/

Caso Maddie. Polícia alemã tem novas provas contra Brueckner

6

Official Find Madeleine Campaign

Maddie McCann desapareceu há 14 anos

A polícia alemã tem novas provas contra Christian Brueckner, o principal suspeito do rapto de Madeleine McCann, que desapareceu do empreendimento turístico Ocean Club, no Algarve, há 14 anos.

De acordo com o procurador Hans Christian Wolters, coordenador da investigação alemã, as autoridades têm “novas evidências que adicionam novos desenvolvimentos ao processo que será apresentado contra o principal suspeito” de raptar Madeleine.

Não posso revelar o tipo de provas que nos foram dadas, não são forenses, mas é uma nova prova circunstancial que reforça a teoria de que ele é o homem responsável”, explicou, referindo que esta ainda não tinha sido partilhada com o suspeito nem com o seu advogado.

Apesar de não especificar o tipo de evidências, Wolters garante que são suficientes para sustentar as suas desconfianças em relação a Christian B e avançar com uma reconstituição na praia da Luz, no Algarve, “em breve”.

“Sempre insistimos que o homem que identificámos como o principal suspeito é aquele que acreditamos ter cometido o crime e que não procuramos mais ninguém. Estou otimista de que vamos resolver este caso”, disse, esta quarta-feira, em declarações ao jornal britânico The Sun.

Além disso, o responsável pela investigação alemã explicou que as autoridades não encontraram provas que sugiram que Brueckner não é culpado pelo crime, mas que encontraram muitas provas de que o é.

Os investigadores têm esperança de que possam acusar Christian B até o final do verão e, entretanto, deverá ser feita uma reconstrução na Praia da Luz, onde Madeleine desapareceu.

Essa operação, planeada entre as autoridades inglesas, a polícia alemã e a polícia portuguesa, já deveria ter acontecido em janeiro, mas foi adiada devido às restrições da pandemia de covid-19.

“Uma vez que estamos dependentes da ajuda de outros países, especialmente de Portugal, as investigações demoram, infelizmente, mais tempo do que noutros processos em que as investigações são conduzidas apenas na Alemanha”, disse Wolters.

Recorde-se que Maddie desapareceu em 2007 do empreendimento turístico Ocean Club enquanto os pais estavam a jantar num restaurante. A menina, que na altura tinha três anos, e os irmãos gémeos ficaram sozinhos no apartamento.

Christian B, de 44 anos, está preso, na Alemanha, tendo em junho passado sido considerado o principal suspeito do desaparecimento da menina britânica no Algarve.

Segundo os investigadores germânicos, o suspeito do homicídio de Madeleine McCann vivia à data a poucos quilómetros da estância balnear da Praia da Luz onde a família da criança inglesa estava de férias.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

  Sofia Teixeira Santos //

6 Comments

    • Com o maior dos respeitos, mas os pais é que deviam ser investigados há muitos anos, até agora incriminaram tanta gente e nada, porque não se investiga os pais? vão ver na igreja que o padre lhes deu a chave para ir rezar, ou na vez disso quem sabe levar o corpo para lá….. porque não.

  1. Não há provas que sim, mas a provas que talvez .. .. não são forenses, ..serão do bruxo do Benfica ?
    Veja , logo a noite , o episodio especial da sua telenovela na .. ..
    Continua a haver vários tipos de justiça , é conforme o advogado de defesa , uns são presos e condenados , outros entram e saem do Pais , quando querem , e não lhes acontece nada ??
    Continuamos , a querer manter , boa imagem, que até recebemos ordens da policia estrangeira ,
    que bom Pais , que somos , para os traficantes de mão de obra escrava , para os pais que não resguardam os filhos, pudera o nosso tinto , é dos melhores do Mundo ..
    Cuidem-se

  2. Quanto a mim tudo correu mal logo no início no que toca a investigação, se havia por lá indivíduos com cadastro e de má fama e do conhecimento das polícias, por que razão não apertaram o cerco logo de seguida e não levaram uma investigação a rigor?

  3. O rosto desta criança, que ilustra com regularidade os meios de C.S em geral, é o rosto de todas as crianças, que foram vitimas de Adultos. Em termos de Indivíduos suspeitos, já se contaram alguns, e en nada deu!……. no caso (altamente mediatizado) desta criança, (va-se saber a verdadeira razão para tal), a data presente só posso atribuir a maior culpa a estes Pais !…pois não cabe na cabeça de ninguém com bom senso de responsabilidade de deixar crianças de baixa Idade, sós nem que seja por minutos sem qualquer presença de uma Pessoa Adulta uma ( Babysitter) por ex:!.. Em outros casos, abandono de menores, é crime punível por Lei, mas neste caso, não, va-se saber porquê ???

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.