Britânico diz ter descoberto identidade de Jack, o Estripador

Fenrizulf / deviantART

"Jack o Estripador" por Fenrizulf

“Jack o Estripador” por Fenrizulf

Jack, o Estripador, era um imigrante polaco chamado Aaron Kosminski, avança um autor britânico, que afirma em livro ter resolvido o mistério da identidade do mais célebre assassino da História, graças a uma análise ao seu ADN.

Há anos que se especula sobre a identidade de Jack, o Estripador, um assassino em série que há mais de um século aterrorizou o bairro de Whitechapel em Londres, matando várias prostitutas.

Na altura dezenas de pessoas foram suspeitas, incluindo membros da família real britânica e primeiros-ministros, mas, num livro que chega terça-feira às bancas, o empresário e autor Russell Edwards garante que Aaron Kosminski, um dos suspeitos da altura que morreu num asilo para doentes mentais, era o verdadeiro Jack, o Estripador.

Segundo Russell Edwards, um entusiasta pela procura da identidade do assassino, não há qualquer margem para dúvida: o assassino era Aaron Kosminski, um imigrante judeu vindo da Polónia e que trabalhava numa barbearia.

Edwards sustenta a sua tese em análises de ADN feitas a um xaile recolhido na cena do crime da quarta vítima do assassino, Catherine Eddowes, morta a 30 de setembro de 1888.

A peça tinha sido recolhida da cena do crime por um polícia que pretendia oferecê-la a sua mulher, que se recusou a usá-la.

O xaile foi entretanto guardado numa caixa e acabou no museu do crime da Scotland Yard, tendo sido comprado por Russell Edwards num leilão, em 2007.

Análises ao ADN deixadas na peça foram comparadas com amostras recolhidas junto de descendentes de Aaron Kosminski, o que permite, segundo o autor, afirmar que ele esteve no local do crime.

Catherine Eddowes, 46 anos, foi morta na mesma noite que a terceira vítima do assassino. Ÿrfã, a jovem prostituía-se ocasionalmente, tinha três filhos.

O corpo estripado foi encontrado às 1h45 horas.

Aaron Kosminski nasceu em Klodawa no centro da Polónia em 1865. A sua família vivia em Londres desde 1880, na zona onde os crimes aconteceram.

A tese de Russel Edwards está já a ser contestada por vários investigadores.

O professor Alec Jeffreys, que em 1985 inventou a técnica de análise do ADN que permite estabelecer o perfil genético de cada indivíduo, considerou que o livro não fornece “qualquer prova” sobre quem foi o assassino.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Governo aberto para suspender pagamento por conta do IRC

O deputado do PEV José Luís Ferreira afirmou hoje que o Governo demonstrou abertura para suspender este ano o pagamento por conta do IRC e para criar um fundo de tesouraria destinado às pequenas e …

Consumo de vinho aumentou "acentuadamente" durante confinamento

Um estudo europeu divulgado esta segunda-feira concluiu que a frequência do consumo de vinho "aumentou acentuadamente" em Espanha, França, Itália e Portugal com o confinamento e que as principais fontes de abastecimento foram os supermercados …

João Félix lesiona-se a poucos dias do regresso da La Liga

João Félix contraiu uma lesão no ligamento lateral interno do joelho esquerdo durante um treino, informou esta segunda-feira o Atlético de Madrid. "João Félix sofreu uma entorse do ligamento colateral medial de baixo grau do joelho …

"Agiu com responsabilidade, legalidade e integridade". Boris Johnson segura assessor

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, apoiou este domingo o seu principal conselheiro, Dominic Cummings, acusado de violar as regras de confinamento impostas para combater a pandemia covid-19, assegurando que o assessor agiu legalmente e com …

Dieselgate. Volkswagen condenada a indemnizar cliente

A justiça alemã condenou hoje a Volkswagen a indemnizar em parte um cliente que comprou um automóvel equipado com um motor diesel falsificado, numa sentença que deve influenciar dezenas de milhares de processos cinco anos …

Caso prazo das moratórias não seja alargado "terão de ser criadas outras medidas extraordinárias"

Caso as "as moratórias dos créditos não forem prolongadas, ou o Governo ou a Assembleia da República terão de criar outras medidas extraordinárias para as apoiar", disse a coordenadora do Gabinete de Proteção Financeira (GPF) …

Santuário de Fátima retoma no sábado celebrações com presença de peregrinos

O Santuário de Fátima vai retomar as celebrações com a presença de peregrinos a partir de sábado, garantindo as condições de segurança para o maior número de pessoas. O Santuário de Fátima, no concelho de Ourém, …

Ex-ministro da Saúde da Bolívia em prisão preventiva por suspeitas de corrupção

O ex-ministro da Saúde da Bolívia foi detido, na semana passada, por suspeita de corrupção na compra de ventiladores. O ex-ministro da Saúde da Bolívia, detido na última semana por suspeita de corrupção na compra a …

OMS considera cada vez mais improvável segunda grande vaga

A diretora do departamento de Saúde Pública da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou hoje que é "cada vez mais" improvável uma segunda grande vaga do novo coronavírus, mas aconselhou muita prudência. Em entrevista à rádio …

Açores reabrem creches e jardins de infância. Aulas de 11.º e 12.º também em São Miguel

As respostas sociais, encerradas devido à pandemia, reabrem esta segunda-feira no Pico, Faial, Terceira e São Jorge, e na ilha de São Miguel são retomadas as aulas dos 11.º e 12.º anos para alunos inscritos …