Catarina Martins não se compromete com novo acordo político. “Não há renovação do que já foi feito”

Esquerda.Net / Flickr

Catarina Martins

Esta segunda-feira, no jornal da TVI, a líder do Bloco de Esquerda disse que só não haverá nova Lei de Bases da Saúde “se o PS não quiser” e não se comprometeu com um novo acordo político.

Catarina Martins foi a convidada de Miguel Sousa Tavares, no seu habitual espaço de comentário semanas no jornal da TV, onde não se comprometeu com um novo acordo político com o PS.

“Não há renovação do que já foi feito”, começou por dizer em resposta à pergunta sobre uma eventual renegociação à esquerda. Catarina Martins terminou afirmando que “o que acontecer no futuro vai depender da relação de forças” que sair das próximas Legislativas.

Segundo o Expresso, a bloquista tocou também no nome do líder parlamentar socialista. “Carlos César quer muito uma maioria absoluta, mas as pessoas lembram-se do que isso representa. O Bloco nunca irá para o Governo porque alguém decidiu levá-lo. Irá quando tiver força para isso”, afirmou.

A líder do Bloco de Esquerda voltou também a abordar um dos temas mais quentes dos últimos tempos: a Lei de Bases da Saúde. A líder do BE frisou a importância de uma “nova Lei de Bases”, defendendo que o seu partido “aceitou negociar” com o Governo com base na proposta por ele apresentada e não com base na proposta do Bloco.

Durante a entrevista, a bloquista apontou aqueles que considera serem os pontos importantes nesta discussão: “O acesso universal à saúde, acabar com a promiscuidade entre o público e o privado e acabar com as Parcerias Público-Privadas na gestão da saúde”.

Sobre este último ponto, Catarina Martins defendeu que “entregar a gestão de hospitais públicos ao setor privado é como se entregássemos a gestão das nossas esquadras à Prosegur ou a gestão das escolas aos colégios privados”.

Ainda a propósito deste tema, a coordenadora lembrou que “quando houve cortes nos hospitais no tempo da troika, as PPP não tiveram cortes”, ao que Miguel Sousa Tavares retorquiu: “Porque estavam contratualizados”.

Sobre o fim das taxas moderadoras, uma questão que também mereceu o recuo do Governo, Catarina Martins garantiu que as “35 horas não são culpadas por nenhum problema de saúde”. Esta foi a resposta da líder do bloco, depois de Miguel Sousa Tavares ter referido que esta alteração no horário fez com que houvesse menos funcionários nos serviços públicos.

O “problema da saúde é que se deixou sair pessoas e não se contratou”, explicou Catarina Martins, denunciando também as “carreiras” existentes que “as pessoas não querem e, por isso, fogem para o privado” ou emigram como aconteceu com os enfermeiros.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Bla bla bla uuuu blai blablabla txii bla bla ….Todos sabem que o Ps vai vencer as eleiçoes e todos sabem se o Ps nao vencer com maioria que o bloco vai fazer panelinha … se isso nao fosse tao real assim o governo teria caido antes de completar 4 anos …tudo o resto é conversa fiada …a politica portuguesa é tao inutil e prevísivel que chega a ser enfadonha

RESPONDER

Covid alastra na América. EUA bate recorde diário com mais de 60 mil infetados

Os Estados Unidos registaram 754 mortos e 60.383 infetados (um novo recorde) por covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com um balanço da Universidade Johns Hopkins. Depois de a Europa ter sucedido à China como …

Os maiores tubarões do mundo têm pequenos "dentes" nos olhos (e já se sabe porquê)

Uma investigação sobre os olhos dos tubarões-baleia, os maiores tubarões do mundo, revelaram que os seus olhos estão cobertos por pequenos dentes chamados "dentículos dérmicos". O tubarão-baleia (Rhincodon typus) é o maior peixe do oceano, com …

Astrónomos localizaram com precisão o centro do Sistema Solar

Pela primeira vez, uma equipa internacional de cientistas foi capaz de localizar com precisão o centro de gravidade do Sistema Solar. De acordo com o portal Science Alert, que recorda que o baricentro (centro gravidade) …

Misteriosa cruz de mármore com 1.200 anos encontrada no Paquistão

Uma cruz de mármore foi recentemente descoberta no cimo das montanhas do Baltistão, no Paquistão. Os investigadores acreditam que tem cerca de 1.200 anos e que pode ser um sinal da presença de uma antiga …

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …