Cavaco defende repetição de Governo social-democrata adaptado ao séc XXI

Miguel A. Lopes / Lusa

O ex-Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva

O antigo Presidente da República Aníbal Cavaco Silva lança, no próximo mês, um livro no qual defende a repetição de um Governo social-democrata adaptado ao século XXI.

Em outubro, o ex-Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, vai lançar um livro no qual defende a repetição da “única experiência governativa portuguesa” orientada por princípios da social-democracia, embora com adaptações ao século XXI.

Intitulado Uma experiência de Social-Democracia Moderna, o lançamento do novo livro de Aníbal Cavaco Silva foi “adiado sucessivamente” em virtude da pandemia de covid-19, mas deverá ir para as livrarias “muito em breve”, embora não haja ainda data definida, segundo uma fonte próxima do ex-chefe de Estado.

O também antigo primeiro-ministro considera que “os factos e os dados objetivos” apresentados no livro “demonstram bem que a única experiência governativa portuguesa de aplicação de um conjunto coerente de princípios da social-democracia que até hoje existiu foi altamente benéfica para Portugal e para os portugueses”.

“Estou firmemente convencido de que a repetição de uma experiência de social-democracia, adaptada aos tempos do século XXI, produziria resultados igualmente positivos”, escreve o antigo Presidente no livro.

Para Cavaco Silva, os valores da social-democracia moderna, “com destaque para a dignidade da pessoa humana, a democracia pluralista, a justiça social, a igualdade de oportunidades, o acesso aos cuidados de saúde, a difusão cultural, a defesa do ambiente, a economia de mercado e a livre iniciativa privada como fonte primária do crescimento económico, a concertação social e o reformismo, continuam a ser desafios para os governos da atualidade”.

Com 81 anos, Aníbal Cavaco Silva foi Presidente da República entre 2006 e 2016, depois de ter sido primeiro-ministro entre 1985 e 1995. Foi também ministro das Finanças do Governo chefiado por Francisco Sá Carneiro.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Será que no livro está lá o nome dos políticos do governo dele que entraram pobres e saíram empresários e banqueiros? E estará também no livro a que clientelas políticas ele deu os milhões que vieram da CEE desde 1985? Ou vem também as saudades que ele tem do antes do 25 de Abril que era da PIDE?

  2. Esta aberração, que enquanto Presidente da República nada ou pouco dizia, e quando dizia alguma coisa, só saía asneira, vem agora lançar mais um livro!
    Um individuo que enquanto Chefe de Estado, não teve vergonha de se recusar a receber o nosso Novel da Literatura, José Saramago, devia estar caladinho lá por Boliqueime; se o fizesse, de certeza que estava a prestar um bom serviço ao País! Assim, não.

RESPONDER

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …

Primeira-ministra da Escócia declara que "haverá maioria pró-independência" no parlamento

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, declarou hoje vitória nas eleições regionais, afirmando que "haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Com as projeções a indicarem que o Partido Nacional Escocês (SNP), que lidera, foi o …

SOS Rio Paiva pede que se limite o número de visitantes à ponte e Passadiços do Paiva

A associação SOS Rio Paiva manifestou-se preocupada com o aumento da pressão turística e com a poluição, na sequência da inauguração da ponte suspensa em Arouca, e pediu que se limite o número de visitantes. A …

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo, caso este ainda esteja associado a contas em sites ou redes sociais. Embora milhões de números de telemóvel sejam desconectados todos os anos, um novo …

Ataque à bomba contra escola feminina em Cabul faz 30 mortos e 79 feridos

A explosão de uma bomba junto a uma escola secundária para raparigas na zona ocidental de Cabul fez hoje pelo menos 30 mortos e 79 feridos, segundo um novo balanço feito pelas autoridades afegãs. “O número …

Tamám Shud. Exumação de corpo pode resolver um estranho mistério com 70 anos

As autoridades da Austrália aprovaram uma exumação do corpo de Tamám Shud - ou "Homem de Somerton" - e, em breve, o mistério de 70 anos pode estar resolvido. Em 30 de novembro de 1948, vários …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Vacinação no bom caminho com 25% da população da UE vacina

A Comissão Europeia anunciou este sábado que 200 milhões de doses de vacinas anticovid-19 chegaram já à União Europeia (UE) e 160 milhões de europeus já receberem a primeira dose, levando a que a vacinação …