Sucesso do desconfinamento dependerá de mais testes e rastreadores, diz CDS-PP

José Sena Goulão / Lusa

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, considerou esta segunda-feira que o êxito do desconfinamento vai depender de maior testagem às infeções pelo novo coronavírus e do reforço dos rastreadores, alertando que o país poderá voltar a confinar.

“O desconfinamento só será bem sucedido sem avanços e recuos se for acompanhado por uma estratégia massiva de testagem e por um controlo sanitário ao nível do reforço das equipas dos rastreadores”, defendeu o presidente do CDS-PP, citado pela agência Lusa.

Francisco Rodrigues dos Santos falava aos jornalistas na sede do partido, em Lisboa, no final de uma reunião com o Fórum para a Competitividade, tendo sido questionado sobre o plano de desconfinamento apresentado pelo Governo na quinta-feira.

“Parece-me evidente que sem uma estratégia de testagem massificada, que ainda não sabemos se está implementada, porque o Governo do pé para o mão disse que ia abrir a nossa economia gradualmente e nomeadamente as escolas, e sem reforço das equipas de rastreadores, estamos a criar uma ilusão aos portugueses de que vão poder desconfinar mas não o farão em segurança”, salientou.

Na ótica de Francisco Rodrigues dos Santos, se o desconfinamento não acontecer “em termos verdadeiramente controlados do ponto de vista sanitário, o país vai andar aos avanços e aos recuos, o que significará uma vez mais a falta de planeamento e de previsão que mais tarde terá uma fatura e uma consequência que é provavelmente teremos que voltar a confinar se estas situações não forem devidamente acauteladas”.

“É importante perceber se o Governo, na altura em que está a planear o desconfinamento, prevê a implementação massiva desta estratégia de testagem porque se não formos capazes de o fazer, testando o maior número de portugueses possível, vamos ser incapazes de identificar aqueles que estão infetados, vamos ser incapazes de travar as cadeias de contágio e daqui a um tempo vai ter novamente de utilizar uma bomba atómica que serão os confinamentos, porque o Governo foi incapaz de prever e de planear”, insistiu o líder centrista, apontando que o número de testes realizados tem “vindo a descer”.

O CDS também quer saber “quantos novos rastreadores tem neste momento o país”, salientando que o CDS tem pedido e o Governo tem prometido “reforçar estas equipas de rastreadores de saúde pública” mas continua-se “a demorar em média seis dias a contactar todas as pessoas que estiveram em contacto com os infetados, e 80% dos infetados não sabem como é que contraíram a doença”.

Francisco Rodrigues dos Santos questionou igualmente se as escolas estão preparadas “para testar massivamente” a comunidade escolar, como foi anunciado, e insistiu que é necessário um “controlo sanitário nas fronteiras”, para “impedir a entrada daqueles que estão infetados”.

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou na quinta-feira o plano de desconfinamento, que disse ser “a conta-gotas”. Esta segunda-feira reabriram creches, ensino pré-escolar, escolas do primeiro ciclo de ensino e as atividades de tempos livres para as mesmas idades, o comércio ao postigo e estabelecimentos de estética.

O plano prevê novas fases de reabertura a 05 e 19 de abril e a 03 de maio, mas as medidas podem ser revistas sempre que Portugal ultrapassar os “120 novos casos por dia por 100 mil habitantes a 14 dias” ou que o índice de transmissibilidade (Rt) do vírus SARS-CoV-2 ultrapasse 1.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Benfica 1-2 Gil Vicente | Galo canta e silencia águia na Luz

STOP. O Gil Vicente visitou na tarde deste sábado o Benfica e saiu do palco da Luz com os três pontos na bagagem e a “cantar de galo”, ao vencer por 2-1, num duelo relativo …

"Longa vida à monarquia." Realeza britânica tende a viver mais três décadas do que a população geral

As diferenças na longevidade de alguns membros da família real em comparação com a população em geral são extremamente grandes, mas não incomuns. O príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II e o consorte mais antigo …

Abominável (e falso) Homem das Neves. Líder russo usou Yeti para atrair turistas para a Sibéria

Um dos líderes regionais mais antigos de Vladimir Putin confessou ter encenado avistamentos falsos de Yetis numa tentativa de encorajar o turismo na Sibéria. Aman Tuleev, um dos líderes regionais de longa data do Presidente russo …

Irão já está a enriquecer urânio a 60%

O Irão avisou e já está a cumprir. Menos de uma semana depois de ter acusado Israel de um ataque contra a sua principal central nuclear, o país diz estar a enriquecer urânio com uma …

Salvini vai a julgamento em Itália por bloqueio de migrantes em navio

Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita italiano Liga, vai ser julgado por acusações de sequestro pela sua decisão de impedir o desembarque de 147 migrantes resgatados no Mediterrâneo pela Open Arms, em agosto de …

Maldivas ponderam oferecer vacinas aos turistas

As Maldivas estão a ponderar dar aos turistas a vacina contra covid-19 quando chegarem para férias, de modo a incentivar o turismo. As Maldivas estão prontas para enfrentar a concorrência acessa assim que o turismo reabrir …

SOS Racismo diz que SEF atentava contra direitos dos imigrantes e aplaude extinção

O Governo decidiu extinguir o SEF e substituí-lo pelo novo Serviço de Estrangeiros e Asilo, com diferentes moldes de funcionamento. A associação SOS Racismo congratulou-se este sábado com a extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras …

Vem aí a Transporter, a van elétrica (e totalmente autónoma) para serviços de entregas

A Mobileye, uma subsidiária da Intel, fechou uma parceria com a startup Udelv para lançar um serviço de entregas em grande escala e com veículos totalmente autónomos já em 2023. A Mobileye, uma subsidiária da Intel …

Ensino à distância roubou a muitos universitários a licenciatura de que estavam à espera

A pandemia de covid-19 obrigou o ensino superior a reinventar-se e se alguns cursos conseguiram adotar o modelo online sem prejuízos, noutros casos o ensino a distância impediu aulas práticas, roubando aos estudantes a licenciatura …

Fernando Medina de pedra e cal em Lisboa. Carlos Moedas não ameaça socialista

Numa sondagem feita pela Intercampus para o jornal Novo, a coligação PSD-CDS surge mais de 20 pontos percentuais abaixo do provável recandidato socialista.  Fernando Medina poderá reforçar em cinco pontos percentuais a votação que teve em …