CDS critica PS por obrigar portugueses a pagar “buraco” da TAP para servir apenas Lisboa

O CDS está “chocado” por a TAP ir abandonar as quatro rotas que opera no Aeroporto Francisco Sá Carneiro e critica o PS por obrigar portugueses a pagar “buraco” da TAP para servir apenas Lisboa.

O CDS-PP disse, este domingo, que o Governo socialista considera que “os portugueses têm obrigação de pagar o buraco financeiro da TAP”, mas apenas para servir a região de Lisboa, já que o Porto foi abandonado pela companhia aérea.

“O ministro Pedro Nunos Santos, com infeliz prepotência, afirma que ‘a TAP é do povo português, para o bem e para o mal’, querendo com isto significar que os contribuintes portugueses têm de pagar sem questionar os desvarios ideológicos e despesistas do Partido Socialista”, critica o CDS, num comunicado enviado à Lusa, assinado pelo vice-presidente Raul Almeida.

O CDS-PP condena o facto de, para Pedro Nuno Santos e para o Governo socialista, “todos os portugueses têm obrigação de pagar o buraco financeiro da TAP, mas só a região de Lisboa tem direito a ser servida” pela companhia.

“Para nossa absoluta perplexidade, a TAP, que todos os portugueses pagam, abandona o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, o mais importante do noroeste peninsular, com a esfarrapada desculpa de falta de rentabilidade na operação, desculpa, entretanto, desmentida cabalmente pelo prejuízo crónico de algumas rotas intocadas a partir de Lisboa”, critica.

De acordo com os centristas, “o Aeroporto Francisco Sá Carneiro tem conhecido, até ao período de pandemia, um crescimento constante, fruto da operação de diferentes companhias”.

“Curiosamente, a companhia de bandeira alemã opera rotas fundamentais a partir do Porto, de modo rentável, sem que os contribuintes alemães tenham de a sustentar com os seus impostos. A TAP, pelos vistos, não tem uma gestão à altura de o conseguir”, aponta.

O Governo socialista, condena o CDS-PP, apesar da injeção de dinheiro dos contribuintes na TAP, “não questiona o serviço público, a coesão territorial ou a equidade contributiva”.

“O CDS questiona tudo isto, chocado com o escândalo que constitui esta inexplicável decisão, exigindo responsabilidade política a quem a tem e defendendo Portugal no seu todo, e nunca uns em detrimento de outros”, conclui.

Na quinta-feira, numa audição na Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, disse que as quatro rotas criadas no aeroporto do Porto, para Amesterdão, Milão, Zurique e Ponta Delgada, estão com “46% da lotação em média” e são “neste momento um prejuízo para a TAP”.

As boas notícias da TAPPelos vistos, são as quatro rotas do Porto que dão prejuízo à TAP. As rotas de Lisboa darão…

Publicado por Rui Moreira em Quinta-feira, 15 de outubro de 2020

“Pelos vistos, são as quatro rotas do Porto que dão prejuízo à TAP. As rotas de Lisboa darão lucro. A nova rota Lisboa/Bilbau deve ser um ‘must’ em termos de rentabilidade e importantíssima para uma estratégia nacional. Promover visitas ao Gugenheim basco é ‘top’. Mas, senhor ministro, são boas notícias”, ironizou, no dia seguinte, o presidente da Câmara do Porto, o independente Rui Moreira, numa publicação no Facebook.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Zara, 19 anos, quer ser a mulher mais nova de sempre a voar sozinha à volta do mundo

Uma jovem, de 19 anos, pôs mãos à obra para levar a cabo um "gap year" (o chamado ano sabático) com um propósito muito fora do comum: tornar-se a mulher mais nova de sempre a …

Francês diz ter usado método matemático para ganhar o Euromilhões

O francês, que não quis revelar a sua fórmula à imprensa, ganhou, no dia 11 de junho, 30 milhões de euros com a combinação com a qual jogava há um mês. A história foi contada, esta …

Mais de metade da população portuguesa já tem a vacinação completa

Mais de metade da população residente em Portugal (52%) já tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último relatório semanal …

Campeão olímpico criou problemas no seu país natal

Richard Carapaz, medalha de ouro no ciclismo, foi direto: "O país nunca acreditou em mim". Presidente do Equador, ministro e Comité Olímpico reagiram. Poucos dias depois de ter subido ao pódio final da Volta a França …

Jovens preocupados com fertilidade e efeitos secundários das vacinas contra a covid-19

Com o avanço das campanhas de vacinação, um grande número de pessoas das faixas etárias baixo dos 30 anos mostra-se relutante em tomar a vacina contra a covid-19. Os jovens falam de preocupações com fertilidade …

Clarisse: dois gestos que ficam para a memória olímpica

Clarisse Agbégnénou foi campeã olímpica no judo, pela primeira vez - mas a atitude que demonstrou, mal venceu a final, ficará também para os registos. Campeã mundial cinco vezes, mais duas medalhas de prata. Cinco medalhas …

Sindicatos avançam com ações legais para travar despedimento coletivo na TAP

Os sindicatos que representam os trabalhadores da TAP vão avançar com ações legais para travar o despedimento coletivo que a empresa iniciou na segunda-feira, que abrange 124 profissionais. "Até agora houve conversa, a partir de agora …

Ginastas alemãs usam fato integral para combater sexualização da modalidade

Ao contrário do que acontece com os ginastas masculinos, que podem optar por calções ou calças, as mulheres competem, desde o início da modalidade, de bodies que expõem grande parte do seu corpo. Quando, no último …

Tribunal europeu dá razão à SIC e condena Estado por violar liberdade de expressão

Portugal foi condenado pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem (TEDH) por violação da liberdade de expressão num caso em que a SIC foi obrigada a indemnizar um ex-deputado do PS por ofensa à sua …

Misturar doses da AstraZeneca e da Pfizer aumenta até seis vezes as defesas contra covid-19

Um novo estudo realizado na Coreia do Sul concluiu que o número de anticorpos contra a covid-19 aumentou seis vezes em quem misturou as doses da AstraZeneca e da Pfizer em relação a quem tomou …