CDS quer licença de parentalidade de um ano e que possa abranger avós

José Sena Goulão / EPA

A líder do CDS-PP, Assunção Cristas

A presidente do CDS-PP anunciou que o partido vai incluir no programa eleitoral para as legislativas uma proposta para que a licença de parentalidade seja alargada para um ano e que possa abranger também os avós.

Em entrevista ao Diário de Noticias e à TSF, Assunção Cristas lembrou que o partido propôs nesta legislatura “o alargamento da licença de parentalidade para 210 dias”, proposta que foi rejeitada.

“Nós agora propomos passar para um ano. É o que acontece nos países nórdicos, isso é o que acontece nos países com melhores índices de fecundidade, e por isso entendemos que deve ser um ano, obviamente uma parte inicial para mãe, o resto com flexibilidade entre pai e mãe”, explicou.

Questionado sobre o pagamento durante esse período, Assunção remeteu para mais tarde. “Isso depois veremos. A nossa ideia pode não ser os 100% mas que seja próximo — 80 ou 90%, com incentivos para poder ser repartido entre o pai e a mãe, eu acho que isso é um aspeto positivo”, declarou.

A proposta dos centristas vai trazer também “uma novidade” mas “que o CDS defende há muito tempo” e que passa por alargar aos avós a possibilidade de também poderem “gozar uma parte da licença”, a “partir de dada altura”.

Na ótica da presidente do CDS-PP, esta medida trará uma “grande vantagem para as crianças, até do ponto de vista da saúde” e “flexibilidade para que as famílias se possam organizar”.

Apontando que existe em Portugal “uma grande dificuldade de creches”, Cristas advogou que “se uma criança poder ficar um ano em casa, está certamente mais protegida”.

Nesta entrevista, a presidente dos centristas falou também sobre os últimos quatro anos e apontou que “a oposição é muito desgastante e é muito dura” e, por isso, “há momentos mais altos e momentos mais baixos, há momentos melhores e momentos piores”.

Notando que os centristas “muitas vezes” ficaram “sozinhos a fazer oposição”, Cristas salientou que “isso desgasta, como é evidente”.

“Se não fosse o CDS, este Governo era o único que ficaria para a história democrática sem uma moção de censura. Todos os anos fomos nós que liderámos, se quiserem, essa alternativa de visão com a questão dos impostos, alterações climáticas, competitividade das empresas, demografia, saúde”, assinalou, indicando que estas são propostas que vão fazer parte do programa eleitoral.

Sobre as próximas eleições, a líder vincou que “este é o momento para explicar às pessoas” porque “faz sentido votarem no CDS”.

Falando sobre a proposta do líder da Aliança, Santana Lopes, para conversarem e tentar travar o avanço da esquerda, Cristas salientou que “o CDS sabe que está sempre disponível para conversar com toda a gente“.

“Do lado do CDS sempre houve toda a disponibilidade para conversar e convergir. Agora também lhe vou dizer não sinto grande abertura, ou não senti nenhum sinal da parte do maior partido para se poder ter alguma solução pré-eleitoral”, apontou.

A líder do CDS-PP defendeu também que o PSD é o partido com o qual os centristas se podem “entender” pois não têm “outra alternativa de parceiro”, e o “país precisa de uma alternativa clara”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Criança com anemia aplástica grave submetido a transplante inédito em Portugal

Um menino de quatro anos com anemia aplástica grave foi submetido a um transplante com células estaminais de sangue do próprio cordão umbilical, um tratamento inédito em Portugal realizado no Instituto Português de Oncologia (IPO) …

Renováveis baixaram fatura da luz em 2,4 mil milhões na última década

A produção de eletricidade a partir de fontes renováveis permitiu ao sistema elétrico português acumular uma poupança de 2,4 mil milhões de euros ao longo dos últimos 10 anos. Esta é a principal conclusão de um …

Constitucional chumba barrigas de aluguer pela segunda vez

O Tribunal Constitucional chumbou, esta quarta-feira, pela segunda vez, o diploma do Parlamento sobre gestação de substituição, depois de um chumbo no ano passado. O BE apresentou uma proposta em que se previa "que a gestante …

Furacão Humberto ganha força a caminho das Bermudas

O furacão Humberto aumentou de intensidade nas últimas horas e atingiu a categoria 3 a caminho das Bermudas, informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC) nesta quarta-feira. O terceiro furacão da temporada no Atlântico, …

Brasil é o país lusófono com mais refugiados. Já Portugal tem as maiores remessas dos emigrantes

Um relatório das Nações Unidas (ONU) revelou que o Brasil é o país lusófono que acolhe mais refugiados, Portugal é o que recebe mais remessas dos emigrantes e Moçambique teve o maior aumento de estrangeiros …

Ryanair deixa de voar entre Porto e Lisboa em outubro (mas fica com base mais reduzida em Faro)

A transportadora aérea irlandesa Ryanair vai deixar de voar entre Porto e Lisboa a partir de 25 de outubro devido a “razões comerciais”. A confirmação foi dada pela empresa ao Jornal de Notícias. Em abril, a …

Frente-a-frente entre Costa e Rio teve menos 633 mil espectadores do que o debate entre Costa e Passos em 2015

O frente-a-frente entre António Costa e Rui Rio, os líderes dos dois maiores partidos, teve menos audiência do que o confronto de há quatro anos, entre António Costa e Pedro Passos Coelho. Cerca de de …

EDP condenada a multa de 48 milhões por abuso de posição dominante na produção de energia

A Autoridade da Concorrência (AdC) condenou a EDP por abuso de posição dominante. A coima de 48 milhões de euros foi aplicada à EDP Produção por manipular a oferta de serviços de sistema que regula …

Há sete anos que a média de secundário dos colocados no Ensino Superior não era tão alta

Há sete anos que a média de secundário dos colocados no ensino superior não era tão alta. Relativamente aos alunos de cursos científico-humanísticos, a média dos colocados tem vindo a aumentar desde 2015, tendo atingido …

Futebolistas internacionais russos Kokorin e Mamayev saíram da prisão

Pavel Mamayev e Alexander Kokorin foram detidos depois de atacarem dois homens, um responsável do governo, num estacionamento de um hotel, e um outro num café. Deixam a prisão por "bom comportamento". Os futebolistas internacionais russos …