Casa Branca garante que Obama não mentiu: Bin Laden foi morto pelos marines

Pete Souza / White House

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama

A Casa Branca classificou como falsa a investigação do jornalista Seymour Hersh, que garantiu que o Presidente Barack Obama mentiu sobre a morte de Bin Laden e que as autoridades paquistanesas sabiam da operação que o matou.

O porta-voz adjunto do Conselho de Segurança da Casa Branca, Ned Price, assegurou em comunicado que a história de Seymour Hersh, publicada no domingo no jornal London Review of Books, tem “demasiadas imprecisões e afirmações sem fundamento”.

Price afirmou que “a noção de que a operação que acabou com a vida de Osama bin Laden foi outra coisa que não uma missão unilateral dos EUA é evidentemente falsa” e manteve que a operação era do conhecimento exclusivo de um reduzido número de altos dirigentes norte-americanos.

Hersh assegura que os serviços de informações do Paquistão tinham já capturado Bin Laden, mantendo-o escondido em Abbotabad com a intenção de o entregar quando as circunstâncias fossem as mais convenientes para Islamabad.

Os EUA têm sempre mantido que a operação das forças especiais da Marinha, em 11 de maio de 2011, contra um complexo habitacional na localidade paquistanesa de Abbottabad, onde se escondia Bin Laden, líder de Al-Qaeda, foi feita de forma unilateral e em segredo.

O Presidente decidiu não informar nenhum governo, incluindo o paquistanês, que só foi notificado depois de a operação ter acabado”, disse Price.

O extenso artigo de Hersh é alegadamente baseado nas revelações de um alto dirigente dos serviços de espionagem dos EUA, entretanto reformado, que conhecia as informações recebidas sobre a presença de Bin Laden em Abbotabad, onde também está a maior academia militar do Paquistão.

Segundo o relato de  Seymour Hersh, a Casa Branca terá sabido da presença de Bin Laden por intermédio de um membro dos serviços secretos do Paquistão, que queria a recompensa de 25 milhões de dólares que Washington oferecia por informações conducentes ao chefe da Al-Qaeda.

No artigo, Hersh garante também que alguns dos principais dirigentes dos serviços de informações e do exército paquistanês sabiam que a operação ia ser feita, mencionando inclusive que foram os paquistaneses a guiar as forças especiais norte-americanas até ao esconderijo de Bin Laden.

O autor também escreveu que o objetivo final da missão não era capturar Bin Laden vivo, mas sim matá-lo e livrar-se do corpo, e que Obama decidiu revelar a sua morte imediatamente com a intenção de a utilizar para facilitar a sua reeleição em 2012.

Fontes da CIA contrapuseram ao diário The Washington Post que o artigo de Hersh é “um total sem sentido“.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Tenham cuidado com os títulos das noticias que publicam. Estamos na idade da informação e não há necessidade de escrever asneiras. Os “marines” são o “4º ramo” das forças armadas americanas. Os SEALS, nomeadamente a TEAM 6, a quem é atribuida a morte de Bin Laden pertencem à Marinha norte-americana.

    • Caro Artistabastuz,
      Tem razão, cometemos a incorreção de “arredondar” o nome da força militar chamando genericamente “marines” aos Navy Seals.

      • Mas, os SEAL não são Marines (nem “genericamente”)!!
        As forças armadas americanas tem 5 ramos: (Army, Marine Corps, Navy, Air Force e Coast Guard)!
        Como os SEAL pertencem à Marinha (Navy), nada tem a ver com os Marines!!

RESPONDER

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …

Há mais 11 mortes e 374 novos casos de infecção (300 são na Grande Lisboa)

Portugal regista hoje mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infectados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim da Direcção-Geral da …

Gestão da pandemia: PGR francesa vai abrir investigação judicial a PM e ministros

Em causa estão 90 queixas contra o anterior chefe do Governo Edouard Philippe, e os ministros Olivier Véran e Agnès Buzyn, tendo 53 delas sido examinadas e nove consideradas admissíveis para seguirem eventualmente para tribunal. O …

Benfica perto de garantir Taremi e Helton Leite para a próxima época

O SL Benfica está perto de assegurar as contratações do avançado do Rio Ave, Mehdi Taremi, e do guarda-redes do Boavista, Helton Leite, para a próxima temporada. Mehdi Taremi e Helton Leite deverão ser reforços do …

Operação Marquês. Ivo Rosa não marca data de início do julgamento

O juiz de instrução Ivo Rosa optou por não marcar data de início do julgamento dada a complexidade do processo da Operação Marquês. O anúncio foi feito no final do debate instrutório, esta sexta-feira. "É manifesta …

Bolsonaro veta obrigatoriedade do uso de máscaras em lojas e igrejas

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, vetou hoje parte de uma lei que estipulava o uso obrigatório de máscaras em órgãos públicos, lojas, indústrias, templos religiosos e locais fechados em que haja concentrações de pessoas. O …

Benfica insiste em Jorge Jesus e está disposto a esperar pelo treinador

Jorge Jesus continua a ser a principal ambição de Luís Filipe Vieira para o cargo de treinador do SL Benfica. Tanto que o presidente das 'águias' mostra-se disponível para esperar. Não é segredo para ninguém que …

Wigan declara falência devido à covid-19. Há sete anos venceu a Taça de Inglaterra

O Wigan Athletic declarou falência, esta quarta-feira, apenas um mês depois de um consórcio de Hong Kong ter assumido o clube. Em causa está o impacto económico que a pandemia de covid-19 teve nas contas …

China parece ter controlado segunda vaga de coronavírus em 21 dias, sem registar mortes

A China parece ter controlado a segunda vaga de covid-19 após um surto que começou num mercado de Pequim, em junho, e que levou a pelo menos 328 novos casos e ao encerramento parcial da …