Casa da Liberdade lança petição contra venda de 85 quadros de Miró pelo Estado

Jean-Louis POTIER / Flickr

-

A Casa da Liberdade Mário Cesariny, do Coletivo Multimédia Perve, lançou uma petição pública contra a venda de 85 quadros de Joan Miró, na posse do Estado português, marcada para fevereiro deste ano num leilão em Londres.

A petição lançada na internet na sexta-feira tem como objetivo, segundo os promotores, impedir uma venda que consideram “danosa e irreversível” para o país, e por isso pretendem levar o caso à discussão pública e à Assembleia da República.

A coleção de 85 quadros do pintor catalão Joan Miró está na posse do Estado desde a nacionalização do Banco Português de Negócios (BPN), e – revelou à Lusa, no final do ano passado, o presidente da Parvalorem – será leiloada pela Christie’s em fevereiro, em Londres.

Francisco Nogueira Leite, presidente da Parvalorem, um dos três veículos estatais criados para gerir os ativos do BPN, banco nacionalizado em 2008, indicou na altura que a Christie’s tinha vencido o concurso aberto a leiloeiras internacionais.

Os promotores da petição pública querem travar este processo por considerarem que representa “uma segunda espoliação do património nacional que pertence a todos os portugueses, recentemente chamados a pagar a fatura do BPN”, sustentam, no texto da petição.

Recordam também que, em 2008, uma empresa envolvida no processo estimou o valor dos 85 quadros entre 80 milhões e 150 milhões de euros.

Inaugurada no final de 2013, a direção artística da Casa da Liberdade Mário Cesariny é da responsabilidade do galerista Carlos Cabral Nunes, um dos fundadores do Coletivo Multimédia Perve, associação cultural sem fins lucrativos criada em 1997, em parceria com a Perve Global, empresa proprietária das duas Galerias Perve, em Lisboa.

“Atendendo à sua colossal importância, a manutenção destas obras de arte em território nacional permitiria gerar receitas em valor muito superior ao que se possa aferir com a sua venda no mercado internacional, já que constituem importantes e insubstituíveis testemunhos da história da arte mundial”, argumenta o Coletivo Multimédia Perve.

Por isso, defendem a disponibilização do conjunto ao público num espaço museológico, que, sustentam, “possibilitaria atrair a Portugal, ao longo de décadas, fluxos do turismo internacional de arte e cultura, gerando múltiplos benefícios para a economia local”.

Lamentam também que as 85 obras que estão na posse do Estado desde 2008, nunca tenham sido objeto de nenhuma exposição pública, “nem consta que exista registo fotográfico das mesmas disponível ao público”.

A petição está online no link http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=joanmiro, e recebeu 290 assinaturas desde sexta-feira.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …

Invocando Sá Carneiro, Miguel Albuquerque também defende diálogo entre PSD e Chega

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, defendeu que o PSD deve dialogar com vários partidos, incluindo o Chega de André Ventura. Depois de Rui Rio admitir em entrevista à RTP que poderá vir …

Sobe para 18 o número de mortos no acidente de avião na Índia

As autoridades indianas atualizara para 18 o número de mortes no acidente com o avião da Air India Express, que voava do Dubai para Kozhikode, no sul da Índia, e que se partiu em dois …

Luz verde para reabertura de centros de dia. DGS sugere dois metros de distância entre idosos

Os centros de dia vão poder reabrir a partir de 15 de agosto, mas de forma faseada e condicionados a uma avaliação prévia da Segurança Social e entidade de saúde local sempre que funcionem juntamente …

Vacina russa para a covid-19 preocupa cientistas. País pode estar a saltar etapas

Países de todo o mundo continuam na corrida por uma vacina contra a covid-19. A Rússia diz estar prestes a anunciar a vacina, deixando preocupada a comunidade científica, ao passo que Itália avança para os …