Casa Branca diz que nem Hitler desceu ao ponto de usar armas químicas

Olivier Douliery / POOL / EPA

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer

O assessor de imprensa da Casa Branca disse esta terça-feira que nem Hitler “desceu tão baixo ao ponto de usar armas químicas” – o que choca com a exterminação de judeus durante o Holocausto com recurso a câmaras de gás.

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, estava a tentar discutir com jornalistas, durante a reunião diária com os representantes dos órgãos de comunicação, o horror dos ataques químicos ocorridos na semana passada na Síria, que a Casa Branca está a atribuir ao regime de Damasco.

“Não usámos armas químicas na II Guerra Mundial”, disse Spicer, acrescentando que ” alguém tão desprezível como Hitler não desceu ao ponto de usar armas químicas”.

Minutos depois, Spicer procurou corrigir as suas afirmações, tentando diferenciar as ações de Hitler do ataque com gás a civis sírios na semana passada, no norte da Síria, que provocou cerca de 90 mortos, e que o ministro da saúde da Turquia garante que revelam o uso de gás sarin.

“Penso que quando se usa o gás sarin, Hitler não usou o gás da mesma forma que Al-Assad está a fazer, sobre o seu próprio povo”, declarou Spicer.

Exposto na I Guerra Mundial a gás mostarda, Hitler nunca utilizou armas químicas no campo de batalha da II Guerra Mundial, apesar de possuir um grande arsenal de agentes nervosos.

No entanto, usou elementos químicos para matar milhões de judeus em câmaras de gás de campos de concentração, num projecto conhecido como Solução Final para o extermínio dos judeus.

Segundo o Museu dos EUA que recorda o Holocausto, os nazis experimentaram ainda no final de 1939 o uso de gás venenoso para matar doentes mentais.

Depois do encontro com os jornalistas, Spicer enviou-lhes uma mensagem por correio eletrónico, em que garantiu: “De forma alguma, procurei diminuir a natureza horrorosa do Holocausto. Estava a tentar distinguir entre a tática de usar aviões para lançar armas químicas sobre centros populacionais”.

“Qualquer ataque a pessoas inocentes é repreensível e indesculpável”, diz Spicer.

Segundo um analista político da CNN, Sean Spicer esqueceu-se da Regra Nº1 da política: simplesmente “nunca comparar nada nem ninguém a Hitler”.

Os comentários de Spicer ocorreram no segundo dia da Páscoa judaica e um dia depois de a Casa Branca organizar um jantar, marcando a emancipação do povo judeu, uma tradição iniciada na Presidência de Barack Obama.

ZAP // Lusa / EFE

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Mais de 500 mulheres assassinadas em Portugal nos últimos 15 anos

Mais de 500 mulheres foram assassinadas nos últimos 15 anos em contexto de relações de intimidade em Portugal, e só neste ano já morreram 28, algumas baleadas, outras estranguladas ou espancadas, a maioria vítima de …

Paulo Macedo diz que a CGD não vai ser "uma nêspera"

O presidente da CGD considera que há a expectativa de o banco público ficar "sossegado", mas que a sua equipa não é paga para "ficar a ver navios" e quer pagar o capital injetado pelo …

Foo Fighters são a primeira confirmação do Rock in Rio Lisboa

Os norte-americanos Foo Fighters vão atuar, a 21 de junho, no festival Rock in Rio Lisboa, no Parque da Bela Vista. A banda de Dave Grohl é a primeira confirmação do cartaz do Rock in Rio …

PS, Bloco e Livre recusam solidarizar-se com Bernardo Silva

PS, Bloco e Livre votaram, esta sexta-feira, contra a solidariedade do Parlamento para com o internacional português, condenado recentemente por um ato considerado racista pela Federação Inglesa de Futebol (FA). Socialistas, bloquistas e a deputada única …

Descoberta nova lesão pulmonar que poderá estar ligada a cigarros eletrónicos com líquido

Um grupo de investigadores do Canadá anunciou esta quinta-feira a descoberta do que considera ser um novo tipo de lesão pulmonar causado pela vaporização com cigarros eletrónicos com líquido e que é semelhante à bronquiolite …

Professor acusado de agredir aluno surdo em Penafiel

Um estudante surdo foi agredido, na terça-feira, por um professor dentro de uma das salas de aula da escola secundária Joaquim de Araújo, em Penafiel. Um estudante de 16 anos, da escola secundária Joaquim de Araújo, …

Presidente da Colômbia disse que o Governo ouviu protestos em massa

O Presidente da Colômbia, Iván Duque, garantiu que ouviu as exigências dos manifestantes que saíram há rua na quinta-feira para um protesto maciço contra a política económica e social do atual governo. "Hoje [quinta-feira], os colombianos …

Detido mais um suspeito do caso do camião do Reino Unido

Foi detida mais uma pessoa por suspeitas de ligação ao caso do camião encontrado em Essex, Inglaterra, com 39 cadáveres no seu interior. A polícia britânica prendeu, hoje de manhã, um homem de 23 anos, …

Antigo primeiro-ministro da Escócia enfrenta 14 acusações de abuso sexual

Alex Salmond, o antigo primeiro-ministro da Escócia que desencadeou uma tentativa de independência do Reino Unido, compareceu em tribunal para enfrentar 14 crimes de abuso sexual alegadamente cometidos enquanto liderava o país. Entre os crimes está …

César, Louçã, Domingos Abrantes, Rio e Balsemão eleitos para Conselho de Estado

O Conselho de Estado é um órgão de consulta do Presidente da República composto por 19 membros, cinco dos quais eleitos pela Assembleia da República. Carlos César (PS), Francisco Louçã (BE), Domingos Abrantes (PCP), Rui Rio …