Sucesso do desconfinamento dependerá de mais testes e rastreadores, diz CDS-PP

José Sena Goulão / Lusa

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, considerou esta segunda-feira que o êxito do desconfinamento vai depender de maior testagem às infeções pelo novo coronavírus e do reforço dos rastreadores, alertando que o país poderá voltar a confinar.

“O desconfinamento só será bem sucedido sem avanços e recuos se for acompanhado por uma estratégia massiva de testagem e por um controlo sanitário ao nível do reforço das equipas dos rastreadores”, defendeu o presidente do CDS-PP, citado pela agência Lusa.

Francisco Rodrigues dos Santos falava aos jornalistas na sede do partido, em Lisboa, no final de uma reunião com o Fórum para a Competitividade, tendo sido questionado sobre o plano de desconfinamento apresentado pelo Governo na quinta-feira.

“Parece-me evidente que sem uma estratégia de testagem massificada, que ainda não sabemos se está implementada, porque o Governo do pé para o mão disse que ia abrir a nossa economia gradualmente e nomeadamente as escolas, e sem reforço das equipas de rastreadores, estamos a criar uma ilusão aos portugueses de que vão poder desconfinar mas não o farão em segurança”, salientou.

Na ótica de Francisco Rodrigues dos Santos, se o desconfinamento não acontecer “em termos verdadeiramente controlados do ponto de vista sanitário, o país vai andar aos avanços e aos recuos, o que significará uma vez mais a falta de planeamento e de previsão que mais tarde terá uma fatura e uma consequência que é provavelmente teremos que voltar a confinar se estas situações não forem devidamente acauteladas”.

“É importante perceber se o Governo, na altura em que está a planear o desconfinamento, prevê a implementação massiva desta estratégia de testagem porque se não formos capazes de o fazer, testando o maior número de portugueses possível, vamos ser incapazes de identificar aqueles que estão infetados, vamos ser incapazes de travar as cadeias de contágio e daqui a um tempo vai ter novamente de utilizar uma bomba atómica que serão os confinamentos, porque o Governo foi incapaz de prever e de planear”, insistiu o líder centrista, apontando que o número de testes realizados tem “vindo a descer”.

O CDS também quer saber “quantos novos rastreadores tem neste momento o país”, salientando que o CDS tem pedido e o Governo tem prometido “reforçar estas equipas de rastreadores de saúde pública” mas continua-se “a demorar em média seis dias a contactar todas as pessoas que estiveram em contacto com os infetados, e 80% dos infetados não sabem como é que contraíram a doença”.

Francisco Rodrigues dos Santos questionou igualmente se as escolas estão preparadas “para testar massivamente” a comunidade escolar, como foi anunciado, e insistiu que é necessário um “controlo sanitário nas fronteiras”, para “impedir a entrada daqueles que estão infetados”.

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou na quinta-feira o plano de desconfinamento, que disse ser “a conta-gotas”. Esta segunda-feira reabriram creches, ensino pré-escolar, escolas do primeiro ciclo de ensino e as atividades de tempos livres para as mesmas idades, o comércio ao postigo e estabelecimentos de estética.

O plano prevê novas fases de reabertura a 05 e 19 de abril e a 03 de maio, mas as medidas podem ser revistas sempre que Portugal ultrapassar os “120 novos casos por dia por 100 mil habitantes a 14 dias” ou que o índice de transmissibilidade (Rt) do vírus SARS-CoV-2 ultrapasse 1.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Dispositivo vestível impresso a 3D não precisa de ser carregado

Um grupo de especialistas desenvolveu um dispositivo vestível a que chamaram “dispositivo biossimbiótico”, que conta com vários benefícios. O novo dispositivo é impresso em 3D, personalizado e baseado em análises corporais dos utilizadores e ainda pode …

Microsoft encerra o LinkedIn na China devido às restrições locais

A Microsoft informou esta quinta-feira que irá encerrar a rede profissional LinkedIn na China até ao final do ano, justificando a decisão com a existência de um "ambiente operacional difícil", segundo a agência France-Presse (AFP). O …

Ceni anunciado mas adeptos avisam: "Só será treinador se falar connosco antes"

Mudança de treinador no São Paulo: saiu Crespo e regressou a "lenda" do clube, Ceni. Mas há palavras que não se esquecem... Mais uma mudança de equipa técnica no Brasileirão. Desta vez no São Paulo, que …

No Japão, milhares de idosos morrem sozinhos. Agora, um sistema ajuda na deteção de cadáveres nas casas

Monitorização dos edifícios permite perceber se há movimento dos ocupantes dentro das casas. Desta forma, é mais fácil evitar que corpos em decomposição permanecem no local ao longo de muito tempo. O Japão é um dos …

"Nunca tive tanto medo na minha vida". Ruth estava a dormir quando meteorito lhe caiu na cama

A mulher ficou assustada com o incidente, mas acabou por sair ilesa. Agora, pretende recuperar dos danos causados e admite que quer conservar a pedra. Parece ficção, mas a história aconteceu na cidade de Golden, no …

Corrida ao peru de Natal. Britânicos temem não ter a iguaria na mesa - e a culpa é do Brexit

No Reino Unido, há falta de mão de obra na agricultura e a criação de perus está a ser uma das áreas mais afetadas. Procura da iguaria natalícia já aumentou. Na quinta "Flower Farm", no coração …

Paulo Rangel vai candidatar-se à liderança do PSD "independentemente de qualquer calendário"

O eurodeputado Paulo Rangel vai anunciar que se candidata à liderança do PSD numa intervenção no perante os conselheiros esta noite. Paulo Rangel quer candidatar-se à liderança do PSD, segundo avançaram o Observador e a TVI. …

México venceu, apesar de não deixarem os jogadores dormir

Adeptos de El Salvador acrescentaram um episódio à rivalidade com o México. Corona começou no banco mas entrou logo aos 20 minutos. O México continua o seu percurso vitorioso rumo à fase final do Mundial 2022. …

“Esqueceram-se de nós". Bombeiros fazem greve de dois dias em novembro devido ao OE

Os bombeiros profissionais marcaram greve para os dias 11 e 12 novembro para contestarem a proposta de Orçamento do Estado para 2022, que "se esqueceu completamente" da classe, anunciaram hoje a associação e o sindicato …

Professores deixam as salas de aula para se tornarem fabricantes de caixões low-cost

Quando a covid-19 obrigou ao encerramento das escolas no Uganda, Livingstone Musaala abriu mão do seu trabalho como professor de matemática para se dedicar à construção de caixões de valor acessível - numa altura em …