Casal McCann desmente ter recebido carta da procuradoria alemã a confirmar morte de Maddie

Facundo Arrizabalaga / EPA

Kate e Gerry McCann, os pais de Maddie

Os procuradores alemães que estão a investigar o desaparecimento de Madeleine terão escrito uma carta ao casal McCann a confirmar que a filha estava morta, avançam os meios de comunicação britânicos. Os pais da menina desmentem a notícia.

Kate e Gerry McCann, pais da menina que desapareceu em 2007 na Praia da Luz, no Algarve, terão recebido uma carta das autoridades alemãs que confirma que o alemão Christian Brueckner terá mesmo assassinado Madeleine.

A informação foi avançada esta segunda-feira pela Sky News, mas o casal refere que, desde que a investigação ganhou novos contornos, muitas “informações imprecisas” estão a ser partilhadas pelos media.

“A notícia amplamente divulgada de que recebemos uma carta da polícia alemã a dizer que a Maddie está morta é MENTIRA“, escreveram Kate e Gerry numa carta citada pelo Mirror, onde acrescentam que este tipo de “histórias sem substância” só servem para criar “ansiedade desnecessária à família e amigos”.

O matutino adianta ainda o casal não fará mais comentários sobre a investigação em curso, dado que esse trabalho compete às autoridades. Por esse motivo, vaticinam, quaisquer declarações suas que surjam na imprensa serão falsas, uma vez que apenas se pronunciam através do seu próprio site.

O Correio da Manhã cita informação avançada pela imprensa britânica que dá conta de que as autoridades alemãs têm uma prova da morte da criança, mas não vão revelar informações sobre a mesma nem com os pais de Maddie, nem com as polícias portuguesa e britânica para não prejudicar a investigação.

Hans Christian Wolters, que está encarregue de coordenar a investigação, adianta ainda que não obteve resposta à carta por parte do casal. “Não podemos dizer por que é que está morta, é mais importante sermos bem sucedidos e capazes de apanhar o culpado do que pormos as cartas na mesa e dizer por que achamos que ela pode estar”, justificou.

A informação surge depois de um procurador alemão, que afirmou estar convencido de que Maddie estava morta, recuar e admitir que a criança podia, afinal, estar viva.

O Ministério Público em Brunswick, no norte da Alemanha, está a investigar Christian Brueckner, suspeito de ter raptado em 2007 e matado Madeleine McCann.

O alemão, que foi condenado em várias ocasiões, nomeadamente por violência sexual contra menores, terá invadido o apartamento dos McCann na Praia da Luz para cometer um roubo e, uma vez lá, terá decidido raptar a menina, de acordo com a justiça alemã.

As polícias do Reino Unido e Alemanha emitiram na semana passada um apelo público a pedir informação sobre o suspeito, que viveu em Portugal entre 1995 e 2007, e que registos telefónicos colocam nas redondezas da Praia da Luz na noite de desaparecimento da criança.

Madeleine McCann desapareceu poucos dias antes de fazer 4 anos, a 3 de maio de 2007, do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, mais novos, num apartamento de um aldeamento turístico, na Praia da Luz, no Algarve.

A polícia britânica começou por formar uma equipa em 2011 para rever toda a informação disponível, abrindo um inquérito formal no ano seguinte, tendo até agora despendido perto de 12 milhões de libras, cerca de 14 milhões de euros.

A Polícia Judiciária portuguesa reabriu a investigação em 2013, depois de o caso ter sido arquivado pela Procuradoria-Geral da República em 2008, ilibando os três arguidos, os pais de Madeleine e um outro britânico, Robert Murat.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Entre cursos de água e "kahns", a Alemanha ainda alberga uma minoria étnica de língua eslava

As nações europeias nasceram e desvaneceram ao longo do tempo, mas há uma minoria étnica de língua eslava que permanece dentro da Alemanha. Lehde é uma pacata vila, com cerca 150 habitantes, de ilhas pantanosas interligadas …

Itália 3-0 Suíça | Squadra Azzurra volta a ganhar e a encantar

A Itália tornou-se hoje a primeira seleção a garantir o apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer a Suíça por 3-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A, disputado …

Sony apresenta o seu primeiro drone, o Airpeak S1

Há algum tempo que a Sony planeava lançar um drone, agora, é oficial. A empresa de tecnologia apresentou um drone chamado Airpeak S1 que será, muito provavelmente, o primeiro de muitos. A Sony anunciou oficialmente o …

Candidaturas a astronauta da Agência Espacial Europeia encerram na sexta-feira

Os candidatos têm de ter, pelo menos, um mestrado e experiência profissional, serem fluentes em inglês e ter mais de 1,30 metros.  O prazo para apresentação de candidaturas a vagas para novos astronautas da Agência Espacial …

Dois meses no escuro. Valentina Miozzo passou a quarentena sozinha no Ártico

A pandemia de covid-19 foi um duro golpe de solidão forçada para a maioria das pessoas, mas para a italiana Valentina Miozzo foi a oportunidade perfeita para usufruir de alguns momentos a sós. A meio da …

Pedras misteriosas provocam "corrida aos diamantes" na África do Sul

Uma verdadeira "febre de diamantes" assolou a vila de KwaHlathi, na província de KwaZulu-Natal, litoral da África do Sul. Centenas de pessoas, com utensílios caseiros a servir de engenhos de mineração, ocuparam um terreno à …

Designer cria um "terceiro olho" para quem vive agarrado ao telemóvel

Um designer industrial sul-coreano criou, recentemente, um “terceiro olho” para ajudar aqueles que, mesmo em andamento, não conseguem tirar os olhos do telemóvel. O designer industrial Minwook Paeng criou recentemente o The Third Eye ('terceiro olho' …

Depois de Ronaldo e da Coca Cola, Pogba imitou-o com a Heineken (e a UEFA podia castigar Portugal e França)

Após Cristiano Ronaldo ter removido duas garrafas de Coca Cola da mesa onde se sentou para uma conferência de imprensa no Euro 2020, foi a vez do francês Paul Pogba ter feito o mesmo com …

Adeptos portugueses proibidos de entrar na "fan zone" de Budapeste

Momento confuso numa zona da capital da Hungria, na véspera do jogo com Portugal, na estreia no Europeu 2020. A Hungria não escapou ao coronavírus mas, entre os países que recebem jogos do Europeu 2020, é …

Mulher recebe quatro certificados de imunidade - e nenhum é válido

O governo da Hungria está a emitir cartões que garantem que determinada pessoa, na teoria, é imune ao coronavírus. Mas nem tudo corre bem. A vida nas ruas da Hungria é diferente do que se vive …