretamente cerca de 300 mil” pessoas, afirmou Francisco Rodrigues dos Santos, em declarações aos jornalistas, no final de um encontro com barbeiros, no Seixal, Setúbal.

O líder centrista quer que o Governo apresente “um plano de desconfinamento controlado, à inglesa“, que defina “para os próximos três meses as regras que vão ser aplicadas em cada setor de atividade”, e dê “previsibilidade, segurança e esperança a estas pessoas que estão a enfrentar verdadeiros dramas pessoais” porque “não têm rendimentos para pagar as suas despesas”.

“Ou o Governo apresenta um plano de desconfinamento que lhes permita [aos barbeiros, cabeleireiros e esteticistas] retomar a sua atividade em termos controlados e com regras claras, ou tem que dar uma justa compensação por terem a sua atividade paralisada, coisa que hoje não está a acontecer”, defendeu o presidente do CDS, pedindo o reforço dos “apoios a fundo perdido para ajudar estes microempresários”.

Rodrigues dos Santos considerou que os apoios atuais por parte do Estado “são insuficientes, altamente burocráticos, não estão a chegar à economia e os principais programas estão esgotados”.

“Neste momento não há plano nenhum, isto é grave. As pessoas continuam na incerteza, na insegurança e não têm dinheiro para pagar as suas despesas nem para, muitas vezes, alimentar a sua própria família”, alertou o líder centrista, defendendo que “se o Governo obriga os portugueses a não trabalhar, tem que lhes dar uma justa recompensação para ter uma vida familiar capaz de dar comida aos seus filhos, honrar os seus compromissos e ter como pagar as suas despesas”.

Francisco Rodrigues dos Santos defendeu também que “se as regras forem claras, se houver um plano que preveja um desconfinamento controlado, se o Governo tiver uma mensagem coerente para apresentar aos portugueses, se testar massivamente e se reforçar os rastreadores para interromper os contágios”, Portugal poderá ficar “em condições de ter um desconfinamento como tiveram outros países e que têm a sua situação pandémica controlada”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. É de lamentar que os nossos políticos em vez de apresentarem soluções tenham de ir copiar o que outros Países fazem para propor que se faça o mesmo em Portugal, pensar dá trabalho e os nossos políticos são alérgicos ao trabalho por isso não pensam copiam, como é tão fácil em Portugal ser político.

RESPONDER

Uniforme da II Guerra Mundial encontrado num pacote "cheio de história"

Um uniforme de piloto da Força Aérea Real (RAF), usado na II Guerra Mundial, foi descoberto embrulhado num pacote feito de folhas de jornais e vai agora a leilão. De acordo com a cadeia televisiva CNN, …

Primeiro motociclo voador do mundo pode alcançar uma velocidade de quase 490 km/h

A empresa Jetpack Aviation concluiu os testes referentes ao projeto Speeder, para o desenvolvimento de uma aeronave que faz descolagens e aterragens na vertical. Segundo a companhia, o veículo, que se assemelha a um motociclo, …

Scarlett Johansson processa Disney por estreia de "Viúva Negra" no streaming

A atriz norte-americana processou a Disney, esta quinta-feira, por violação do contrato, na sequência do lançamento digital do filme "Black Widow" na plataforma de streaming, adiantando que o seu salário estava dependente das receitas de …

Incidente com módulo russo fez EEI mudar de posição

A Estação Espacial Internacional (EEI) perdeu, esta quinta-feira, o controlo de orientação e saiu da posição configurada, na sequência de um incidente com o módulo russo Nauka. A situação, que se prolongou durante 47 minutos, aconteceu …

Relatório dos CDC indica que variante Delta é tão contagiosa como a varicela

Um relatório interno dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos indica que a variante Delta é tão contagiosa como a varicela. O jornal Washington Post teve acesso a este relatório interno …

Task force concorda que número de mortos e internados vacinados seja divulgado

A sugestão apresentada pelo presidente da Assembleia da República, de se divulgar os dados da vacinação nos internamentos e óbitos por covid-19, "é muito sensata", defendeu o coordenador da task force do plano de vacinação. Em …

Lucro da CGD sobe 18% para 294 milhões de euros no primeiro semestre

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) registou 294 milhões de euros de lucro no primeiro semestre, mais 18% do que no período homólogo, foi anunciado esta sexta-feira. "A Caixa Geral de Depósitos registou 294 milhões de …

Acordar uma hora mais cedo diminui (muito) o risco de depressão

Estudo envolveu mais de 800 mil pessoas. Risco de cair em depressão desce 23%. Um estudo recente indica que, se uma pessoa se levantar uma hora mais cedo do que o habitual, o risco de cair …

Adeptos no Dragão: acabou o "enorme vazio no coração do FC Porto"

O Estádio do Dragão vai voltar a ter pessoas nas bancadas em jogos do FC Porto, 17 meses depois. O regresso vai acontecer na estreia na I Liga, contra o Belenenses SAD, e o clube …

México planeia libertar milhares de reclusos idosos ou que foram torturados

O Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse nesta quinta-feira que vai libertar por decreto reclusos detidos em circunstâncias especiais, como os que foram torturados, os maiores de 75 anos e os que estão …