Carta de Jack, o Estripador foi a leilão (e não resolveu o mistério)

(dr) Grand Auctions

A minha faca está em bom estado, diz a carta

Uma carta que se acredita ter sido escrita em 1888 pelo assassino em série conhecido como ‘Jack, o Estripador’ foi vendida por 25 mil euros numa casa de leilões de Folkestone, no sudeste de Inglaterra.

A carta data de 29 de outubro de 1888, onze dias antes do assassinato de Mary Kelly, que se supõe ter sido a última vítima mortal do assassino.

Há duas mulheres que quero aqui. A minha faca está em bom estado, é uma faca para estudantes e espero que gostem de rim. Sou Jack, o Estripador“, lê-se na carta que o assassino enviou a um posto de polícia de Londres.

Um coleccionador britânico venceu a licitação, que estimava o preço de venda da carta em 681 a 1022 euros. Segundo Jonathan Riley, responsável da casa de leilões Grand Auctions, o preço de venda “mostra o interesse que existe por Jack, o Estripador”.

A carta pertenceu a um guarda da Polícia Metropolitana de Londres, que a entregou como prenda quando se reformou em 1966 e foi a sua viúva que decidiu leiloar o documento.

O caso de Jack o Estripador continua a ser um dos maiores mistérios sem solução, depois de o assassino ter morto cinco mulheres entre agosto e novembro de 1888, sem que nunca se tenha conhecido a identidade do autor dos crimes.

Em setembro, o autor britânico David Bullock anunciou ter descoberto o túmulo de Jack, o Estripador e desvendado a verdadeira identidade do infame assassino, que assegurou tratar-se de Thomas Cutbush.

As teorias incluem uma centena de suspeitos, mas Bullock sugere que só algumas são viáveis. Segundo o autor, Cutbush trabalhava no bairro londrino de Whitechapel, onde foram assassinadas a maioria das vítimas.

Em agosto, outra teoria alegava ter desvendado o maior mistério de todos os tempos: o assassino seria na realidade James Maybrick, um comerciante de algodão de Liverpool, em cujo livro de memórias teria confessado os brutais assassinatos.

Já em 2014, um outro autor britânico, Russell Edwards, afirmou ter resolvido o mistério da identidade do mais célebre assassino da História, graças a uma análise ao seu ADN.  Segundo o autor britânico, era um imigrante polaco chamado Aaron Kosminski.

Edwards sustenta a sua tese em análises de ADN a um xaile recolhido na cena do crime da quarta vítima do assassino, Catherine Eddowes, morta a 30 de setembro de 1888, então analisada por Jari Louhelainen, biólogo na Universidade John Moores, em Liverpool.

Mas a teoria foi pouco tempo mais tarde contestada por quatro cientistas com conhecimentos aprofundados na área da investigação genética, que concluíram que Louhelainen cometeu um “erro básico de terminologia” ao usar a base de dados do ADN para calcular as probabilidades de uma compatibilidade genética.

Mas e se afinal Jack, o Estripador nunca tiver existido?

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Marcelo nada diz sobre eventual candidatura de Ana Gomes à Presidência da República

O Presidente da República recusou esta quinta-feira comentar, em Israel, uma possível candidatura presidencial da ex-eurodeputada do PS Ana Gomes. "Eu não faço comentários sobre a vida política portuguesa", justificou Marcelo Rebelo de Sousa, quando questionado …

Defeito nos travões força Metro do Porto a andar devagar. Falha foi detetada há um ano

O descarrilamento de um metro na estação de Campanhã foi provocado por um defeito nos patins eletromagnéticos. A avaria afeta vários veículos da frota do Metro do Porto. No passado dia 2 de janeiro, uma falha …

Soares da Costa acusada de ajudar hotel-fantasma a "sacar" 1,2 milhões de euros ao Estado

A Soares da Costa e dois ex-responsáveis de um dos maiores grupos de construção civil portugueses estão acusados de fraude e de branqueamento de capitais num processo judicial que envolve um hotel-fantasma, que nunca foi …

Chega vai organizar angariação de fundos para a pediatria do S. João (mas hospital não sabe de nada)

O partido Chega, liderado por André Ventura, vai realizar um jantar no Mercado Ferreira Borges, no Porto, esta sexta-feira, e anunciou que parte da receita reverte para o serviço de Oncologia Pediátrica do S. João. …

Isabel dos Santos também sai da Efacec. Era "o negócio mais vulnerável" da empresária em Portugal

A Efacec anunciou, nesta sexta-feira, que Isabel dos Santos decidiu "sair da estrutura accionista" da empresa, "com efeitos definitivos". Uma decisão que surge no âmbito do "Luanda Leaks" que implica a empresária no desvio de …

Há pessoas a fingir serem funcionários da Segurança Social

A Segurança Social está a alertar para situações de fraude e roubo por pessoas que se fazem passar por funcionários que prometem prémios. Esta sexta-feira, o Instituto da Segurança Social alertou para situações de fraude e …

Já chegaram à Assembleia da República quase 600 propostas de alteração ao Orçamento

Nos serviços do Parlamento já deram entrada quase 600 propostas de alteração ao Orçamento do Estado para 2020. A esquerda domina a lista de mudanças. O PCP foi o partido que mais alterações colocou em cima …

Brexit já recebeu luz verde da Comissão e do Conselho Europeu

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, formalizaram esta sexta-feira o Acordo de Saída do Reino Unido da União Europeia (UE), faltando agora apenas a …

Isabel dos Santos esteve em Portugal, mas saiu na hora da reunião entre procuradores

No mesmo dia, Isabel dos Santos chegou e saiu de Portugal, onde esteve em Lisboa para conceder "plenos poderes" aos seus representantes legais no processo de alienação do capital do Eurobic. Isabel dos Santos esteve em …

Invencível fora de portas. Benfica é quase caso único nas grandes ligas

O Benfica é uma das três equipas das grandes ligas europeias que ainda não perdeu fora de casa para o campeonato, esta temporada. As 'águias' venceram todos os oito jogos. Jogar em casa costuma ser um …